• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
https://doi.org/10.11606/T.10.2020.tde-15092020-122509
Documento
Autor
Nome completo
Ana Pérola Drulla Brandão
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2020
Orientador
Banca examinadora
Ferreira, Fernando (Presidente)
Beisiegel, Beatriz de Mello
Costa, Ligia Maria Cantarino da
Garcia, Rita de Cássia Maria
Teixeira, Bruno Marques
Título em português
Cães e gatos domésticos em Unidades de Conservação: uma abordagem de Saúde Única
Palavras-chave em português
Análise do discurso
Manejo populacional
Preservação ambiental
Programa Cãoservação
Representações sociais
Resumo em português
A presença de cães e gatos dentro e no entorno de Unidades de Conservação (UCs) brasileiras é relatada como um problema por diversos pesquisadores e gestores dessas áreas protegidas. O contato de animais domésticos não supervisionados com o ambiente silvestre pode resultar em impactos negativos para a fauna silvestre, para os próprios cães e gatos e para as pessoas que interagem com essas populações. Um impacto negativo importante é a transmissão de doenças, muitas delas zoonoses. Nesse contexto, torna-se necessário o manejo populacional, incluindo o controle sanitário, de cães e gatos que vivem próximos às UCs. A partir de uma abordagem de Saúde Única, este estudo é parte do “Programa Cãoservação”, que aborda essa problemática na UC Parque Estadual Carlos Botelho e teve como objetivo fornecer subsídios para auxiliar na educação ambiental e sanitária; na prevenção e controle de zoonoses; e no manejo populacional de cães e gatos, em locais onde ocorre a interação entre humanos, animais domésticos e a fauna silvestre. Para isso, foram realizados (I) o diagnóstico de percepção da comunidade sobre a relação entre eles, seus animais de estimação e a UC, pelo método do Discurso do Sujeito Coletivo; (II) a identificação de fatores de risco e análise espacial para cinco doenças caninas (toxoplasmose, leptospirose, neosporose, leishmaniose e brucelose) em três anos consecutivos, por modelos de regressão logística e análises de cluster espaciais; (III) uma intervenção na comunidade com a elaboração de um material educativo próprio; e (IV) a divulgação científica do Programa Cãoservação em diversos meios de comunicação. Os resultados mostraram que a percepção da comunidade em relação aos temas abordados é diferente de alguns comportamentos que exercem (como deixar os animais soltos) e a vulnerabilidade da comunidade afeta diretamente o tema da pesquisa ao dificultar a proposição e implementação de estratégias. As doenças caninas de maior preocupação foram a toxoplasmose e leptospirose por terem apresentado maior prevalência e incidência; por serem zoonóticas; e pela identificação de aglomerados de casos próximos ao Parque. Os resultados das entrevistas deram origem a um material educativo infantil. Esse material foi utilizado na intervenção prevista na comunidade (ação educativa), enviado a outras UCs e disponibilizado on-line. A divulgação científica foi feita pelo site oficial, redes sociais e mídias tradicionais. Ações para diminuir a vulnerabilidade social na comunidade combinadas com um manejo adequado da população canina e felina são recomendados neste e em cenários semelhantes, especialmente nos bairros próximos às áreas protegidas. Além disso, autoridades em saúde humana, bem-estar animal e conservação devem trabalhar continuamente em conjunto e com a comunidade para alcançar resultados melhores e de longo prazo, que minimizem os impactos negativos da interação entre humanos, animais domésticos e silvestres.
Título em inglês
Domestic cats and dogs in Brazilian Conservation Units: a One Health approach
Palavras-chave em inglês
Cãoservação Program
Environmental preservation
Population management
Social representations
Speech analysis
Resumo em inglês
The presence of domestic animals inside and around Brazilian Conservation Units (UCs) is reported as a threat by several researchers and managers of these protected areas. The contact of free-ranging cats and dogs with the wild environment can result in negative impacts for wildlife, for domestic animals themselves and for people who interact with these populations. An important negative impact is the transmission of diseases, many of which are zoonoses. In this context, it is necessary to manage canine and feline populations living close to UCs, including monitoring their health status. With a One Health approach, this study is one of the projects of the “Cãoservação Program”, which addresses this issue at the UC called Carlos Botelho State Park, and aimed to provide subsidies to assist in environmental and health education; in the prevention and control of zoonoses; and in the population management of cats and dogs, where there is an interaction between humans, domestic animals and wildlife. For that, (I) the diagnosis of community perception was performed, using the Collective Subject Speech method, for topics such as zoonoses transmission, bonding/abandonment of cats and dogs, access of domestic animals to the streets/Park and importance of the Park; (II) the identification of risk factors and spatial analyzes for five canine diseases (toxoplasmosis, leptospirosis, neosporosis, leishmaniasis and brucellosis) was elaborated, in three consecutive years, using logistic regression models and spatial cluster analyzes; (III) an intervention in the community with the elaboration of its own educational material was implemented; and (IV) the scientific dissemination of the Cãoservação Program in different types of media was made. The results showed that the perception of the residents in relation to the topics covered is different from some of their behaviors, such as let the animals with access to the streets. Also, the social vulnerability of the community directly affects the research theme by making it difficult to propose and implement strategies. The canine diseases of major concern were toxoplasmosis and leptospirosis for presenting higher prevalence and incidence; for being zoonotic; and for presenting clusters of cases close to the Park. The results of the interviews produced an educational material for children that included a booklet, a board game and five comic books. This material was used in the planned intervention in the community, it was sent to other UCs and it was made available online for free download. Scientific dissemination of Cãoservação Program was done through the official website, social networks and traditional media. Mitigation of social vulnerability combined with improved dog population management are recommended in this and similar scenarios, especially in neighborhoods close to protected areas. Besides, human health, animal welfare and wildlife/environmental conservation authorities should work continuously together and with the community to achieve better and long-term results that minimize the negative impacts of human-domestic- wildlife interaction.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2020-09-23
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.