• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.10.2012.tde-23052013-141853
Documento
Autor
Nome completo
Pedro Henrique de Oliveira Viadanna
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2012
Orientador
Banca examinadora
Matushima, Eliana Reiko (Presidente)
Dias, José Luiz Catão
Paiva, Maria José Tavares Ranzani de
Título em português
Uso de imunoestimulante Saccharomyces cerevesiae em peixes da espécie Cyprinus carpio
Palavras-chave em português
Carpa
Hematologia
Infecção
Patologia
Piscicultura
Probiotico
Resumo em português
O aquarismo é uma atividade mundialmente difundida e um segmento extremamente grande da indústria de animais de estimação. O Brasil, em 2007, exportou o valor de US$ 5.871.576,73 em peixes. Devido à biologia dos peixes, todo seu manejo pode desencadear uma resposta fisiológica de estresse, que, dependendo da duração, tipo e espécie de manejo leva a uma resposta imunossupressora, que pode acarretar doença e morte aguda e consequentemente grande prejuízo à produção desses animais. O uso de imunoestimulantes, como suplementação dietética pode prover defesa inata e resistência a patógenos. O presente trabalho teve como objetivo avaliar a viabilidade da utilização de mananoligossacarídeo de levedo de cerveja (Saccharomyces cerevesiae), como imunoestimulante adicionado à ração oferecida a peixes da espécie Cyprinus carpio durante 45 dias. Para avaliar a imunidade dos peixes, foram feitas avaliações hematológicas periódicas e, no final do período determinado, os peixes foram desafiados imunologicamente com estresse e infectados com Aeromonas hydrophila. As carpas do grupo controle tiveram uma taxa de crescimento de 0,05 g/dia, conversão alimentar de 14,09 e eficiência protéica de 0,25, enquanto o grupo imunoestimulado obteve a taxa de crescimento de 0,11g/dia, conversão alimentar de 6,15 e eficiência protéica de 0,57. Não houve diferença estatística entre o resultado da hematologia dos animais do grupo controle e do grupo imunoestimulado. Dos animais infectados experimentalmente, 88% morreram em menos de 24 horas por choque endotóxico e, no exame post mortem, não houve diferença entre os grupos. A carpa que recebeu alimentação controle e foi infectada teve anemia macrocítica normocrômica, trombocitopenia, linfopenia, monocitose e aumento do número de CGE. A carpa que recebeu alimentação com MOS, foi infectada e sobreviveu, não apresentou alteração nos parâmetros hematológicos. A ração com MOS foi zootecnicamente melhor para a nutrição das carpas. Com base na taxa de sobrevivência e na avaliação hematológica, não há como responder se a ração suplementada com MOS foi imunologicamente melhor do que a ração controle.
Título em inglês
Feed with immunostimulant Saccharomyces cerevesiae for fishes of the specie Cyprinus carpio
Palavras-chave em inglês
Aquaculture
Carp
Hematology
Mannanoligosaccharide
Pathology
Probiotic
Resumo em inglês
The aquarium hobby is an activity wordwide spread and a segment extremely large of the pet industry. Brazil, in 2007, exported an amount of US$ 5.871.576,73 of fishes. Due to the biology of the fishes, all its management can trigger a physiological response leading to stress, that depending on the duration, type and specie, can conclude in immunosuppressive response, leading to disease and acute death, creating a great prejudice. The use of immunostimulants, as dietary supplementation may provide an innate defense against pathogens. This study aims to evaluate the feasibility of using mannan oligosaccharide of brewer yeast (Saccharomyces cerevesiae) as immunostimulants added to the feed for koi fishes (Cyprinus carpio) during 45 days. To evaluate the immunity of the fishes, periodic hematologic evaluations were made and at the end of the determined period, the fishes were immunologically challenged with stress and inoculation with Aeromonas hydrophila. The control group had a growth rate of 0,05g/day, feed conversion of 14,09 and protein efficiency ratio of 0,25, while the treatment group had growth rate of 0,11g/day, feed conversion of 6,15 and protein efficiency ratio of 0,57. The hematological results showed no statistical difference between the control group and immunostimulant group according. Analyzing the experimental infected animals, 88% died within 24 hours, due to endotoxic shock, and in the post mortem examination, there were no difference between groups. The koi that received control feed and it was infected had macrocytic normochromic anemia, thrombocytopenia, lymphopenia, monocytosis and increased of special granulocytic cells. The koi that received the MOS feed, was infected with A. hydrophila and survived, had no alteration on haematological parameters. The feed with MOS was zootechnical better than the control feed to carps. Based on the rate of survival and hematology, there are no possibility of answering if supplemented feed with MOS was immunologic better than control feed.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2013-06-05
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.