• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Livre Docencia
DOI
10.11606/T.8.2018.tde-05122018-172218
Documento
Autor
Nome completo
Alfredo Pereira de Queiroz Filho
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Banca examinadora
Ribeiro, Wagner Costa (Presidente)
Anjos, Rafael Sanzio Araujo dos
Castellar, Sonia Maria Vanzella
Fonseca Junior, Edvaldo Simões da
Simielli, Maria Elena Ramos
Título em português
Análise espacial: abordagem do mapeamento bibliométrico
Palavras-chave em português
Análise espacial
Artigo científico
Mapeamento bibliométrico
Resumo em português
A análise espacial é considerada uma das decorrências da revolução quantitativa da geografia da década de 1950. Para alguns autores, ela recuperou uma antiga tradição da geografia grega clássica, a abordagem da superfície terrestre, o geos de Ptolomeu e de Varenius. No entanto, seu desenvolvimento foi acompanhado de inúmeras críticas, que contribuíram para expandir a dicotomia quantitativo/qualitativo na discussão metodológica na geografia. Esta pesquisa analisa os artigos científicos, extraídos da Coleção Principal da Web of Science, que utilizaram a análise espacial (AE). Realiza um mapeamento bibliométrico da produção científica que contém AE nos respectivos títulos, resumos ou palavras chave, desde o período associado à revolução quantitativa até o atual (1950-2017). Os resultados indicaram que o crescimento anual da publicação de artigos relacionados à análise espacial foi de 11,74%. A partir de 1990, esse aumento apresentou comportamento exponencial. Essa ampliação foi muito superior à taxa geral de crescimento dos artigos e mostrou a expansão do uso da análise espacial em inúmeras áreas de pesquisa. Os dados confirmaram que as áreas de pesquisa Environmental Sciences (9,14%), Ecology (6,02%) e Public Environmental Occupational Health (5,96%) publicaram mais artigos do que Geography (5,34%). Constatou-se também uma grande relevância dos aspectos metodológicos da análise espacial. A cocitação de autores e de artigos e a coocorrência de palavras destacaram esse aspecto. O número de citações e o acoplamento bibliográfico das revistas, artigos e autores corroboraram o ranking de áreas de pesquisa mais produtivas.
Título em inglês
Spatial analysis: bibliometric mapping approach
Palavras-chave em inglês
Bibliometric mapping
Scientific paper
Spatial analysis
Resumo em inglês
Spatial analysis is considered one of the consequences of the quantitative revolution of the geography of the 1950s. For some authors, it recovered an ancient tradition of classical Greek geography, the approach to the Earth's surface, the geos of Ptolemy and Varenius. However, its development was accompanied by numerous criticisms, which contributed to expand the quantitative / qualitative dichotomy in the methodological discussion in geography. This research analyzes the scientific papers, extracted from the Core Collection of Web of Science, that used the spatial analysis (AE). It performs a bibliometric mapping of the scientific production that contains AE in the respective titles, abstracts or keywords, from the period associated to the quantitative revolution to the present (1950-2017). The results indicated that the annual growth of the publication of papers related to spatial analysis was 11.74%. From 1990, this increase showed an exponential behavior. This increase was much higher than the general growth rate of the papers and showed the expansion of the use of spatial analysis in many research areas. The data confirmed that the research areas Environmental Sciences (9.14%), Ecology (6.02%) and Public Environmental & Occupational Health (5.96%) published more articles than Geography (5.34%). A great relevance of the methodological aspects of the spatial analysis was also verified. The cocitacion of authors, papers and the coocurrence of words emphasized this aspect. The number of citations and the bibliographic coupling of the journals, papers and authors corroborated the ranking of more productive research areas.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-12-11
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.