• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Disertación de Maestría
DOI
https://doi.org/10.11606/D.10.2020.tde-28052020-104250
Documento
Autor
Nombre completo
Aline de Jesus da Silva
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2020
Director
Tribunal
Batista, Camila Freitas (Presidente)
Sousa, Rejane dos Santos
Viana, Rinaldo Batista
Título en portugués
Metabolismo pós-parto de vacas pluríparas e primíparas da raça Gir
Palabras clave en portugués
Leite
Periparto
Zebuíno
Resumen en portugués
A quantificação da concentração de metabólitos provenientes principalmente da mobilização de tecidos corporais permite realizar um monitoramento adequado das vacas frente às exigências crescentes de energia, proteína e minerais particularmente no início da lactação. Além disso, esse perfil permite o diagnóstico de transtornos metabólicos e deficiências nutricionais, como preventivo de desordens latentes, além da pesquisa de problemas de saúde e do desempenho produtivo de um rebanho. Nesse estudo em específico, foi estudado o metabolismo na segunda fase desse período em animais da raça Gir leiteiro, ou seja, o período pós-parto, tendo como objetivos avaliar o metabolismo no período pós-parto, comparar e elucidar as taxas de metabolismo no pós-parto entre pluríparas e primíparas. Para isso foram selecionadas 10 primíparas e 10 pluríparas recém-paridas, totalizando 20 animais na composição do estudo. Foram coletadas amostras sanguíneas por venopunção da veia coccígea média uma vez por semana, em oito momentos do dia do parto (D0) até 63 dias pós- parto (D63). Então foram avaliadas as concentrações dos seguintes metabólitos: Beta- hidroxibutirato (β-HBO), Ácido graxo não esterificado (AGNE), Albumina, Ureia, Proteína total, Creatinina, Triglicerídeo, Lipoproteínas de alta densidade (HDL), Cálcio, Fósforo e Magnésio. Foram observadas alterações significativas nos teores de β-HBO no D3 dos dois grupos. As maiores diferenças encontradas nos metabólitos energéticos se concentraram no período inicial da lactação e nesse caso, os achados sugeriram uma quadro acentuado de cetose. Os teores de triglicerídeos reduziram quando próximo ao pico de lactação, coincidindo com a redução dos níveis sanguíneos de triglicerídeos. Os teores de Proteínas totais só decresceram de fato no dia D28 e depois sofreram um aumento até o dia 42. A creatinina apresentou diferenças no grupo das multíparas, onde se manteve acima dos valores de referência no D0 ao D7 e somente no D42 voltou a subir, enquanto o grupo das primíparas se manteve dentro desses valores em todos os tempos de coleta. Na avaliação dos teores de cálcio as diferenças ocorrem apenas no grupo das multíparas onde o D21 tem um pico, se diferenciando principalmente de D7, D14 e D28. Com relação aos teores de fósforo sérico, as médias só manifestaram um pico acima da média de referência. Enquanto nas multíparas esse pico aconteceu um pouco antes, no D63. Entretanto, o Fósforo não foi o único a apresentar teores acima dos valores de referência no grupo das multíparas embora todos os valores se encontram acima dos valores de referência, o comportamento foi padrão. Enquanto o grupo da primíparas apresenta diferenças em diversos períodos e também apresenta teores acima dos valores de referência. Assim, o metabolismo das primíparas apresentou maior flutuação, ou seja, não se mostraram mais eficientes metabolicamente, como era esperado. Os animais não conseguiram manter o equilíbrio principalmente do metabolismo energético, sugerindo possíveis casos de cetose. O metabolismo mineral sugere que o aporte nutricional está elevado, assim apresenta discrepância em relação ao comportamento do metabolismo energético.
Título en inglés
Postpartum metabolism of pluriparous and primiparous Gyr cows
Palabras clave en inglés
Milk
Peripartum
Zebu
Resumen en inglés
The quantification of the concentration of metabolites coming mainly from the mobilization of body tissues allows to carry out an adequate monitoring of the cows in face of the growing demands of energy, protein and minerals, particularly at the beginning of lactation. In addition, this profile allows the diagnosis of metabolic disorders and nutritional deficiencies, as a preventive of latent disorders, in addition to researching health problems and the productive performance of a herd. In this specific study, metabolism was studied in the second phase of this period in animals of the dairy Gyr breed, that is, the postpartum period, with the objective of evaluating the metabolism in the postpartum period, comparing and elucidating the metabolism rates in the postpartum between pluriparous and primiparous women. For that, 10 primiparous and 10 newly hatched pluriparous were selected, totaling 20 animals in the study composition. Blood samples were collected by venopuncture of the middle coccygeal vein once a week, at eight moments from the day of delivery (D0) until 63 days postpartum (D63). Then the concentrations of the following metabolites were evaluated: Beta-hydroxybutyrate (β-HBO), Non-esterified fatty acid (NEFA), Albumin, Urea, Total protein, Creatinine, Triglyceride, High density lipoproteins (HDL), Calcium, Phosphorus and Magnesium . Significant changes were observed in the levels of β-HBO in D3 of the two groups. The greatest differences found in energy metabolites were concentrated in the initial period of lactation and in this case, the findings suggested a marked condition of ketosis. The levels of triglycerides decreased when close to the peak of lactation, coinciding with the reduction of blood levels of triglycerides. The levels of total proteins only actually decreased on day D28 and then suffered an increase until day 42. Creatinine showed differences in the multiparous group, where it remained above the reference values in D0 to D7 and only in D42 it rose again , while the group of primiparous women remained within these values at all times of collection. In the assessment of calcium levels, differences occur only in the multiparous group where D21 has a peak, differing mainly from D7, D14 and D28. Regarding the levels of serum phosphorus, the averages only showed a peak above the reference average. While in multiparous women this peak happened a little earlier, in D63. However, Phosphorus was not the only one to present levels above the reference values in the multiparous group. Although all values are above the reference values, the behavior was standard. While the group of primiparous women presents differences in different periods and also presents levels above the reference values. Thus, the metabolism of primiparous women showed greater fluctuation, that is, they were not more metabolically efficient, as expected. The animals were unable to maintain the balance mainly of energy metabolism, suggesting possible cases of ketosis. Mineral metabolism suggests that the nutritional intake is high, so there is a discrepancy in relation to the behavior of energy metabolism.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2020-08-19
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2020. Todos los derechos reservados.