• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.10.2011.tde-24092012-140205
Documento
Autor
Nome completo
Silvio Pires Gomes
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2011
Orientador
Banca examinadora
Ribeiro, Antonio Augusto Coppi Maciel (Presidente)
Machado, Márcia Rita Fernandes
Maifrino, Laura Beatriz Mesiano
Souza, Romeu Rodrigues de
Stopiglia, Angelo João
Título em português
Avaliação estereológica da microestrutura do fígado em animais desnutridos e submetidos à renutrição protéica
Palavras-chave em português
Camundongo
Desnutrição
Estereologia
Fígado
Renutrição
Resumo em português
A fome e a má nutrição permanecem entre os problemas mais devastadores que enfrentam a maioria dos pobres e carentes do mundo. A desnutrição está relacionada com o desequilíbrio do estado nutricional e ocorre sob diversas formas, podendo afetar o fígado. A desnutrição no início da vida pode afetar profundamente o corpo e o cérebro de ratos adultos. Alguns desses efeitos são permanentes enquanto outros desaparecem quando os animais são submetidos ao processo de renutrição. Sendo assim, outra maneira de interferir na regeneração hepática fundamenta-se no fato de que os processos proliferativos do fígado podem ser modulados por fatores alimentares. Experimentos de desnutrição protéico-energética mostraram que o fígado de ratos desnutridos regenera-se mais lentamente após a hepatectomia. O objetivo deste estudo foi avaliar os efeitos da desnutrição e renutrição protéica na microestrutura dos fígados de camundongos. Foram utilizados 12 camundongos Swiss machos, subdividos nos seguintes grupos: Controle do desnutrido (CD) (n=3), Desnutrido (D) (n=3), Renutrido (R) (n=3) e Controle do renutrido (CR) (n=3). Os animais dos dois grupos controle e do grupo renutrido receberam ração normoprotéica (12%) ao passo que o grupo desnutrido recebeu ração hipoprotéica contendo (2%). Os seguintes parâmetros estereológicos do fígado foram estimados: volume, número total e o volume menor (p= 0,001) em relação ao CR (R= 8020 µm³ e CR= 10018 µm³). O número total de hepatócitos nos animais desnutridos não apresentou diferença significativa (p= 0,055) em comparação ao seu CR (D = 1.1 x 107 e CD=1.6 x 107) e o R não apresentou diferença significativa (p= 0,055) em comparação ao seu CR (R= 2.8 x 107 e CR= 2.2 x 107). Portanto, a renutrição atenuou a atrofia do volume do hepatócito ocasionada pelo processo de desnutrição (carência de proteína).
Título em inglês
Stereological evaluation of microstructure in the liver of animals denutrition of followed by proteic renutrition
Palavras-chave em inglês
Liver
Malnutrition
Mice
Renutrition
Stereology
Resumo em inglês
The hunger and the malnutrition remain the most devastating problems faced by the majority of poor and needy people in the world. The malnutrition is related to an unbalanced nutritional condition and it occurs in different ways may affecting the liver. In the beginning of life, the malnutrition can affect profoundly the body and the brain in adult rats. Most of these effects are permanent while others disappear when the animal are submitted to a renutrition process. In this way, other manner to interfere in the hepatic regeneration is based on the fact that the liver proliferative processes might be modulating by food factors. The energetic protein malnutrition experiments have showed that the undernourished rat livers regenerate slower after hepatectomy. The aim of this study was to evaluate the effects of the caloric protein malnutrition and renutrition in the liver microstructure. In this study were used 12 Swiss male mice divided in: control of the undernourished mice (UC) (n=3), undernourished (U) (n=3), renourished (RN) (n=3) and control of the renourished (RNC) (n=3). The animals from both control groups and the undernourished group received normal protein food (12% protein) and the undernourished group received hypoprotein food (2% protein). The following stereological parameters were estimated: volume, total number and mean volume of the hepatocytes. The mean volume of U was significantly lower (p=0.001) than the UC (U= 23.57 mm³ e UC= 46.5 2mm³) and RN was lower (p=0.001) than the RNC (RN= 38.89 mm³ e RNC= 52.03 mm³).The mean volume of hepatocytes in undernourished animals was lower (p=0.001) in comparison with the respective control (U= 4505 µm³ e CD= 8170.13 µm³) and the RN was lower (p= 0.001) in relation to the RNC (RN= 8020 µm³ e RNC= 10018 µm³). The total number of hepatocytes in undernourished animals did not presented significant difference (p= 0.055) in comparison with the respective control (U = 1.1 x 107 e UC= 1.6 x 107). So, the renutrition attenuated the hepatocyte volume atrophy caused by the malnutrition process (protein deficiency).
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
SILVIO_P_GOMES.pdf (5.48 Mbytes)
Data de Liberação
2017-04-16
Data de Publicação
2013-04-19
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.