• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
https://doi.org/10.11606/T.10.2014.tde-12092014-094845
Documento
Autor
Nome completo
Thaisa Lucas Sandri
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2014
Orientador
Banca examinadora
Brandão, Paulo Eduardo (Presidente)
Dias, Ricardo Augusto
Kawai, Juliana Galera Castilho
Sakamoto, Sidnei Miyoshi
Salgado, Vanessa Riesz
Título em português
Um estudo sobre a distribuição da raiva no Estado do Paraná de 1981 a 2012
Palavras-chave em português
Análise espaçotemporal
Epidemiologia
Paraná
Raiva
Série histórica
Resumo em português
A raiva é uma zoonose viral que afeta o Sistema Nervoso Central (SNC) causando encefalite e meningoencefalite, de evolução aguda e fatal, que acomete mamíferos carnívoros e morcegos, e periodicamente se manifesta sob a forma de epizootias ou surtos epidêmicos em populações humanas. Neste estudo foram analisadas 16.190 amostras de bovinos, equídeos e morcegos, e menos frequentemente de outros mamíferos durante o período de 1981 a 2012, provenientes do Estado do Paraná. Desse total, 2.766 amostras foram positivas para raiva; 81,74% foram de bovinos, 10,34% de equídeos, 4,05% de morcegos, 2,31% em animais de produção não bovinos, 1,52% em caninos e 0,04%em outros animais. Ao longo da série histórica, há, para os bovinos, uma tendência de aumento das notificações e não foram observadas variação sazonal e cíclica. Na análise espaço-temporal foi detectado um aglomerado mais provável de notificações de raiva em bovinos, envolvendo 20 municípios da região litorânea e metropolitana de Curitiba entre 1981 e 1987. Além dele, foram detectados seis aglomerados secundários sugerindo uma migração da raiva ao longo do tempo no Estado do Paraná. Ao longo da série histórica dos equídeos há uma tendência de diminuição das notificações e não foram observadas variação sazonal e cíclica. Os clusters encontrados na análise espaço-temporal da raiva nos equídeos corroboram com aqueles encontrados na análise dos bovinos localizados nas mesmas regiões durante no mesmo período, sugerindo a migração do vírus da raiva no mesmo sentido da observada na análise dos bovinos. Durante o período de 1981 a 1997, os casos de raiva em morcegos acompanham o trajeto da migração dos aglomerados dos bovinos e dos equídeos, o que demonstra que a raiva ocorre endemicamente no território do Estado do Paraná em herbívoros e morcegos.
Título em inglês
A study on the rabies distribution on Paraná State from 1981 to 2012
Palavras-chave em inglês
Epidemiology
Rabies
Spatio-temporal analysis
State of Paraná
Time series
Resumo em inglês
Rabies is a viral zoonosis that affects the central nervous system (CNS) causing encephalitis and meningoencephalitis, acute and fatal outcome, which affects mammalian carnivores and bats, and periodically manifests itself in the form of epidemics or outbreaks in human populations. In this study 16,190 samples of cattle, horses and bats, and less frequently other mammals were analyzed during the period 1981 to 2012, from the State of Paraná. Of this total, 2,766 samples were positive for rabies; 81.74 % were bovine, equine 10.34 %, 4.05 % of bats, 2.31 % in livestock no bovine, 1.52 % in canine, and 0.04% in other animals. Throughout the time series, there is, for cattle, a trend of increased reporting and no seasonal or cyclical variations were observed. In spatio-temporal analysis, more likely to notifications of rabies in cattle, a cluster involving 20 municipalities in coastal and metropolitan Curitiba between 1981 and 1987 was detected. Besides this, six sub clusters were detected suggesting a migration of anger over time in the state of Paraná. Throughout the historical series of equine there is a downward trend in notifications and no seasonal and cyclical variations were observed. Clusters found in the spatio-temporal analysis of rabies in horses corroborate those found in the analysis of cattle located in the same regions during the same period, suggesting the migration of rabies virus in the same direction as that observed in the cattle analysis. During the period from 1981 to 1997, cases of rabies in bats follow the migration path of clusters of bovine and equine. This shows that rabies is endemic in the state of Paraná in herbivores and bats.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2014-10-23
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2023. Todos os direitos reservados.