• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Disertación de Maestría
DOI
10.11606/D.10.2011.tde-07082012-181835
Documento
Autor
Nombre completo
Aline Gil Alves Guilloux
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2011
Director
Tribunal
Dias, Ricardo Augusto (Presidente)
Bernardi, Fernanda
Ferreira, Fernando
Título en portugués
Estimativa da população de cães errantes e a sua associação com fatores socieconômicos e ambientais
Palabras clave en portugués
Canis lupus familiaris
Abandono
Cão errante
Capacidade de suporte
São Paulo
Resumen en portugués
A população de cães errantes tem sido um problema na sociedade moderna e levanta discussão sobre o bem estar dos animais, a responsabilidade ambiental e assuntos relacionados saúde pública, como agressão, zoonoses e acidentes de trânsito. São Paulo é uma cidade com mais de dez milhões de habitantes e uma população de cães domiciliados em torno de 2,5 milhões de animais. Não há pesquisas a respeito da distribuição da população de cães errantes e isso dificulta o planejamento de ações de intervenção neste campo. O problema foi abordado do ponto de vista da probabilidade de abandono e capacidade de suporte ambiental. Foi criado um escore composto por treze variáveis de risco de abandono. Os dados foram agrupados por distrito administrativo e estes classificados em três categorias (tercis). Foi definida uma amostra de conveniência de seis áreas a serem visitadas, duas em cada categoria, que fossem pequenas e isoladas, passiveis de percorrer a pé. O número de animais foi estimado pelo método de pseudo-captura, utilizando fotos e anotações para identificar os animais. Simultaneamente, foi aplicado um questionário em uma amostra aleatória sistemática dos domicílios de cada área. Das seis áreas visitadas, em duas foi observada presença de cães errantes e em apenas uma delas, uma população fixa. Dos fatores associados a presença de cães errantes, destacam-se os relacionados a proximidade homem-cão e ao ambiente. Intervenções nestes fatores e incentivo à guarda responsável podem ser soluções desejáveis para redução gradativa da população de cães errantes
Título en inglés
Estimation of stray dog's population and its association with socioeconomics and environmental factors
Palabras clave en inglés
Canis lupus familiaris
Carrying capacity
Relinquishment
São Paulo
Stray dogs
Resumen en inglés
The stray dog's population of has been a problem in modern society and raises discussion on different issues like animal welfare, environmental responsibility and public health matters such as dogs bites, zoonosis and traffic accidents. Sao Paulo is a city with over ten million inhabitants and a population of owned dogs around 2.5 million animals. There are no surveys on the distribution of the population of stray dogs and this hampers any plan of intervention. The problem was accessed from the standpoint of relinquishment probability and environmental carrying capacity. A score was created with thirteen variables, of known risk factors of relinquishment. The data was grouped by district and classified in to three categories (terciles). a convenience sample of six areas was defined, two in each category, which were small and isolated, liable to go through on foot. The number of animals was estimated by the pseudo capture method, using photos and notes to identify the animals. Simultaneously, a questionnaire was administered in a systematic random sample of households in each area. Of the six areas visited, in only two it the presence of stray dogs was observed and only one showing a fixed stray population. Of the factors associated to the presence of stray dogs, one can distinguish: degree of human-dog proximity and those related to environment. Intervention on these factors and encouraging responsible ownership could be a solution to gradually reduce the population of stray dogs.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2012-10-04
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2022. Todos los derechos reservados.