• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.10.2017.tde-20032017-150838
Documento
Autor
Nome completo
Ana Tada Fonseca Brasil Antiorio
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2016
Orientador
Banca examinadora
Mori, Claudia Madalena Cabrera (Presidente)
Ferreira, Caroline Marcantonio
Massironi, Silvia Maria Gomes
Título em português
Rederivação de linhagens de camundongos por transferência embrionária para obtenção de colônias livres de patógenos específicos (SPF)
Palavras-chave em português
Camundongo SPF
Rederivação
Transferência embrionária
Resumo em português
A introdução de novas linhagens de camundongos em biotérios deve ser realizada com cautela devido aos riscos de introdução de doenças na colônia, motivo pelo qual alguns biotérios adotam como padrão introduzir novos animais somente após o processo de rederivação, que pode ser realizado por transferência embrionária, histerectomia ou cross-fostering. A rederivação é adotada para diversas espécies de animais de laboratório e constitui uma forma de reduzir o risco de surtos de doenças em um biotério com a consequente interferência na pesquisa e perdas, tanto do status sanitário como do bem-estar dos animais. Dentre esses métodos, a transferência de embriões nos estágios de pré-implantação é considerada mais segura que os outros métodos utilizados para se rederivar linhagens de camundongos por reduzir os riscos da transmissão vertical de patógenos. Essa técnica é adotada em diversos biotérios internacionais, porém não é rotina em biotérios do Brasil. O objetivo desse trabalho foi implantar a técnica de rederivação por transferência de embriões no estágio de duas células, no biotério de camundongos livres de patógenos específicos (SPF) do Departamento de Imunologia do Instituto de Ciências Biomédicas da Universidade de São Paulo. As transferências embrionárias foram realizadas para introdução de linhagens de camundongos procedentes de diferentes biotérios convencionais sem barreiras. Os embriões foram obtidos pelos métodos naturais, por meio do acasalamento das fêmeas doadoras superovuladas, com machos de genótipo ou fundo genético igual. Os embriões foram coletados por flushing e lavados em meio estéril. Realizou-se a transferência de embriões no estágio de duas células para fêmeas receptoras livres de patógenos específicos (SPF), pseudoprenhas no 0,5 dia pós coito (d.p.c.). Todos os procedimentos cirúrgicos foram realizados em condições assépticas. Total de 881 embriões, destes, 625 foram transferidos para rederivação de 18 linhagens de camundongos. Nasceram 148 filhotes vivos, dos quais 140 foram desmamados. Os seguintes patógenos foram eliminados pela técnica: vírus da hepatite murina, norovírus, Corynebacterium kutscheri, Staphylococcus aureus, Streptococcus beta hemolítico, Bordetella bronchiseptica e protozoários intestinais. Os dados apresentados foram obtidos da rotina do biotério num período de três anos. A implantação da técnica possibilitou a introdução de novas linhagens na criação, em condições sanitárias satisfatórias, com a consequente disponibilização de modelos animais com nível sanitário adequado à experimentação para a comunidade científica.
Título em inglês
Rederivation of strains of mice by embryo transfer in order to achieve SPF colonies
Palavras-chave em inglês
Embryo transfer
Rederivation
SPF mouse
Resumo em inglês
The introduction of new strains of mice should be performed carefully to avoid breaking sanitary barriers of specific pathogen free (SPF) animal facilities. In order to meet this need, animals should be rederived by embryo transfer, hysterectomy or cross-fostering and then maintained under strict biosecurity practices. Rederivation is a technique used in different species of laboratory animals to protect them from infectious agents, minimize risks of disease outbreaks and thus avoid research interference caused by loss of the health status and welfare of the animals. Among these techniques, embryo transfer at two cell stage should rather be implemented because it avoids post implantational vertical transmissions of infections. It is routine to introduce animals by embryo transfer in most animal facilities in the United States of America and Europe, however it is not seen in Brazilians rodents vivariums. The objective was to implement mice embryo transfer technique in the animal facility of the Department of Immunology of the Institute of Biomedical Science of the University of Sao Paulo, Brazil. Embryo transfers were performed to rederive strains of mice received from different sources. Fertilized eggs at two-cell stage were obtained by mating superovulated females with fertile males that had either the same genotype or the same genetic background. Embryos were collected by flushing of the oviducts and washed in sterile medium. Under general anesthesia, embryos were transferred into the oviducts of specific pathogen free (SPF) pseudo pregnant female mice at 0,5 - day post coitus (d.p.c.). All the surgical procedures were performed under asseptic conditions. Total of 881 embryos, out of these, 625 embryos at two-cell stage were transfered to rederive 18 mouse strains. It was born 148 pups, of which 140 were reared. The following mouse pathogens were eliminated by embryo transfer technique: Mouse hepatitis virus, Norovirus, Corynebacterium kutscheri, Staphylococcus aureus, Beta-Haemolytic Streptococci, Bordetella bronchiseptica and intestinal protozoa. Data were collected from routine laboratory in a period of two years. The improvement in the microbiological status of mice allowed their expansion in our SPF facility and the distribution of better models to the scientific community.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-04-25
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.