• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.10.2011.tde-28092012-163152
Documento
Autor
Nome completo
Iracema Nunes de Barros
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2010
Orientador
Banca examinadora
Brandão, Paulo Eduardo (Presidente)
Gregori, Fabio
Ruiz, Vera Letticie de Azevedo
Título em português
Um enfoque multigênico para a genealogia comparada de Betacoronavirus em bovinos e equinos
Palavras-chave em português
Bovinos
Coronavírus
Epidemiologia
Equinos
Genealogia
Resumo em português
Gastroenterites são uma das causas mais comuns e importantes de morbidade e mortalidade entre animais neonatos e juvenis, em muitos casos, ocasionadas por uma infecção intestinal múltipla, sendo os principais agentes virais entéricos em bovinos o rotavírus e o coronavírus bovino (BCoV). O BCoV tem distribuição mundial e causa gastroenterites em bezerros, disenteria de inverno em bovinos adultos e processos patológicos respiratórios, enquanto que nos equinos os coronavírus causam enterocolite neonatal em potros. Considerando-se que o coronavírus bovino é mais estudado do que os coronavírus equinos, havendo possibilidade de transmissão interespécies, o presente trabalho teve por objetivo a comparação multigênica do coronavírus em bovinos adultos com disenteria de inverno e bezerros com diarréia neonatal e em equinos do Brasil, com base em sequências parciais dos genes codificadores das proteínas hemagluninina-esterase (HE), espícula (S) e nucleoproteína (N). Foram utilizadas amostras fecais de 11 vacas leiteiras de um surto de disenteria de inverno e de 27 equinos testadas quanto a presença de Betacoronavirus com uma RT-PCR dirigida ao gene RdRp; em seguida, as amostras positivas foram submetidas as reações parciais de PCR para os genes N, HE e S, e posterior sequenciamento e análise genealógica. Além destas amostras, foram utilizadas 15 amostras fecais de bezerros, já estudadas parcialmente quanto ao gene S, submetidas as reações de RT-PCR para N e HE, e posterior sequenciamento e análise genealógica. Sequências representativas da população em estudo foram obtidas para todos os genes. Pode-se concluir que a genealogia de amostras entéricas de BCoV detectadas em bovinos jovens e adultos é diretamente associada a padrões geográficos quando se consideram os genes S e HE, sendo a genealogia de menor resolução para os genes HE e nucleoproteína N, para a qual há uma tendência a segregação por faixa etária do hospedeiro e que equinos podem apresentar Betacoronavirus indistinguíveis daqueles encontrados em bovinos.
Título em inglês
A multigene approach for a compared genealogy of Betacoronavirus from cattle and horses
Palavras-chave em inglês
Bovine
Coronavirus
Equine
Genealogy
Molecular Epidemiology
Resumo em inglês
Gastroenteritis is one of the leading causes of morbidity and mortality amongst young and newborn animals, often caused by multiple intestinal infections, being rotavirus and Bovine coronavirus (BCoV) the main viral causes in cattle. BCoV has a worldwide distribution and caused diarrhea in calves, winter dysentery in adult cattle and respiratory disease, while in horses coronaviruses lead to neonatal enterocolitis in foals. Taking into account that BCoV is more largely studied than equine coronaviruses and the possibility of interspecies transmission of these viruses, this research aimed to assess a multigenic comparison of coronaviruses from adult cattle with winter dysentery and calves with neonatal diarrhea as well as from equines, all from Brazil, based on partial sequences of the hemagglutinin-esterase (HE), spike (S) and nucleoprotein (N) genes. To this end, 11 samples from dairy cows with winter dysentery and 27 from horses were tested for Betacoronavirus using an RT-PCR targeted to the RdRp gene and the positive samples were next submitted to RT-PCRs to the partial amplification and sequencing of N, HE and S genes for genealogic analysis. Besides, 15 calves samples previously studied for the same S gene region were also submitted to the N and HE genes RT-PCRs and sequencing for genealogic analysis. Sequences representative of the population under study were obtained for all genes. It could be concluded that enteric BCoV genealogy from newborn and adult cattle is directly associated to geographic patterns when S and HE genes are taken into account, with a less-resolved genealogy for the HE and N genes, with a trend for an age-related segregation pattern for the last and also that horses might present Betacoronavirus undistinguishable from those found in cattle, a fact previously unknown.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
IRACEMA_N_BARROS.pdf (2.62 Mbytes)
Data de Publicação
2012-10-22
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.