• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.10.2016.tde-09122015-122312
Documento
Autor
Nome completo
Ana Carolina Martins dos Santos
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2015
Orientador
Banca examinadora
Miglino, Maria Angélica (Presidente)
Barbeito, Claudio Gustavo
Nishiyama, Ana Claudia Oliveira Carreira
Título em português
Caracterização das células do epitélio coclear de fetos de cão
Palavras-chave em português
Células-tronco
Cóclea
Fetos de cão
Resumo em português
A maioria das perdas auditivas adquiridas ou congênitas decorre de dano ou perda das células ciliares da cóclea ou dos seus neurônios associados. A irreversibilidade da surdez em mamíferos ocorre devido à incapacidade de substituição das células perdidas, seja por divisão celular ou por regeneração de células endógenas no epitélio da orelha interna. Com isso o objetivo deste trabalho foi obtenção de linhagens de células progenitoras do epitélio coclear de fetos de cães com 40 dias de gestação, colaborando com futuras pesquisas relacionadas a trabalhos de tratamento para surdez neurossensorial. Foram utilizados oito fetos caninos com idade compreendidos a 40 dias de gestação, nos quais, foi realizada uma dissecação no crânio, expondo a cóclea para a retirada do epitélio coclear, visando sua analise morfológica, e obtenção de suas células. Para analise morfológica do tecido colear realizou-se as técnicas macroscópica, microscópica e de imunohistoquímica. As células obtidas da cóclea foram fotodocumentadas, e submetidas às analises de método colorimétrico MTT (3-(4,5-Dimethylthiazol-2-уl)-2,5-Diphenyltetrazolium Bromide), análise do ciclo celular, análise da imunofenotipagem e da diferenciação celular. Em cultivo as células apresentaram formato fibroblastóide. Na caracterização imunofenotipica apresentaram marcação positiva para marcadores de células-tronco mesenquimais e de pluripotência e marcação negativa para células hematopoiéticas. Apresentaram ainda a capacidade de diferenciação para linhagens celulares osteogênicas, adipogênicas e condrogênicas. Essas análises sugeriram resultados satisfatórios na obtenção, quantificação e caracterização dessas células, as quais foram adquiridas a partir de células do epitélio coclear de feto de cão, as quais poderão constituir fontes de células a serem utilizadas na terapia celular da espécie canina destinada ao tratamento de surdez causada por lesões ou danos do epitélio coclear
Título em inglês
Characterization of the cochlear epithelial cells dog fetuses
Palavras-chave em inglês
Cochlea
Dog fetuses
Stem cells
Resumo em inglês
Most acquired or congenital hearing loss results from damage or loss of hair cells of the cochlea or their associated neurons. The irreversibility of deafness in mammals is due to the lost cells replacement inability, either by cell division or by regeneration of endogenous cells in the epithelium of the inner ear. Therefore, the objective of this work was to increase knowledge about getting progenitor cell lines of the cochlear epithelium from dogs’ fetuses with 40 days of gestation, collaborating with future research related to treatment work for sensorineural deafness. Eight canine fetuses were used aged as mentioned above, in which, a dissection was performed in the skull, exposing the cochlea to the withdrawal of the cochlear epithelium, for their morphological analysis and cells obtainment. For morphological analysis of the cochlear tissue was held the macroscopic techniques, microscopy and immunohistochemistry. The cochlea cells obtained were photo documented and analyzed for the colorimetric method MTT ( 3- ( 4,5- dimethylthiazol -2- уl ) -2,5 - Diphenyltetrazolium Bromide), cell cycle analysis, immunophenotyping analysis and cell differentiation. In culture, the cells showed fibroblast format. In immunophenotype characterization, they presented positive staining for mesenchymal stem cell markers and pluripotency and negative marking for hematopoietic cells. They also exhibit the differentiation capacity for cell osteogenic lineages, adipogenic and chondrogenic. These analyzes suggested satisfactory results in obtainment, quantification and characterization of these cells, which were acquired from the dog fetal cells’ cochlear epithelium, which may be cells of fonts to be used in cellular therapy of canine species for the treatment of deafness caused by injury or damage to the cochlear epithelium
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2016-04-12
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.