• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.10.2012.tde-04062013-144801
Documento
Autor
Nome completo
Paula Adriane Piccolo Pieruzzi
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Pirassununga, 2012
Orientador
Banca examinadora
Martins, Maria de Fátima (Presidente)
Santos, Marcos Veiga dos
Saran Netto, Arlindo
Título em português
Estudo da determinação da concentração inibitória mínima do muco de Achatina fulica sobre Staphylococcus aureus ATCC 25923
Palavras-chave em português
Achatina fulica
Staphylococcus aureus
Antibioticoterapia
Antimicrobiano
Concentração inibitória mínima
Mastite bovina
Resumo em português
A mastite bovina apresenta alta prevalência nos rebanhos leiteiros e a antibioticoterapia é o procedimento mais utilizado no tratamento da mesma. O Staphylococcus aureus, agente etiológico mais frequentemente isolado em casos de mastite, tem demonstrado em diversos estudos aumento crescente no padrão de resistência aos antimicrobianos. O desenvolvimento de bactérias resistentes e a presença de resíduos de antimicrobianos no leite estimulam o desenvolvimento de novos tratamentos que solucionem estes problemas. O muco dos moluscos Achatina fulica é composto por uma glicoproteína, denominada achacin, com atividade antimicrobiana sobre bactérias Gram positivas. Sendo assim, os objetivos deste estudo foram avaliar a atividade antimicrobiana in vitro do muco de A. fulica sobre S. aureus, bem como determinar e avaliar a concentração inibitória mínima (CIM) do muco de A. fulica purificado sobre S. aureus ATCC 25923 e isolados de S. aureus provenientes de infecções intramamárias bovina. O muco foi purificado mediante cromatografia líquida de alta eficiência e a fração com atividade antimicrobiana foi submetida à quantificação protéica e microdiluição em caldo. A CIM do muco purificado determinada para a cepa ATCC 25923 correspondeu a 50 µg/mL e para os isolados de S. aureus, variou entre 12,5 e 100 µg/mL. Sendo que destes, dois isolados (6,7 %) apresentaram CIM de 12,5 µg/mL, três (10 %) CIM de 25µg/mL, vinte e três (76,6 %) CIM de 50 µg/mL e dois (6,7 %) apresentaram CIM de 100 µg/mL. A CIM50 para os isolados correspondeu a 50 µg/mL e a CIM90 a 100 µg/mL. No presente estudo observou-se que o muco purificado apresentou atividade antimicrobiana com ação bactericida. Estes resultados proporcionam perspectivas para a compreensão e otimização de protocolos microbiológicos deste potencial biofármaco com a finalidade de empregá-lo futuramente na terapêutica veterinária para o controle de infecções intramamárias causadas por S. aureus.
Título em inglês
Study of the determination of minimum inhibitory concentration of the mucus of Achatina fulica on Staphylococcus aureus ATCC 25923
Palavras-chave em inglês
Achatina fulica
Staphylococcus aureus
Antibiotic
Antimicrobial minimum inhibitory concentration
Bovine mastitis
Resumo em inglês
The bovine mastitis is highly prevalent in dairy herds and antibiotic therapy is the procedure most commonly used to treat it. Staphylococcus aureus is the most frequently isolated etiologic agent in cases of mastitis and it has been shown in several studies the pattern of increasing antimicrobial resistance. Due to the development of resistant bacterias and the presence of antimicrobial residues in the milk the development of new treatments to solve those problems are required. The mucus of the molluscs Achatina fulica contains a glycoprotein called achacin that presents antimicrobial activity against Gram positive bacteria. The aim of this study was the evaluation of the in vitro antimicrobial activity of the A. fulica mucus of on S. aureus, as well the determination of the minimum inhibitory concentration (MIC) of A. fulica mucus purified on S. aureus ATCC 25923 and isolates of S. aureus from bovine intramammary infections. The mucus was purified by high performance liquid chromatography. The protein content in portion presenting the was quantified and microdiluted. The MIC determined for the purified mucus strain ATCC 25923 was 50 µg/mL and for the isolates of S. aureus ranged between 12,5 and 100 µg/mL. Among these samples, two isolates (6,7 %) showed MIC of 12,5 µg/mL, three (10 %) of MIC 25 µg/mL, twenty-three (76,6 %) MIC of 50 µg/mL and two (6,7 %) had an MIC of 100 µg/mL. The MIC50 for isolates was 50 µg/mL and MIC90 to100 µg/mL. It was found that the purified mucus showed bactericidal activity. The results showed in the present work improved the understanding and optimization of the biopharmaceutical microbiological potential that could be applied in new protocols in future veterinary therapy for the control of intramammary infections caused by S. aureus.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2013-09-23
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.