• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.10.2012.tde-29052013-102720
Documento
Autor
Nome completo
Tacia Antunes Del Santo
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Pirassununga, 2012
Orientador
Banca examinadora
Moretti, Aníbal de Sant' Anna (Presidente)
Araújo, Lúcio Francelino
Martins, Simone Maria Massami Kitamura
Título em português
Puberdade e a vida útil reprodutiva das fêmeas suínas
Palavras-chave em português
"Flushing" alimentar
Ciclo estral
Gonadotrofinas exógenas
Longevidade
Produtividade
Resumo em português
O presente estudo teve como objetivo verificar o efeito do uso de gonadotrofinas exógenas na indução do estro à puberdade em marrãs, e "flushing" alimentar no ciclo estral que antecede a primeira inseminação artificial na vida útil reprodutiva. O experimento foi realizado na Granja Barreiro (Suinocultura Rosetto) Cerqueira César/SP. Foram utilizadas 96 fêmeas da puberdade ao 1° parto, e 68 fêmeas selecionadas das 96 com ordem de parto do primeiro ao sexto para a avaliação associativa com a vida útil reprodutiva. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado em um fatorial 2x2 sendo um fator a combinação hormonal H,( 600 UI de eCG e após 72 horas, 2,5 mg de LH porcino) (H) e o estímulo do macho (M). O fator "flushing" alimentar correspondeu ao esquema com restrição (R) e o adotado na granja (G). Os tratamentos foram: HR - hormônio e "flushing"; HG - hormônio e esquema alimentar da granja; MR - macho e "flushing" e MG - macho e esquema alimentar da granja. As informações foram obtidas a partir do banco de dados existente na propriedade onde o experimento foi realizado. As variáveis análisadas foram: número de estros pós-indução, total de nascidos (TN), nascidos vivos (NV), natimortos (NT), mumificados (MM) e intervalo entre partos (ITP). Cinco dias após a aplicação do tratamento hormonal, 31,37% (H) das fêmeas manifestaram características de estro quando comparado ao tratamento M, onde 11,62% apresentaram estro. O tratamento H mostrou maior sincronismo nas manifestações dos estros, diferente do tratamento M que apresentou maior dispersão ao longo dos ciclos. Não houve diferença estatística nas características de primeiro parto entre os tratamentos hormônio e "flushing", tanto quanto nas suas interações (P>0,05). Não houve influência dos tratamentos na produtividade dos animais nas diferentes parições (P>0,05). Portanto, apesar do maior sincronismo apresentado pela combinação hormonal em comparação com o estímulo natural somente pela presença do macho, não houve diferenças quanto à produtividade associativa do primeiro parto e demais partos nas características avaliadas.
Título em inglês
Puberty and lifetime reproduction gilts
Palavras-chave em inglês
"Flushing" food
Estrous cycle
Exogenous gonadotropins
Longevity
Productivity
Resumo em inglês
The present study objective to verify the effect of the use of exogenous gonadotropins in oestrus induction of puberty in gilts, and "flushing" feed the estrous cycle before the first artificial insemination in lifetime reproductive. The experiment was conducted at the Granja Barreiro (Swine Rosetto) - Cerqueira César / SP. A total of 96 females from puberty to the 1st delivery, and 68 of the 96 selected females with birth order from first to sixth for assessing association with lifetime reproductive. The experimental design was completely randomized in a 2x2 factorial being a combination hormonal factor H (600 IU eCG and after 72 hours, 2.5 mg porcine LH) (H) and the stimulation of the male (M). The factor "flushing" food matched the schema constraint (R) and adopted on the farm (G). The treatments were: HR - hormone and "flushing"; HG - hormone regimen and feed the farm; MR - male and "flushing" and MG - male and feed the farm scheme. The information was obtained from the existing database on the property where the experiment was conducted. The variables analyzed were: number of post-estrus induction, total born (TN) live births (NV), stillbirths (NT), mummified (MM) and calving interval (ITP). Five days after application of the treatment, 31,37% (H) of estrus females showed characteristics when compared to treatment M, where 11,62% showed estrous. The H treatment showed greater synchronization of estrus in the demonstrations, unlike the M treatment with the highest dispersion along the cycles. There was no statistical difference in the characteristics of first birth among hormone treatments and "flushing" as well as their interactions (P>0.05). No influence of the treatments on the productivity of animals in different parities (P>0.05). Therefore, despite the higher timing presented by combination hormonal stimulation compared with only natural for the presence of males, there were no differences in yield associative first birth and other birth characteristics evaluated.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2013-09-23
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.