• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Livre Docencia
DOI
10.11606/T.5.2006.tde-11042006-150342
Documento
Autor
Nome completo
Marta Heloisa Lopes
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2005
Banca examinadora
Yasuda, Maria Aparecida Shikanai (Presidente)
Figueiredo, Luiz Tadeu Moraes
Oselka, Gabriel Wolf
Pedro, Rogério de Jesus
Pignatari, Antonio Carlos Campos
Título em português
Análise da inserção de um Centro de Referência para Imunobiológicos Especiais em hospital universitário: aspectos assistenciais, de ensino e pesquisa.
Palavras-chave em português
Assistência Ambulatorial
Centros de Informação
Hospedeiro Imunocomprometido
Hospitais de Ensino
Programas de Imunizações
Vacinação
Resumo em português
As tentativas de proteger os indivíduos contra as doenças por meio de vacinação são muito antigas, e precedem os modernos conceitos da imunologia. A partir da segunda metade do século XIX, desenvolveram-se os conceitos de virulência e atenuação dos agentes etiológicos, e foram feitas tentativas de prevenir uma doença infecciosa por outros meios, que não pela sua transmissão natural. O século XX assistiu ao desenvolvimento e uso em grande escala de várias vacinas. Avalia-se que o impacto da vacinação na saúde mundial foi extraordinariamente grande, tendo levado à redução da mortalidade e contribuído para o crescimento da população. .A Organização Mundial da Saúde e a Organização Pan Americana de Saúde têm exercido importante papel no controle de doenças por meio da vacinação. No Brasil, o Programa Nacional de Imunizações (PNI), do Ministério da Saúde, criado em 1973, alcançou grande êxito nos últimos 30 anos. Na época atual em que os avanços tecnológicos propiciam o aparecimento de produtos vacinais de alta complexidade, o desafio que se impõe é que tais produtos possam ser administrados a extensas camadas da população. A ampliação do uso dos imunógenos envolve a perspectiva de que os conhecimentos disponíveis devem estar ao alcance de todos os profissionais da saúde, para que os procedimentos de imunização sejam corretamente indicados para toda a população. Esta perspectiva inclui não só a vacinação na infância como a de adultos em geral e, em particular, de idosos, de imunodeprimidos e de indivíduos com doenças de base que condicionam o uso de imunógenos específicos. Na tentativa de ampliar o acesso aos imunógenos disponíveis, o Programa Nacional de Imunizações estabeleceu, a partir de 1993, um programa de suprimento de imunobiológicos especiais, para grupos específicos da população. Este programa foi instalado nos Centros de Referência para Imunobiológicos Especiais (CRIEs), atualmente espalhados por todos os estados da federação. O Centro de Referência para Imunobiológicos Especiais (CRIE) do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, instalado em dezembro de 1993, foi o piloto desse programa no Estado de São Paulo. A proposta inicial de localizar os CRIEs em centros médicos universitários que concentram a demanda de pacientes, vinculava estes locais ao ensino das práticas de imunização, considerado prioritário na formação médica. Esta tese discute a importância e a pertinência da inserção de um Centro de Referência para Imunobiológicos Especiais em um hospital de ensino, e relata o trabalho desenvolvido pela autora, como coordenadora deste Centro, desde sua implantação em 1993. Descreve e analisa a intensa atividade assistencial desenvolvida ao longo de 11 anos de existência, as atividades de ensino e, particularmente, as investigações científicas. Atuando não só como CRIE, mas também como centro de vacinação geral, o número de imunógenos dispensados passou de 13.587, no primeiro ano de funcionamento, em 1994, para 34.580 em 2004. Foram implantados e implementados programas de vacinação para estudantes e profissionais de saúde, viajantes, acidentados com material biológico, pacientes com internação hospitalar prolongada, e grupos específicos de pacientes, tais como transplantados, hemofílicos, portadores do vírus da imunodeficiência adquirida e outros. Foram, entretanto, as atividades de ensino e os trabalhos de investigação científica que melhor traduziram a ação do CRIE HC SP, o qual se mostrou um espaço propício não só para cursos e para orientação de alunos, tanto de graduação quanto de pós-graduação, mas também para o desenvolvimento de projetos de pesquisa. São apresentadas as investigações conduzidas pela autora, no CRIE HC SP e publicadas em revistas científicas. Destacam-se, particularmente, a vacinação de profissionais de saúde acidentados com material biológico, a vacinação de idosos, a vacinação contra varicela em crianças transplantadas renais, e a vacinação em pacientes com infecção pelo vírus da imunodeficiência humana ou com Aids. Conclui-se, a partir desta experiência conduzida pela autora, que os Centros de Referência para Imunobiológicos Especiais, além das atividades assistenciais, podem ser um importante instrumento de ensino e pesquisa, servindo como pólo de produção e disseminação de conhecimentos.
Título em inglês
Analysis of the insertion of a reference Center Special Immunobiologics at an university hospital: health care, teaching and research aspects.
Palavras-chave em inglês
Immunization Programes
Immunocompromised Host
Information Centers
Teachine Hospital
Vaccination
Resumo em inglês
Attempts to protect individuals from diseases through vaccination remount to ancient times and precede the modern immunology.s concepts. From the second half of the 19th century on, concepts such as virulence and etiological agents. attenuation have emerged, and attempts were made to prevent diseases by other means than the natural transmission. The 20th century has seen the development and use in large scale of many vaccines. It is evaluated that the impact of vaccination on worldwide health was extraordinarily high, leading to mortality reduction and contributing to population.s growth.T he World Health Organization and the Pan American Health Organization have been playing a major role in the control of vaccine preventable diseases. In Brazil, the National Program of Vaccination (Programa Nacional de Imunizações - PNI), created by the Health Ministry, in 1973, has reached great success in the last 30 years. Nowadays, with technological advances allowing the appearance of high complexity vaccine products, the challenge faced is to make these products available to extended segments of the population. The expansion in the use of immunogens involves the perspective that current knowledge should be within all health professionals reach, in order to assure that immunization procedures are adequately indicated to all population. This perspective includes not only childhood vaccination but also for adults in general and, particularly, elders, immunossupressed patients and individuals with other diseases that require the use of specific immunogens. In an attempt to expand the access to available immunogens, the PNI established, since 1993, a program to supply special immunobiologics to specific groups of the population. This program has been installed in Reference Centers for Special Immunobiologics (Centros de Referência para Imunobiológicos Especiais . CRIEs), now spread throughout all the federation states. The Reference Center of the Hospital das Clínicas, University of São Paulo School of Medicine, installed in December of 1993, was the pilot for the program in the state of São Paulo. The initial proposal of placing the CRIEs in university medical centers, which concentrate patients. demand, linked these places to the teaching of immunization practices, considered of vital importance in medical formation. This thesis discusses the importance and pertinence of the insertion of a Reference Center for Special Immunobiologics (CRIE) in a teaching hospital, and reports the author.s work, as the coordinator of the center, since its implantation in 1993. It is here described and analyzed the author.s intense health care activities throughout the 11 years of existence of the center, as well as her teaching and, particularly, her scientific investigation activities. Functioning not only as a CRIE but also as a general vaccination center, the number of immunogens delivered by the center rose from 13,587 in 1994, its first functioning year, to 34,580 in 2004. Vaccination programs have been implanted and implemented aiming students and health professionals; travelers; individuals injured by biological materials; patients with prolonged hospital stay; specific groups of patients such as transplanted, hemophiliac, HIV positives and others. However, the teaching activities and the scientific investigation works better illustrated the action of the CRIE HC SP, which revealed to be an adequate place not only to offer courses and to coach students, both from graduation and postgraduation levels, but also to the development of research projects. The thesis presents the investigations conducted in the CRIE HC SP and published in scientific journals, with special attention to vaccination of health professionals injured by biological material, to elders. vaccination, to vaccination against varicella in kidney transplanted children and to vaccination in patients with human immunodeficiency virus infection or with acquired immunodeficiency syndrome (Aids). From the experience led by the author, it is concluded that the CRIEs may be an important tool of teaching and research, serving as a center of knowledge production and dissemination.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
MartaHLopesLDocencia.pdf (380.39 Kbytes)
Data de Publicação
2006-04-11
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.