• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Mariana Fragoso Rentas
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Pirassununga, 2018
Orientador
Banca examinadora
Brunetto, Marcio Antonio (Presidente)
Lima, Paula Monteiro de
Zanferari, Filipe
Título em português
Efeitos da adição de diferentes promotores de saúde intestinal na digestibilidade, produtos fermentativos e parâmetros imunológicos em cães
Palavras-chave em português
Blend
AGCC
GOS
Imunidade
Prebiótico
Resumo em português
A indústria de pet food cresce juntamente com as pesquisas nessa área com os objetivos não apenas de atender as necessidades nutricionais, mas também, com o propósito de promover saúde, bem estar e longevidade aos animais de companhia. Portanto, objetivou-se avaliar os efeitos de suplementos promotores de saúde intestinal sobre a digestibilidade dos nutrientes, produtos fermentativos e parâmetros imunológicos em cães adultos. Foram utilizados 24 cães adultos de diferentes pesos e portes, divididos em seis blocos casualizados e, distribuídos aleatoriamente nos tratamentos [(CO) controle, sem adição de prebiótico; (GOS) inclusão de 1,0% de galactooligossacarídeos; (B1) inclusão de 0,5% de um blend de prebióticos; (B2) inclusão de 1,0% de um blend de prebióticos"]. O experimento foi constituído de 30 dias, sendo os 20 primeiros de adaptação aos tratamentos e os últimos 10 dias de coletas de fezes e sangue. Os dados obtidos foram analisados no programa SAS. Foram previamente verificadas normalidade dos resíduos e homogeneidade das variancias, em seguida os dados foram submetidos a teste de ANOVA, por fim as médias foram comparadas pelo teste de Tukey ao nível de significância de 5%. A suplementação dos prebióticos não alterou os coeficientes de digestibilidade aparente testados, produção e escore fecal (p>0,05). Em relação aos produtos de fermentação avaliados, a adição dos promotores de saúde intestinal não alterou o pH fecal, nem as concentrações de amônia, ácido lático, ácido acético, ácido propiônico e ácido butiríco, ácidos graxos de cadeia curta (AGCC) totais, ácido valérico, ácido iso-butírico e ácidos graxos de cadeia ramificada (AGCR) totais das fezes (p>0,05). No entanto, a adição de GOS diminuiu a concentração do AGCR isovalérico (p=0,0423) em relação a B1. Quanto aos parâmetros imunológicos avaliados, a adição de GOS e B2 aumentou o número total de células polimorfonucleares, assim como o burst oxidadivo em relação aos tratamentos B1 e CO (p<0,0001). O tratamento B2 melhorou o índice de fagocitose de S. aureus em relação ao CO, porém não diferiu dos demais (p=0,011). No teste de fagocitose de E.coli, os tratamentos GOS e B2 apresentaram melhor índice do que o tratamento CO, o qual não diferiu de B1 (p=0,0067). Pode-se concluir que os tratamentos GOS e Blend Yes Golf, quando incluídos a 1,0% na formulação do alimento, aumentaram a atividade fagocitária e o burst oxidativo de cães saudáveis.
Título em inglês
Effects of the addition of different intestinal health promoters on digestibility, fermentative products and immunological parameters in dogs
Palavras-chave em inglês
Blend
GOS
Imunity
Prebiotic
SCFA
Resumo em inglês
The pet food industry grows along with research in this area with the goals not only of meeting nutritional needs but also with the purpose of promoting health, well-being and longevity to companion animals. The objective of this study was to evaluate the effects of intestinal health promoting supplements on nutrient digestibility, fermentative products and immunological parameters in adult dogs. Twenty-four adult dogs were divided into six blocks and randomly assigned to the treatments [ a control treatments, without prebiotics (CO); inclusion of 0.5% a prebiotic blend Yes Golf (B1); inclusion of 1.0.% galactooligosaccharide (GOS); inclusion of 1.0% a prebiotic blend Yes Golf (B2)], following a randomized block design. The experiment consisted of 30 days, being the first 20 of adaptation to the treatments and the last 10 days of collections of feces and blood. The results were analyzed for their normality and the means were compared by the Tukey test at the significance level of 5.0%. Prebiotic supplementation had no effect on the apparent digestibility coefficients tested, yield and fecal score (p> 0.05). For the fermentation products evaluated, the addition of the intestinal health promoters did not alter the fecal pH, nor the concentrations of ammonia, lactic acid, short chain fatty acids (SCFA) and most faecal branched chain fatty acids (BCFA) (p> 0.05). The addition of GOS decreased the concentration of iso-valeric fatty acid (p = 0.0423). Regarding the immunological parameters evaluated, the addition of GOS and B2 increased the total number of polymorphonuclear cells, as well as the oxidative burst in relation to the treatments B1 and CO (p <0.0001). Treatment B2 improved the rate of S. aureus phagocytosis in relation to CO, but did not differ from the others, and treatments B1 and GOS did not differ from CO (p = 0.0111). For E.coli phagocytosis, the GOS and B2 treatments had a better index than the CO treatment, which did not differ from B1 (p = 0.0067). It can be concluded that GOS and B2, when included 1.0% in the formulation of the food, seem to present prebiotic potential regarding the immunity of healthy dogs.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-10-07
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.