• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.10.2012.tde-21092012-163304
Documento
Autor
Nome completo
Luana Célia Stunitz da Silva
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2012
Orientador
Banca examinadora
Miglino, Maria Angélica (Presidente)
Agreste, Fernanda Rodrigues
Borelli, Vicente
Título em português
Contribuição ao estudo do estômago do sagui-de-tufo-preto (Callithrix penicillata)
Palavras-chave em português
Callithrix penicillata
Estômago
Histologia
Ultraestrutura
Vascularização
Resumo em português
O Callithrix penicillata (sagui-de-tufo-preto) mesmo sendo utilizado em algumas pesquisas e também mantido tanto em zoológicos como animal de estimação, possui ainda diversas lacunas acerca de sua anatomia. Assim, utilizamos 10 animais somente para o estudo da topografia, do padrão de irrigação vascular e de alguns índices biométricos do estômago, e outros cinco animais para estudos microscópicos. Ambos tendo com o objetivo caracterizar a anatomia do estômago e comparar as variações entre os sexos e eventualmente com outras espécies. Para o padrão vascular realizamos injeção de neoprene látex corado na aorta torácica com posterior dissecação dos ramos abdominais e no caso do estudo biométrico o mesmo foi realizado com o uso de um paquímetro digital, fita métrica e transferidor. E procedimentos tanto para a microscopia de luz com colorações de Hematoxilina-Eosina e Tricrômio de Masson quanto para a microscopia eletrônica de varredura foram efetuados. Com base no estudo ora realizado verificamos que o estômago localizava-se medialmente da 9° a 12° costelas e os aspectos biométricos revelam os padrões primários para este órgão, não se registrando diferenças entre machos e fêmeas. A artéria celíaca surge como o primeiro ramo da aorta abdominal, ocorrendo maior prevalência (70%) de trifurcação a partir desta artéria, com a emissão da artéria lienal, artéria gástrica esquerda e artéria hepática. A artéria lienal acompanhou a curvatura maior do estômago dando origem à artéria gastroepiplóica esquerda. A artéria gástrica esquerda no seu trajeto acompanhava a região da cárdia e do esôfago abdominal, cedendo-lhes contribuições. Já a artéria hepática originava a artéria gástrica direita e a artéria gastroduodenal. E esta por sua vez fornecia a artéria gastroepiplóica direita e a artéria pancreático-duodenal. Quanto aos aspectos microscópicos observamos a presença de quatro camadas: mucosa, submucosa, muscular e serosa e a presença de pregas da mucosa. Desta forma nesta oportunidade visamos contribuir para o estudo da anatomia comparativa, o que procuramos por vezes realizar neste trabalho, a fim também de oferecer subsídios indispensáveis em procedimentos clínico-cirúrgicos nesta espécie.
Título em inglês
Contribution to the study of stomach of black-tufted-ear-marmoset (Callithrix penicillata)
Palavras-chave em inglês
Callithrix penicillata
Histology
Stomach
Ultrastructure
Vascularization
Resumo em inglês
The Callithrix penicillata (black-tufted-ear-marmoset), have being used in some research and also kept both in zoos and pet. There are still many questions to be answered about their anatomy. Then to study the topography, the vascular pattern of irrigation and some biometric indices of the stomach, we used 10 animals and five other animals to microscopic studies. Both group of animals were studied in order to characterize the anatomy of the stomach and compare the variations between the sexes and possibly other species. To perform the vascular standard thoracic aorta was stained with injection of neoprene latex. Subsequently, we performed the dissection of the abdominal branches and in the case of the same biometric study was conducted using a digital caliper, tape measure and protractor. Procedures for both light microscopy with hematoxylin-eosin staining and Massons Trichrome as for scanning electron microscopy were perfomed. Based on our study we verified that the stomach was located medially from 9° to 12° ribs and biometric aspects reveal the primary standards body for this, not registering differences between males and females. The celiac artery arises as the first branch of the abdominal aorta, causing a higher prevalence (70%) from the trifurcation of the artery, originating the lienal artery, left gastric artery and the hepatic artery. Lienal artery accompanied the greater curvature of the stomach giving rise to the left gastroepiploic artery. The left gastric artery in its course follow and irrigate the region of the abdominal esophagus and cardia, originating new branches for that region. In its turn the hepatic artery originated the right gastric artery and gastroduodenal artery which gives rise to the right gastroepiploic artery and pancreatic-duodenal artery. In regards to the microscopic aspects we observed the presence of four layers: mucosa, submucosa, muscle and serosa and the presence of mucosal folds. Thus we aim to contribute to the study of comparative anatomy, in order to offer indispensable subsidies in clinical and surgical procedures in this specie.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2013-05-29
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.