• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.10.2013.tde-14022014-155022
Documento
Autor
Nome completo
Thiago Santin
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Pirassununga, 2013
Orientador
Banca examinadora
Madureira, Ed Hoffmann (Presidente)
Celeghini, Eneiva Carla Carvalho
Sá Filho, Manoel Francisco de
Título em português
Emprego de dispositivos vaginais de único uso (monodose) ou de três usos para liberação sustentada de progesterona em vacas de corte: testes in vitro, in vivo e de dinâmica folicular
Palavras-chave em português
3 usos
Dispositivo de P4
IATF
Monodose
Vacas de corte
Resumo em português
Este trabalho teve como objetivo comparar a eficiência de dois dispositivos intravaginais de progesterona (P4) comerciais constituídos de matriz de silicone, um contendo um grama (g) de progesterona (Cronipres® de 3usos, Biogénesis Bagó, Argentina) e outro contendo 0,558 g de P4 (Cronipres® Mono Dose M-24, Biogénesis Bagó, Argentina). O presente estudo foi dividido em três experimentos: O primeiro comparou a cinética de liberação de P4 (Teste in vitro). O segundo, avaliou as concentrações plasmáticas de P4 em vacas ovariectomizadas (Teste in vivo). No terceiro, vacas multíparas ciclícas passaram por um protocolo de sincronização da ovulação para IATF, onde foi avaliada a dinâmica folicular, desde a colocação do implante no D0, até o momento da inseminação (Dinâmica folicular). Nesse experimento as concentrações séricas de P4 foram dosadas nos dias 6, 7 e 8 do protocolo de IATF. No experimento In vitro supracitado, os dois dispositivos, foram alocados em duplicata, no dissolutor de comprimidos, o qual continha álcool e água na proporção de 60:40. Amostras foram colhidas nos seguintes momentos: 2min, 24, 48, 72, e 96 horas. As quantidades de P4 foram dosadas por Cromatografia Líquida de Alto Desempenho (HPLC). Para quantidade acumulada de P4, segundo dispositivo, em função do tempo, houve interação tempo*tratamento (P=0,0002). A quantidade de P4 diferiu entre os dois dispositivos testados e também em relação ao tempo (P<0.0001). Houve diferença estatísitica, nos tempos 2min, 72 e 96 horas. As equações que descrevem as quantidades liberadas são: dispositivos Cronipres® 3 usos Y= 62,396x + 175,70 (R2 = 0,99) Cronipres® Mono Dose Y= 53,314x + 127,7(R2=0,98). No experimento in vivo, 8 vacas ovariectomizadas foram divididas em dois grupos, metade recebeu o Cronipres® de 3 usos e a outra metade recebeu o Cronipres® Mono Dose durante 11 os dias de tratamento. Foram colhidas amostras nos tempos 0 (colocação do dispositivo ), 2, 4, 8, 12, 24, 48, 96, 144, 192, 216, 240 e 264 horas. Foram comparados os teores plasmáticos de P4, por espectrometria de massas no laboratório Thomson da Universidade de Campinas (UNICAMP). Houve efeito de tratamento e de tempo (p < 0,05), entretanto, não houve efeito de tempo (p > 0,05). No terceiro experimento, 20 vacas multíparas cíclicas foram submetidas a um protocolo de sincronização da ovulação. Os animais receberam 2 mg intramuscular (IM) de Benzoato de Estradiol . Metade do grupo (n=10) recebeu um dispositivo intravaginal de P4, Cronipres® 3 usos, e a outra metade (n=10) recebeu o Cronipres® Mono Dose M-24. No D8 procedeu-se a retirada do implante e aplicação IM de 150 g de D-cloprostenol . No D9, todos os animais receberam 1mg IM de Benzoato de estradiol . Foi realizado o escaneamento dos ovários por ultrassonografia a cada 24 horas, do momento da inserção do dispositivo até à retirada no D8. A partir da indução, todas as vacas tiveram seus ovários escaneados e mapeados a cada 12 horas, durante 4 dias. Coletas de sangue foram efetuadas nos dias seis, sete e oito do protocolo para comparar as concentrações plasmáticas de P4 antes da retirada do dispositivo. Foram avaliadas as variáveis, início da nova onda de crescimento folicular, diâmetro do folículo préovulatório (de forma retrospectiva) e momento da ovulação pelo teste qui quadrado. Os dados de ovulação, foram submetidos à análise de regressão logística, pelo PROC MIXED e os dados de desenvolvimento folicular, pelo PROC LOGISTIC (SAS, versão 9.3). Não houve diferença no início da nova onda de crescimento folicular, diâmetro do folículo pré-ovulatório e taxa de ovulação (P>0,05). Houve uma tendência de antecipação da ovulação (P=0.06), das vacas do grupo cronipres Mono Dose, uma vaca desse grupo antecipou a ovulação em cerca de 36 h.Mesmo apressentando diferenças estatísticas nos testes in vítro e in vivo, os animais tratados com dispositivo de 0,558 gramas apresentaram padrão de desenvolvimento folicular semelhante ao grupo tratado com o dispositivo de 1g.
Título em inglês
Use of single-use vaginal devices (single dose) or three uses for sustained release of progesterone in beef cows: in vitro tests, in vivo and follicular dynamics
Palavras-chave em inglês
3 uses
AIFT
Beef cows
P4 device
Single dose
Resumo em inglês
This study aimed to compare the efficiency of two commercial intravaginal progesterone (P4) devices consisting of silicone matrix, containing 1 gram (g) of progesterone (Cronipres of 3uses ®, Biogenesis Bagó, Argentina) and another containing 0.558 g P4 (Cronipres ® Mono Dose M-24, Biogenesis Bagó, Argentina). This study was divided into three experiments: The first compared the kinetics of release of P4 (in vitro test). The second evaluated the plasma concentrations of P4 in ovariectomized cows (in vivo test). In the third, multiparous cyclical cows passed a complete protocol where TAI was evaluated follicular dynamics, since the placement of the implant in D0, until the time of insemination (follicular dynamics) and serum concentrations of P4 before removing devices (follicular dynamics). In vitro experiment above, the two devices were placed in triplicate in dissolver of tablets, which contained alcohol and water in the ratio of 60:40. Samples were collected at the following times: 2min, 24, 48, 72, and 96 hours. The amounts of P4 were measured by High Performance Liquid Chromatography (HPLC). To cumulative amount of P4, the second device as a function of time, treatment time * significant interaction (P = 0.0002). The amount of P4 differed between the two implants Cronipres ® and also in relation to time (P <0.0001). There were differences in the times 1, 4, 5. The equations that describe the quantities released are Cronipres device 3 uses ® Y - = 175.70 + 62.396 x (R2 = 0.99) Cronipres Dose ® Mono Y = 53.314 x + 127.7 (R2 = 0.98). In the in vivo experiment, 8 ovariectomized cows were divided into two groups, half received Cronipres ® 3 uses the other half received the Cronipres ® Mono Dose for 11 treatment days. Samples were collected at 0 (implant placement), 2, 4, 8, 12, 24, 48, 96, 144, 192, 216, 240, 264 hours. We compared the plasma levels of P4, mass spectrometry laboratory Thomson of the University of Campinas (UNICAMP). No effect was observed treatment and animal (p> 0.05) however there was only time effect (p <0.05). In the third experiment, 20 multiparous cows and cyclic undergone a complete protocol for fixed-time artificial insemination (TAI). In D0 treatment, all animals received 2 mg intramuscular (IM) of estradiol benzoate (Cronibest ® - Biogenesis-Tobago, Argentina). Half of the group (n = 10) received an intravaginal P4 device, Cronipres ® 3 uses, and the other half (n = 10) received the Cronipres ® Mono Dose M-24. In D8 proceeded to implant removal and application of IM 150 mg of D-cloprostenol (Croniben ®, Biogenesis-Bagó, Argentina). On Day 9, all animals received 1 mg IM. of estradiol benzoate (Cronibest ® Biogenesis-Bagó, Argentina). Was performed by ultrasound scanning of the ovaries every 24 hours from time of insertion of the implant to the withdrawal D8. From induction, all cows had their ovaries scanned and mapped every 12 hours for 4 days. Blood samples were taken on days six, seven and eight protocol to compare the plasma concentrations of P4 before removing the device. The variables, early new wave of follicular growth, diameter of the preovulatory follicle (retrospectively), ovulation rate and time of ovulation. Ovulation data were analyzed by logistic regression using PROC LOGISTIC and follicular development data, using PROC MIXED (SAS, version 9.3). The ovulation rate was 80% for both groups (P> 0.05). There was a tendency to anticipate ovulation (P = 0:07), cows in group B. A cow's ovulation group B anticipated for about 36 h. There was no difference in estatístisca dominant follicle diameter at the time of TAI, on the emergence of a new wave and pre ovulatory follicle size (p> 0.05).
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2014-09-22
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.