• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Livre Docencia
DOI
10.11606/T.7.2012.tde-05092012-145456
Documento
Autor
Nome completo
Ruth Natalia Teresa Turrini
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2012
Banca examinadora
Graziano, Kazuko Uchikawa (Presidente)
Bianchi, Estela Regina Ferraz
Ceolim, Maria Filomena
Freitas, Maria Isabel Pedreira de
Galvao, Cristina Maria
Título em português
ENSINO DE ENFERMAGEM EM CENTRO CIRÚRGICO NOS CURSOS DE BACHARELADO EM ENFERMAGEM DO BRASIL
Palavras-chave em português
Bacharelado
Currículo de ensino superior
Enfermagem perioperatória
Ensino superior
Resumo em português
As mudanças curriculares têm alterado o foco de atenção do ensino do indivíduo para a coletividade e nesta abordagem conteúdos, como o de centro cirúrgico, tendem a ser excluídos dos currículos de graduação em enfermagem. A presente investigação tem por finalidade conhecer como é oferecido o conteúdo de centro cirúrgico no país e verificar qual a opinião dos professores ou coordenadores dos cursos de enfermagem sobre sua importância na formação do enfermeiro. Método. Estudo descritivo e exploratório de abordagem quanti-qualitativa que utilizou instrumento com perguntas fechadas e abertas, que teve algumas modificações após o pré-teste. Por meio de contato eletrônico com as instituições de ensino superior, a partir de relação obtida no site do Ministério da Educação tentou-se obter o contato dos coordenadores dos cursos de bacharelado em enfermagem, para envio do questionário por e-mail com convite para participação na pesquisa. Para a análise dos dados utilizaram-se freqüências relativas e absolutas, medidas de tendência central e variabilidade, teste de proporções, teste de diferença de médias para as variáveis quantitativas e análise de conteúdo para as variáveis qualitativas. Resultados. Dos contatos realizados houve retorno de 29,8% (251) com 159 (19,8%) questionários respondidos. A porcentagem de escolas participantes foi semelhante entre as regiões, exceção a região nordeste que foi inferior; 32,0% localizavam-se em capitais; 76,7% de gestão privada; carga horária do curso variou 3.500 a 5.850h; 44,0% duração de dez semestres. Quanto a presença do conteúdo na grade curricular, apenas um dos respondentes não oferece o conteúdo. A média da carga horária total do curso foi de 94,7h (DP±80h); média da carga horária teórica 56,1h (DP±29,9h); média da carga horária prática 42,3h (DP±33,2h); 67,3% têm uma disciplina específica de centro cirúrgico. Nas disciplinas específicas a carga horária teórica é maior que a prática e também maior em relação ao grupo que possui o conteúdo inserido em outras disciplinas. As denominações das disciplinas onde se insere o conteúdo de centro cirúrgico foram muito variadas e em alguns cursos o conteúdo está disperso em duas ou três disciplinas. O conteúdo administrado envolve as técnicas usuais em centro cirúrgico e a sistematização da assistência perioperatória. Os conteúdos menos administrados forma instrumentação cirúrgica, cirurgia ambulatorial e avanços tecnológicos (cerca de 50%). Número de docentes responsáveis pelo conteúdo variou de 1 a 6, com média de 2,5 (DP± 2,2). Quanto a opinião sobre a importância do conteúdo na formação profissional: é essencial para a formação do enfermeiro generalista pois há demanda no mercado e poucos enfermeiros com curso de especialização na área, agrega conhecimentos de outras disciplinas (interdisciplinaridade); é transversal a outros conteúdos da ciência da enfermagem; permite ao aluno identificar o papel do enfermeiro de entro cirúrgico. Respondentes desejariam maior carga horária, pois o conteúdo é denso. Conclusões. É indiscutível a importância do conteúdo de centro cirúrgico na formação do enfermeiro, é preciso traçar diretrizes para carga horária mínima tanto teórica quanto prática e definir qual o conteúdo básico para a formação do enfermeiro generalista.
Título em inglês
Perioperative nursing education in the Nursing Baccalaureate Programs in Brazil
Palavras-chave em inglês
Baccalaureate
Education
Higher education nursing
Nursing curriculum
Perioperative nursing
Resumo em inglês
Changes in curricula have altered the focus of education from individuals to the community and in this process some discipline as perioperative nursing are at risk of disappearing from the curriculum programs. The aim of this investigation it is to identify the way perioperative nursing has been taught in Brazil Nursing Colleges and to verify the opinion of professors about the importance of operating room contents to the undergraduate students. Methods. Descriptive and exploratory study with a quantitative and qualitative approach that used an instrument with open and closed questions. After pretesting, the questionnaire was sent by e-mail to the Nursing Colleges in Brazil with an invitation to participate in the study. The list of the schools was obtained from the site of the Education Ministry. Quantitative data were analyzed by relative and absolute frequencies, measures of central tendency and variability, proportion test, Mann Whitney or Kruskall Wallis tests and content analysis to the qualitative data. Results. It was received 251 (29.8%) answers from the e-mail contact, but only 19.8% (159) fulfilled the questionnaire. The proportion of schools participating in the study was similar between Brazilian regions, except in northeast were there was fewer participation; 32.0% of the schools were located in capital cities; 76,7% were private schools; hour course ranged from 3.500 to 5.850h; 44.0% of the courses were 10 semesters long. Only one answered that the school don’t offer a perioperative course. The mean hour of the total perioperative course was 94.7h (DP±80h); the mean hour of clinical practice was 42.3h (DP±33.2h) and theory has a mean of 56.1h (DP±29.9h); 67.3% has a perioperative nursing course in the curriculum program and the others have this content inside other courses. In perioperative course the hour theory is higher than the practice hour. Comparing to the situation when the content is offered inside an other discipline the perioperative courses have higher hour practices. These other disciplines have different names, and in some cases the content is spread inside two or three disciplines. The program contains the usual techniques of operating room practice and the nursing process. The issues less taught were surgical instrumentation, ambulatory surgery and technology advances (about 50.0%). The number of professors involved with the course ranged from 1 to 6, a mean of 2.5 (DP± 2.2). Opinions about the importance of perioperative nursing to the future nurses were: the content is essential to generalist nurses because hospitals need nurses to working in operating theaters and there are few specialists; it is a interdisciplinary content; it is transversal to others nursing contents; allow students to identify the role of the perioperative nurses. Professors claim for more hours to the course because there are a lot of content. Conclusions. There is no doubt about the importance of perioperative nursing contents in curriculum programs to prepare the students to the possibility of working in an operating theater. It is need recommendations about the ideal hour theory and hour clinical practice to the perioperative nursing courses and to define which is the ideal content of perioperative nursing to be included in curricula.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2012-09-27
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.