• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.10.2019.tde-08042020-143111
Documento
Autor
Nome completo
Olivia Gonçalves de Almeida Leitão da Cunha
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2019
Orientador
Banca examinadora
Maria, Durvanei Augusto (Presidente)
Chavarria, Ivan Antonio González
Robles, Cristian Fabián Paz
Título em português
Estudo da segurança farmacológica e dose escalonada para o uso da fosfoetanolamina sintética em cães portadores de neoplasia
Palavras-chave em português
Dose escalonada
Fase I
Fosfoetanolamina sintética
Testes clínicos
Resumo em português
O desenvolvimento clínico de um novo medicamento pode influenciar seu destino, sendo uma abordagem cuidadosa e extremante complexa dos ensaios clínicos e suas diferentes fases. Os ensaios clínicos de Fase I em oncologia humana e veterinária são tipicamente estudos pequenos e sequenciais que incluem pacientes em estado geral hígidos, com perfil hematológico e metabólico satisfatório, com tumor em andamento, apesar da possibilidade de intervenções de terapias convencionais. O monofosfoéster lipídico (FO-S) é um aminoácido amino-etil fosfórico capaz de inibir a proliferação de várias linhagens celulares de tumor de diferentes espécies, sem qualquer efeito aparente nas células normais. É eficaz na redução da capacidade de síntese de DNA, bem como a inibição da proliferação celular por parada na fase G2/M do ciclo celular. Seu potencial efeito pró-apoptóticos, é decorrente do aumento da expressão da forma ativa da caspase-3. O objetivo deste estudo é estabelecer a dose de segurança recomendada de um novo éster lipídico monofosfoéster (FO-S) precursor lipídico, éster amino-etil fosfórico em cães portadores de neoplasias, seguindo o modelo de estudo de Fase I proposto por Fibonacci. O grau de segurança clínica da Fase I foi avaliado em cães com tumores tratados com FO-S em doses escalonadas de 30, 60, 100 e 150mg/kg, administrada por via intravenosa. O design dos ensaios de Fase I geralmente é dividido entre os métodos de escalonamento de dose baseados em regras e modelos e em especial a sua toxicidade. Nossos resultados demonstraram que a FO-S não é um medicamento que possua propriedades hemolíticas, ou seja, indutor de anemia ou provoque alterações nas funções hepática e renal. Foi capaz de modular as atividades de formação de leucócitos. É um novo composto com potencial antitumoral, sendo útil para futuras aplicações nas práticas oncológicas veterinárias e humanas, como uma droga combinada ou associada com outros protocolos quimioterápicos.
Título em inglês
Pharmacological safety and escalation dose study for the use of synthetic phosphoethanolamine in dogs with neoplasm
Palavras-chave em inglês
Clinical trials
Dose escalation
Phase I
Synthetic phosphoetanolamine
Resumo em inglês
The clinical development of a new drug may influence its destination, being a careful and extremely complex approach to clinical trials and their different phases. Phase I clinical trials in human and veterinary oncology are typically small, sequential studies that include healthy, healthy patients with satisfactory hematological and metabolic profile with ongoing tumor, despite the possibility of conventional therapy interventions. Lipid monophosphoester (FO-S) is an amino-ethyl phosphoric amino acid capable of inhibiting the proliferation of various tumor cell lines of different species without any apparent effect on normal cells. It is effective in reducing DNA synthesis capacity as well as inhibiting cell proliferation by arresting in the G2 / M phase of the cell cycle. Its potential pro-apoptotic effect is due to the increased expression of the active form of caspase-3. The aim of this study is to establish the recommended safety dose of a new lipid precursor monophosphoester lipid ester (FO-S), amino-ethyl phosphoric ester in dogs with neoplasms, following the phase-1 study model proposed by Fibonacci. Phase I clinical safety was evaluated in dogs with FO-S treated tumors at 30, 60, 100 and 150 mg/kg a dose administered intravenously. The design of Phase I trials is generally divided between the rule and model based dose escalation methods and in particular their toxicity. Our results showed that FO-S is not a drug that has hemolytic properties, induces anemia or causes changes in liver and kidney functions. It was able to modulate leukocyte formation activities. It is a new compound with antitumor potential and is useful for future applications in veterinary and human cancer practices, as a drug combined with or associated with other chemotherapeutic protocols.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2020-07-23
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.