• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Jéssica Borghesi
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2019
Orientador
Banca examinadora
Nishiyama, Ana Claudia Oliveira Carreira (Presidente)
Miglino, Maria Angélica
Portal, Juan Carlos Illera Del
Reis, Rui Manuel Vieira
Silvan, Gema
Título em português
Interação entre células tronco de membrana amniótica e tumor mamário canino in vitro
Palavras-chave em português
Câncer de mama canino
Células-tronco
Doxorrubicina
Membrana amniótica
Neoplasia
Resumo em português
Tumores nas glândulas mamárias caninas representam a neoplasia mais comum em cadelas. Este tipo de tumor em cadelas é muito semelhante quanto ao comportamento biológico, resposta a agentes citotóxicos e características histológicas comparadas aos tumores apresentados em humanos, mas sua taxa de incidência é três vezes maior que em mulheres. Em relação aos tratamentos, muitas vezes é necessária a utilização da quimioterapia para erradicar metástases, no entanto, a maioria dos tumores caninos é apenas moderadamente sensível à quimioterapia. Nesse contexto, o atual cenário favorece ensaios terapêuticos préclinicos e pesquisas voltadas para novos tratamentos anti-câncer. Nesse sentido, o uso de células-tronco amnióticas tem se destacado neste campo. Desta forma, caracterizamos células de membrana amniótica canina, onde verificamos que estas apresentavam expressão para marcadores de células mesenquimais. Além disso, apresentaram capacidade de diferenciação em linhagens osteogênica, adipogênica e condrogênica e, quando injetadas in vivo, não apresentaram potencial tumorigênico. Posteriormente, avaliamos a matriz extracelular de carcinomas mamários canino do tipo tubular e sólido. Verificamos que o carcinoma sólido apresentou maior grau de malignidade devido a suas características histológicas e com os componentes presentes em sua matriz extracelular. Por fim, avaliamos os efeitos do tratamento com doxorrubicina (DOXO) em associação com células-tronco de membrana amniótica canina (AMC) sobre células de carcinoma inflamatório mamário canino (IPC-366), e células de carcinoma sólido mamário canino (TCM). Para isso, quatro grupos experimentais foram analisados: grupo controle sem tratamento; grupo I com DOXO, grupo II com AMC e grupo III associação de DOXO com AMC. Verificamos que nas células IPC-366, o grupo associação de DOXO com AMC em células apresentou melhores resultados em relação à redução do crescimento celular e na expressão de proteínas relacionadas à proliferação e angiogênese. Já nas células TCM verificamos que o tratamento com células AMC, sendo ou não associada à DOXO, possui a capacidade de prender as células no ciclo celular na fase de repouso fazendo com que as mesmas apresentem redução em seu crescimento e proliferação celular.
Título em inglês
Interaction between stem cells from amniotic membrane and canine mammary tumor in vitro
Palavras-chave em inglês
Amniotic membrane
Canine breast cancer
Doxorubicin
Neoplasm
Stem cells
Resumo em inglês
The tumors on the canine mammary glands represent the most common neoplasm in bitches. This type of tumor in bitches responds to cytotoxic agents in a very similar biological way when compared to tumors presented in humans. Besides that, they have the same histological characteristics, but its incidence rate is three times higher in bitches than in women. Regarding treatments, chemotherapy is often required to eradicate metastases, however, most canine tumors are only moderately sensitive to chemotherapy. In this context, the current scenario favors pre-clinical therapeutic trials and research aimed at new anticancer treatments. In this sense, the use of amniotic stem cells has been outstanding in this field. So, we characterized canine amniotic membrane cells. At this characterization we verified that they had expression for markers of mesenchymal cells, and present differentiation capacity in osteogenic, adipogenic and chondrogenic lines. When injected in vivo, did not present tumorigenic potential. Subsequently, we evaluated the extracellular matrix of canine mammary carcinomas of the tubular and solid type. We verified that solid carcinoma showed a higher degree of malignancy due to its histological characteristics and the components present in its extracellular matrix. Finally, we evaluated the effects of doxorubicin treatment (DOXO) in combination with canine amniotic membrane (AMC) stem cells on canine mammary inflammatory carcinoma cells (IPC-366), and solid canine mammary carcinoma cells. For this, four experimental groups were analyzed: control group without treatment; group I with DOXO, group II with AMC and group III association of DOXO with AMC. We found that at the IPC-366 cells, the association group of DOXO with AMC in cells presented better results regarding to the reduction of cell growth and expression of proteins related to proliferation and angiogenesis. In the TCM cells, we found that treatment with AMC cells, whether associated with DOXO, can bind the cells in the cell cycle during the resting phase, promoting the cell growth decrease and proliferation.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-10-21
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.