• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.10.2012.tde-13062013-123740
Documento
Autor
Nome completo
Phelipe Oliveira Favaron
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2012
Orientador
Banca examinadora
Miglino, Maria Angélica (Presidente)
Barros, Maria Claudene
Mess, Andrea Maria
Oliveira, Moacir Franco de
Smith, Lawrence Charles
Título em português
Placentação em Necromys lasiurus (Rodentia, Cricetidae, Sigmodontinae): características da eritrofagocitose, transporte placentário, inversão e versatilidade vitelina
Palavras-chave em português
Células-tronco
Membranas fetais
Roedores
Saco vitelino
Resumo em português
Os roedores murídeos são melhor conhecidos em relação à placentação, porém descrições para outros grupos como os cricetídeos incluindo os "camundongos do Novo Mundo" ainda são escassos. Recentemente à placenta e as membranas fetais tem sido considerados fontes promissoras para a obtenção de células-tronco. Em particular, o saco vitelino é estruturalmente diverso e desempenha várias e importantes funções. Por essa razão, o objetivo deste trabalho foi descrever a placentação corioalantóidea e vitelina em Necromys lasiurus. Além de avaliar o potencial do saco vitelino como uma fonte de células-tronco mesenquimais. Para tanto, um total de 10 placentas variando de início ao final de gestação foram analisadas através de técnicas de histologia, imunohistoquímica e microscopia eletrônica, bem como através do cultivo e diferenciação celular, citometria de fluxo e imunocitoquímica. A placenta corioalantóidea discoidal era organizada em uma zona labiríntica, zona juncional e decidua. O labirinto era a região mais importante para as trocas materno-fetal. Próximo ao final da gestação ele apresentou uma barreira hemotricorial com espessura média de 2,41 µm. A zona juncional era composta por sincício e citotrofoblasto. Células trofoblásticas gigantes localizavamse entre a zona juncional e a decidua, assim como nas margens laterais da placenta. A morfologia do saco vitelino visceral invertido variou de acordo com a sua localização e relação com a placenta e o útero. Quando cultivadas, as células aderentes do saco vitelino formaram colônias fibroblastóide (92,13%) e expressaram marcadores de células-tronco mesenquimais e alguns para células precursoras de células-hematopoiéticas. As células apresentaram sucesso quanto às diferenciações osteogênica, adipogênica e condrogênica e não desenvolveram formação tumoral quando injetadas em camundongo nude. Com isso, essas células-tronco despontam como uma fonte terapêutica promissora para a terapia celular.
Título em inglês
Placentation in Necromys lasiurus (Rodentia, Cricetidae, Sigmodontinae): characteristics of the placental erytrophagocytosis, transport and yolk sac inversion and versatility
Palavras-chave em inglês
Fetal membranes
Rodents
Stem cells
Yolk sac
Resumo em inglês
Murine rodents are well investigated in regard to placentation, but data for other groups such as cricetids including New World mice or Sigmodontinae are sparse. Recently the placenta and fetal membranes are regarded to be promising sources for obtaining stem cells. In particular, the yolk sac is structurally diverse and shows important functions throughout gestation. For this reason, this study aims to describe the chorioallantoic and yolk sac placentation in Necromys lasiurus. In addition, the potential of the yolk sac as a source for mesenchymal stem cells that are not well studied so far will be evaluated. In total, 10 individuals from early gestation to near term were investigated by means of histology, immunohistochemistry and electron microscopy as well as cell culture and differentiation, flow citrometry and immunocytochemistry. The discoidal chorioallantoic placenta was organized in a labyrinth zone, junctional zone, and decidua. The labyrinth was most import for maternal-fetal exchange processes. It possessed a hemotrichorial barrier of about 2.41 µm thickness near term. The junctional zone included syncytial areas and cytotrophoblasts. Trophoblast giant cells were located between the junctional zone and decidua as well as in the lateral margins of the placenta. The morphology of the inverted visceral yolk sac varies according to its location and relationship with the placenta and uterus. When cultured, the adherent cells of the yolk sac formed fibroblastoid colonies (92.13%) and expressed mesenchymal stem cells markers, and some hematopoietic precursor cells markers. They showed successful osteogenic, adipogenic, and chondrogenic differentiation and did not develop tumors when transferred to nude mice. Thus, these cells resulted as stem cells with promising therapeutic values for cell therapy.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2013-10-18
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.