• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
https://doi.org/10.11606/T.10.2022.tde-29112022-102542
Documento
Autor
Nome completo
Rafael Araújo Nacimento
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2022
Orientador
Banca examinadora
Gameiro, Augusto Hauber (Presidente)
Almeida, Cecilia Maria Villas Boas de
Canever, Mario Duarte
Faria Filho, Daniel Emygdio de
Palhares, Julio Cesar Pascale
Título em português
Desenvolvimento de modelo de cálculo de custo de produção e de indicadores para Síntese em Emergia na produção de frangos de corte
Palavras-chave em português
Análise de decisão multicritério
Avicultura
Diagrama ternário em emergia
Modelo CINCO SEtores da SUstentabilidade (5SENSU)
Programação meta
Resumo em português
O Brasil apresenta-se entre os principais produtores de frangos do mundo, sendo o terceiro maior produtor e o maior exportador, com tendência de crescimento da produção nos próximos anos. Para tanto, sistemas de produção convencionais são amplamente utilizados. No entanto, a ciência e os consumidores questionam cada vez mais a sustentabilidade destes sistemas. Agroindústrias produtoras de proteína animal têm adotado estratégias para aproximar os consumidores, como a adoção de sistemas orgânicos de produção de frangos. Sistemas orgânicos de produção de frangos são tidos como mais sustentáveis que os sistemas convencionais, muitas vezes por darem a impressão de estarem mais próximos ao natural em decorrência da menor densidade de alojamento e de áreas de acesso às pastagens. No entanto, a sustentabilidade considera que ambos aspecto ambientais e socioeconômicos devem ser avaliados juntos. Modelos para avaliação da sustentabilidade de sistemas produtivos são amplamente disponíveis na literatura científica. No entanto, poucos modelos visam avaliar o desempenho econômico-ecológico na produção animal conjuntamente. Dentre eles, destaca-se a Síntese em Emergia (SE), teoria proposta por Howard T. Odum, que considera a janela econômico-ecológico dentre suas características. A presente tese teve como objetivo comparar a sustentabilidade de uma unidade de produção orgânica de frangos de corte (UPrO) a uma unidade de produção convencional de frangos de corte (UPc) a partir de indicadores econômicos e em emergia. Para tanto, UPrO foi definida, quanto ao seu nível tecnológico e características operacionais, a partir de questionário semiestruturado aplicado a uma agroindústria de referência na produção de frangos orgânicos no estado de São Paulo. Posteriormente, UPrO foi estudada por meio de um estudo de caso e informações quantitativas foram levantadas para o desenvolvimento do modelo de cálculo do custo econômico integrado ao modelo de SE. Para as comparações, uma UPc com nível tecnológico semelhante a UPrO foi estudada. De acordo com os resultados, nutrição foi o item que mais contribuiu para custo total e emergia (71% e 81% para UprO; 69% e 62% para Upc). O frango produzido em UPc apresentou menor custo econômico e ambiental quando comparado a UPrO (R$5,94/kg de pv vs. R$9,22/kg de pv; e 0,35E+13 sej/kg.ano 1,12E+13 sej/kg.ano para UPc e UPrO, respectivamente). No entanto, UPrO apresentou maior rendimento em emergia, menor carga ambiental, sendo consequentemente mais sustentável que UPc (ESI = 1,96; vs. ESI = 0,19 , respectivamente). A partir da integração e visualização dos indicadores distribuídos nas cinco dimensões propostas pelo modelo teórico de sustentabilidade 5SENSU e aplicados à Programação Meta (Goal Programming), observou-se que UPrO apresentou-se mais sustentável do que UPc (29,597 vs. 37,590, respectivamente). Como conclusão, UPrO apresentou-se mais sustentável que UPc. Como a nutrição foi a principal contribuinte dos indicadores econômico-ambientais, o uso de ingredientes alternativos com menor transformidade e/ou orgânicos, são possíveis caminhos para a sustentabilidade em sistemas de produção de frangos de corte.
Título em inglês
Development of production cost calculation model and indicators for Emergy Synthesis in broiler production
Palavras-chave em inglês
Emergy ternary diagram
FIVE SEctors SUstainability (5SENSU) model
Goal programming
Multicriteria decision analysis
Poultry production
Resumo em inglês
Brazil is among the higher world broiler producers, being the third largest producer and the largest exporter, with a tendency for production growth in the coming years. Due to this fact, conventional production systems are widely used. However, science and consumers increasingly question the sustainability of these systems. Agro-industries which produce animal protein have adopted strategies to bring consumers closer, such as the adoption of organic chicken production systems. Organic chicken production systems are seen as more sustainable than conventional systems, often because they give the impression of being closer to nature due to the lower density of housing and areas of access to pastures. However, the idea of sustainability implies that both environmental and socioeconomic aspects should be assessed together. Models for sustainability assessment of production systems are widely available in the scientific literature. However, few models aim to evaluate economic and ecological performances jointly in animal production. Among them, stands out the Synthesis in Emergy (SE), a theory proposed by Howard T. Odum, which considers the economic-ecological window among its characteristics. The present thesis aimed to compare the sustainability of an organic broiler production unit (UPrO) to a conventional broiler production unit (UPc) based on economic and emergy indicators. Thus, UPrO was defined as to its technological level and operational characteristics obtained from semi-structured questionnaire applied to a agroindustry which is a reference in the production of organic chickens in the state of São Paulo. Subsequently, UPrO was studied by means of a case study, and quantitative information was collected for the development of the economic cost calculation model integrated with the SE model. For comparisons, A UPc with similar technological level as the UPrO was studied. According to the results, nutrition was the item that most contributed to total cost and emergy (71% and 81% for UPrO; 69% and 62% for UPc). Broiler produced in UPc presented lower economic and environmental costs when compared to UPrO (R$5.94/kg of lbw vs. R$9.22/kg of lbw; and 0.35E+13 sej/kg.year 1.12E+13 sej/kg.year for UPc and UPrO, respectively). However, UPrO showed higher emergy yield and lower environmental load, and was consequently more sustainable than UPc (ESI = 1.96; vs. ESI = 0.19, respectively). From the integration and visualization of the indicators distributed in the five dimensions proposed by the 5SENSU sustainability model and applied to Goal Programming philosophy, it was observed that UPrO was more sustainable than UPc (29.597 vs. 37.590, respectively). In conclusion, UPrO was more sustainable than UPc. As nutrition showed a higher contribution to the environmental-economic indicators, the use of alternative ingredients with lower transformity and/or organic ones could be paths to sustainability in broiler production systems. The use of estimated monetary value from the contributions of local environmental resources encouraging the production of organic ingredients and/or the restoration/construction of permanent preservation areas can be taken as strategies to broaden the contributions of local renewable resources in the system.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2022-12-01
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2023. Todos os direitos reservados.