• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.10.2012.tde-29042013-155003
Documento
Autor
Nome completo
Samantha Ive Miyashiro
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2012
Orientador
Banca examinadora
Maiorka, Paulo César (Presidente)
Gomes, Cristina de Oliveira Massoco Salles
Hagiwara, Mitika Kuribayashi
Hoge, Alma Yasodhara Alexandra
Massironi, Silvia Maria Gomes
Título em português
Caracterização fenotípica do camundongo BALB/c mutante anêmico
Palavras-chave em português
Anemia hemolítica
Camundongo
Hemoglobina instável
Hemoglobina Santa Ana
Mutação
Resumo em português
Várias linhagens de camundongos resultam de mutações genéticas pontuais espontâneas ou induzidas e estas alterações podem apresentar fenótipos relevantes semelhantes a doenças hereditárias humanas. Massironi et al. (2006) desenvolveram vários camundongos BALB/c mutantes com o agente mutagênico etil-nitroso-uréia (ENU) no Biotério de Experimentação do Departamento de Imunologia do Instituto de Ciências Biomédicas (ICB) da Universidade de São Paulo. Destes, o mutante chamado anêmico foi objeto de estudo desta pesquisa, que tem como objetivo a sua fenotipagem. A avaliação hematológica revelou moderada anemia com intensa policromasia e reticulocitose, acompanhada de anisocitose, macrocitose, hipocromia, inclusões intraeritrocíticas e corpúsculos de Heinz, do nascimento até 18 meses de idade. Apresentaram também hemoglobinúria, bilirrubinemia, hiperfosfatemia e populações eritrocíticas com diferentes resistências à lise osmótica. No estudo da hemoglobina, não foi possível distinguir Hb anormal pela eletroforese em acetato-celulose em pH alcalino, ou cadeia globínica diferente pela eletroforese de cadeias globínicas em pH alcalino, mas constatou-se precipitação da hemoglobina no teste de estabilidade térmica e no teste de isopropanol. Na necrópsia, observou-se intensa esplenomegalia, especialmente nas fêmeas de 12 a 18 meses de idade, discreta hepatomegalia, moderada cardiomegalia e icterícia subcutânea. No exame histopatológico, observou-se intenso aumento da hematopoiese e hemossiderose nos órgãos hematopoiéticos e nas células tubulares renais notou-se deposição de ferro intracitoplasmático e houve aumento da concentração de creatinina plasmática animais mais idosos. Estes dados permitem classificar o quadro como anemia hemolítica congênita regenerativa crônica, semelhante a quadros de anemia por hemoglobina instável, descritos para humanos. Massironi (dados não publicados) concluiu o mapeamento genético deste mutante, que revelou a troca de aminoácidos na posição 88 da cadeia beta da hemoglobina (leucina por prolina), devido à troca de T por C no gene da globina β Hbb-b1 no cromossomo 7, que corresponde à mutação da hemoglobina de Santa Ana descrita em humanos. A Hb Santa Ana é uma hemoglobina instável rara, com descrição de casos no Brasil, EUA, França, Hungria e Japão e que resulta em importante anemia hemolítica congênita crônica com evidente esplenomegalia. Este camundongo BALB/c mutante anêmico apresenta fenótipo e genótipo muito similares ao quadro de hemoglobina instável de Santa Ana e, considerando-se a importância dos modelos animais para o avanço dos estudos de doenças humanas, este modelo seria o primeiro camundongo mutante descrito para o estudo desta doença.
Título em inglês
Phenotype characterization of anemic mutant BALB/c mouse
Palavras-chave em inglês
Hemolytic anemia
Mouse
Mutation
Santa Ana hemoglobin
Unstable hemoglobin
Resumo em inglês
Many strains of mice result from spontaneous or induced punctual genetic mutations and these changes may present relevant and similar phenotypes to inherited human diseases. Massironi et al. (2006) developed some BALB/c mice mutants with the mutagen ethyl-nitroso-urea (ENU) in the Biotério de Experimentação, Departamento de Imunologia, Instituto de Ciências Biomédicas (ICB) of Universidade de São Paulo. From these, the mutant called anemic is the object of this research, which aims to characterize its phenotype. The hematologic evaluation revealed moderate anemia with intense reticulocytosis and polychromasia, followed by anisocytosis, macrocytosis, hypochromia and intraerythrocytic inclusion and Heinz bodies, presented from birth to 18 months of age. They also presented hemoglobinuria, bilirrubinaemia, hyperfosfatemia, and erythrocytic populations with different resistance to osmotic lysis. In the hemoglobin study, it was not possible to distinguish an abnormal Hb by cellulose acetate electrophoresis at alkaline pH nor a different globin chain with globin chains electrophoresis at alkaline pH, but there was hemoglobin precipitation at heat stability test and isopropanol test. At necropsy, there was evident splenomegaly - especially within the 12 to 18 months old mutant female group, discrete hepatomegaly, moderate cardiomegaly, and subcutaneous jaundice. On histopathologic examination, there was dramatic increase in the hematopoiesis and hemosiderosis in hematopoietic organs and intracellular iron deposition on tubular renal cells with elevated plasma creatinin concentration in the oldest animals. These data indicate a congenital hemolytic regenerative anemia, similar to human unstable hemoglobin anemia. By genetic mapping concluded by Massironi (data not published), it has been detected an amino acid exchange (leucine to proline) at position 88 in the beta globin protein, because of a T to C change in β globin gene Hbb-b1 on chromosome7, which corresponds to the Santa Ana hemoglobin mutation described in humans. Hb Santa Ana is a rare unstable hemoglobin reported in Brazil, USA, France, Hungary and Japan, that presents cronic congenital hemolytic anemia with evident splenomegaly. This BALB/c mutant mouse presents similar genotype and phenotype to the human Santa Ana unstable hemoglobin. Considering the importance of animal models for human diseases studies advance, this model would be the first mutant mouse described for study of Hb Santa Ana.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2013-05-10
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.