• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.10.2012.tde-26102012-180451
Documento
Autor
Nome completo
Paula Hiromi Itikawa
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2012
Orientador
Banca examinadora
Larsson, Maria Helena Matiko Akao (Presidente)
Pereira, Guilherme Gonçalves
Schwartz, Denise Saretta
Título em português
Determinação de biomarcadores cardíacos em gatos Maine Coon geneticamente testados para a mutação da cardiomiopatia hipertrófica
Palavras-chave em português
Biomarcadores Cardíacos
Cardiomiopatia hipertrófica
Gatos
Maine Coon
Mutação MYBPC3
Resumo em português
A cardiomiopatia hipertrófica (CMH) é a cardiopatia mais diagnosticada em felinos e responsável por morbidade e mortalidade elevadas. A desorganização do sarcômero no miocárdio de gatos afetados com a CMH tem relação com a mutação do gene miosina ligado à proteína C (MYBPC3). A concentração plasmática de biomarcadores cardíacos como o aminoterminal peptídeo natriurético atrial (NTproANP) e o aminoterminal peptídeo natriurético tipo B (NT-proBNP) liberados, respectivamente, secundária ao estresse da parede miocárdica dos átrios e ventrículos; a troponina I cardíaca (cTnI), liberada secundariamente à lesão miocárdica; e a endotelina tipo 1 (ET-1), um peptídeo vasoconstrictor potente cuja concentração plasmática aumenta em pacientes com insuficiência cardíaca, tem incrementado o diagnóstico de cardiopatias em humanos. A CMH é diagnosticada pela ecocardiografia convencional pela evidenciação de hipertrofia cardíaca (HC) segmentar ou difusa. Este estudo utilizou 57 gatos da raça Maine Coon, testados geneticamente para a mutação (M), que foram separados em quatro grupos: GIA com M e com HC (n= 4); GIB com M e sem HC (n= 10); GIIA sem M e com HC (n= 5); GIIB sem M e sem HC (n= 38) e avaliados por meio de ecocardiografia convencional e determinação dos biomarcadores cardíacos NT-proANP, NTproBNP, cTnI e ET-1. A prevalência da mutação nos gatos estudados foi de 24,56%. Diferenças estatísticas significantes foram observadas nos valores de NT-proBNP entre os grupos GIA e GIIB e GIA e GIB; de cTnI entre GIA e GIIB. Quando considerado apenas a presença ou ausência da mutação ou da hipertrofia, foram encontrados valores maiores de NT-proBNP em animais com HC e de cTnI em animais com mutação. Com base na metodologia utilizada, estabeleceu-se um ponto de corte para o NT-proBNP, considerando a presença de hipertrofia de 189,9 pmol/L, com sensibilidade de 77,8%, especificidade de 81,3%, valor preditivo positivo de 43,8% e valor preditivo negativo de 95,1 para o NT-proBNP, e o outro ponto de corte de 0,015 ng/mL, com sensibilidade de 64,3%, especificidade de 81,4%, valor preditivo positivo de 52,9% e valor preditivo negativo de 87,5% para a cTnI. A perspectiva para novos estudos concerne à cTnI e sua relação com a presença da mutação MYBPC3.
Título em inglês
Cardiac biomarkers in Maine Coon cats genetically tested for hypertrophic cardiomyopathy
Palavras-chave em inglês
Cardiac biomarker
Cats
Hypertrophic cardiomyopathy
Maine Coon
MYBPC3 mutation
Resumo em inglês
Hypertrophic cardiomyopathy (HCM) is the most common feline heart disease and is responsible for high morbidity and mortality rates. Sarcomere disorganization in the affected myocardium of cats with HCM is related to the myosin binding protein C (MYBPC3) gene mutation. The plasma concentration of cardiac biomarkers such as atrial aminoterminal natriuretic peptide (NT-proANP) and Type B aminoterminal natriuretic peptide (NT-proBNP) released, respectively, by atrial and ventricular myocardium secondary to wall stress; cardiac troponin I (cTnI), released secondary to myocardial injury; and type 1 endothelin (ET-1), a potent vasoconstrictor peptide have been increasingly used for evaluation of human heart disease which are increased in patients with heart failure (HF). HCM is diagnosed by the presence of segmental or diffuse cardiac hypertrophy (CH) through conventional echocardiography. This study enrolled 57 Maine Coon cats screened for mutation (M) that were assigned to four groups: GIA with M and with CH (n= 4); GIB with M and without CH (n= 10); GIIA without M and with CH (n= 5); GIIB without M and without CH (n= 38) and evaluated by conventional echocardiography and cardiac biomarkers NT-proANP, NT-proBNP, cTnI and ET-1 measurements. The prevalence of the mutation in this study was 24.56%. Statistically significantly differences were observed in NT-proBNP among GIA and GIIB groups and among GIA and GIB groups; and in cTnI between GIA and GIIB groups. When considering only mutation and CH presence or absence, higher values of NT-proBNP were found in CH cats, and higher values of cTnI in those with mutation. Based on proposed methodology, cut-off value to NT-proBNP considering CH presence of 189.9 pmol/L had a sensitivity of 77.8%, specificity of 81.3%, predictive positive value of 43,8% and predictive negative value of 95,1% and the cut-off value of 0.015 ng/mL for cTnI considering mutation presence had a sensitivity of 64.3%, specificity of 81.4%, predictive positive value of 52,9% and predictive negative value of 87,5%. This study opened new perspectives to studies related to cTnI and MYBPC3 mutation.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2013-05-23
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.