• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Juliana Garcia da Silva Fonseca
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2019
Orientador
Banca examinadora
Palermo Neto, João (Presidente)
Alves, Glaucie Jussilane
Quinteiro Filho, Wanderley Moreno
Título em português
Avaliação dos efeitos sistêmicos de lipopolissacarídeo sobre o eixo neuroimune de frangos de corte
Palavras-chave em português
Avicultura
Bem-estar animal
Estresse
Lipopolissacarídeo
Neuroimunomodulação
Resumo em português
A avicultura brasileira destaca-se no cenário da agropecuária mundial por sua alta produtividade e grande tecnicidade. Para atingir estes altos níveis produtivos os animais são muitas vezes submetidos a condições estressantes de manejo e que, por isso mesmo, ativam tanto o eixo hipotálamo-hipófise-adrenal (HHA) quanto o sistema nervoso autônomo simpático (SNS). O presente trabalho foi realizado para descrever os eventos neuroimunes decorrentes da administração intravenosa de lipopolissacarídeo de Escherichia coli (LPS) em frangos de corte e do manejo dos mesmos para tratamento e coleta de material. Foram realizados sete experimentos para mostrar, sob uma perspectiva de neuroimunomodulação, os efeitos decorrentes da aplicação de estressores infecciosos e/ou físicos sobre o comportamento e sobre as atividades dos sistemas nervoso, endócrino e imune de frangos de corte. Para tanto, frangos de corte foram separados em 3 grupos, sendo submetidos, respectivamente a tratamento com LPS, com NaCl 0,9% ou mantidos sem manipulação (controle: naive). A administração de LPS promoveu ativação do SNS e do eixo HHA atuando, desta forma como um estressor infeccioso, isto é, aumentando as concentrações circulantes de corticosterona e de adrenalina nas aves. Os frangos que receberam LPS apresentaram ainda, uma série de comportamentos englobados no rol do que se denomina comportamento doentio e que aparece na vigência de processos infecciosos, sendo atribuídos à presença de citocinas pró-inflamatórias no SNC. De fato, os frangos que receberam LPS apresentaram maiores níveis de IL-1 tanto no hipotálamo quanto na hipófise, quando comparadas às aves dos grupos controle e NaCl 0,9%. Estes animais apresentaram, também, maior atividade neural, evidenciada pelo aumento da expressão dos genes c-fos e EGR-1 no hipotálamo. A contenção dos frangos para administração de NaCl 0,9% e posterior coleta dos materiais para análise também provocou alterações comportamentais, nervosas e imunes em relação aos animais do grupo controle (naíve), evidenciando estes achados que este tipo de manejo é estressor de "per se".
Título em inglês
Evaluation of systemic effects of lipopolysaccharide on the neuroimmune axis of broiler chickens
Palavras-chave em inglês
Animal Welfare
Lipopolysaccharide
Neuroimmunemodulation
Poultry Science
Stress
Resumo em inglês
Brazilian poultry industry stands out in the agricultural scenario due to its high productivity and technicity. In order to reach such productive levels, the animals are frequently submitted to stressful handling conditions that activate both the hypothalamic-pituitary-adrenal axis (HHA) and the autonomic sympathetic nervous system (SNS). The present work was carried out to describe the neuroimmune events resulting from an intravenous injection of Escherichia coli lipopolysaccharide (LPS) in broiler chickens, and the effects induced by animals management for treatment and harvest of biological samples. Seven experiments were carried out to show, from a neuroimmunomodulation perspective, the effects of infectious and / or physical stressors application on behavior and on the activities of the nervous, endocrine and immune systems of broilers. For this, broiler chickens were separated into 3 groups, respectively, undergoing LPS treatment, 0.9% NaCl administration or kept without manipulation (control: naíve). LPS administration activated the SNS and the HHA axis increasing the circulating concentrations of corticosterone and adrenaline in the birds thus, acting as an infectious stressor. The chickens that received LPS also presented a series of behavioral alterations that are included in the list of what is called "sickness behavior" and that appears in the presence of infectious processes, being attributed to the presence of proinflammatory cytokines in the CNS. In fact, chickens receiving LPS had higher levels of IL-1 in both the hypothalamus and pituitary in relation to birds of the control and 0.9% NaCl groups. These animals also had greater neural activity, evidenced by the increased expression of the c-fos and EGR-1 genes in the hypothalamus. Management of broilers for 0.9% NaCl administration and subsequent collection of samples for analysis also caused behavioral, nervous and immune changes in relation to the animals of the control group (naive), thus evidencing this type of handling is stressor itseft.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-10-21
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.