• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Livre Docencia
DOI
10.11606/T.48.2011.tde-12092011-152740
Documento
Autor
Nome completo
Carlota Josefina Malta Cardozo dos Reis Boto
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2011
Banca examinadora
Florenzano, Modesto (Presidente)
Lajonquiere, Leandro de
Lauand, Luiz Jean
Nogueira, Marco Aurélio
Souza, Maria das Gracas de
Título em português
Instrução pública e projeto civilizador: o século XVIII como intérprete da ciência, da infância e da escola
Palavras-chave em português
Condorcet
Educação
Iluminismo
Pombal
Ribeiro Sanches
Rousseau
Verney
Resumo em português
Este trabalho tem por objetivo identificar alguns aspectos que constituíram a dimensão pedagógica do movimento iluminista. Para tanto, mobiliza o conceito de intelectuais, buscando aplicá-lo ao grupo-geração de letrados que vivenciou as transformações ocorridas em meados do século XVIII. Nesse sentido, alguns autores portugueses cujos pensamentos foram considerados matriz das reformas pombalinas serão aqui revisitados: Dom Luís da Cunha, António Nunes Ribeiro Sanches e Luís António Verney. Relativamente ao século XVIII português, procurar-se-á também refletir sobre a dimensão pedagógica da reforma dos estudos maiores levada a cabo na Universidade de Coimbra, em 1772, por ordem de Sebastião José de Carvalho e Melo - Marquês de Pombal. Se, nesse primeiro capítulo, o conceito de ciência será o eixo central, o segundo capítulo abarcará a reflexão rousseauniana sobre a infância e sua intersecção com a interpretação histórica e social de seu autor. Consolidava-se, com a obra rousseauniana, uma nova acepção de criança, que determinaria as representações e mentalidades coletivas das gerações dos dois séculos subsequentes, pois compreender o Iluminismo requereria também indagar sobre os significados de seu olhar para as gerações mais jovens. Finalmente, no terceiro capítulo, procurar-se-á desenvolver uma abordagem comparativa entre a filosofia de história e o plano de educação de Condorcet, que inspirou o relatório apresentado pela Comissão de Instrução Pública da Assembleia Legislativa da França revolucionária, em 1792. A hipótese desse terceiro capítulo é a de que houve um desdobramento da perspectiva de uma história evolutiva e teleológica para uma proposta de organização da instrução pública à luz de crença em progressivo futuro de Luzes a serem, progressivamente, percorridas por etapas sequenciais umas às outras. Sob tal perspectiva, essa rede escolar constituiria o alicerce de uma sociedade compreendida como livre, democrática e tendente à igualdade do ponto de vista das oportunidades. A intersecção entre os três ensaios virá pelo entrelaçamento da reflexão acerca dos intelectuais das Luzes com sua tríplice conquista: uma nova perspectiva perante a ciência, um conceito próprio de infância e um projeto específico de escolarização. Esse tripé seria, para a época, o requisito da construção da sociedade moderna.
Título em inglês
Public instruction and civilizing project: the eighteenth century as interpreter of science for children and school
Palavras-chave em inglês
Condorcet
Education
Enlightenment
Pombal
Ribeiro Sanches
Rousseau
Verney
Resumo em inglês
This study aims at identifying some aspects that formed pedagogical dimension of the Enlightenment. For this purpose, it is mobilized the intellectual people‟s concept, seeking to apply it to the generation groups of literate who experienced changes occurring in the mid eighteenth century. In this regard, some Portuguese writers whose thoughts were considered matrix of Pombal‟s reforms will be revisited in here: Dom Luís da Cunha, António Nunes Ribeiro Sanches, and Luís António Verney. Relative to Portuguese eighteenth century, it will also aim at reflecting on reform‟s pedagogical dimension of larger studies conducted at Universidade de Coimbra, in 1772, by order of Sebastião José de Carvalho e Melo – Marquis of Pombal. If in this first chapter the concept of science is the central axis, the second chapter will cover Rousseaunian thought about childhood, and its intersection with its author‟s historical and social interpretation. With Rousseaunian work a new sense of children was consolidated, and it would determine representations and collective mentalities of subsequent two-century generations, in view of the fact that understanding the Enlightenment also requires inquiring about meanings of its gaze for the youngest generations. Finally, in the third chapter, it is going to develop a comparative approach between history philosophy and education plan proposed to Legislative Assembly of revolutionary France in 1792 by Marie Jean Antoine Nicolas Caritat – Marquis of Condorcet. The third-chapter hypothesis is there was an unfolding of perspective of an evolutionary and teleological history for a proposed organization of public education in light of belief in progressive future of Lights is gradually covered to each subsequent step. From this perspective, this school system would be the foundation of society understood as a free and democratic one, and tending to equality of opportunities. Three-assay intersection will come by the intertwining of reflection on the Enlightenment intellectuals with its triple achievement: a new perspective towards science, a concept of a childhood, and a specific schooling project. This tripod would be the requirement of modern society construction for that time.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
teseBotoCarlotaLD.pdf (2.66 Mbytes)
Data de Publicação
2011-12-07
 
AVISO: O material descrito abaixo refere-se a trabalhos decorrentes desta tese ou dissertação. O conteúdo desses trabalhos é de inteira responsabilidade do autor da tese ou dissertação.
  • BOTO, Carlota. A dimensão iluminista da reforma pombalina dos estudos : das primeiras letras à universidade. Revista Brasileira de Educação [online], 2010, vol. 15, n. 44, p. 282-299. [acesso ]. Disponível em : <http://www.scielo.br/pdf/rbedu/v15n44/v15n44a06.pdf>
  • BOTO, Carlota. A invenção do Emílio como conjectura : opção metodológica da escrita de Rousseau. Educação e pesquisa [online], 2010, vol. 36, n. 1, p. 207-225. [acesso ]. Disponível em : <http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1517-97022010000100002&script=sci_arttext>
  • BOTO, Carlota. Traição dos intelectuais : um tema nosso contemporâneo [doi:10.11606/issn.2316-9036.v0i80p161-171]. Revista USP [online], 2009, n. 80, p. 161-171.
  • BOTO, Carlota. O curso de Medicina da Universidade pombalina: ciência e pedagogia no Iluminismo português. In FONSECA, Thaís Nivia de Lima e. As Reformas Pombalinas no Brasil. Organizador. 1 ed.. Belo Horizonte : Fapemig/Mazza Edições, 2011. p. 11-48.
  • BOTO, Carlota. Pombalismo e escola de Estado na história da educação brasileira. In SAVIANI, Dermeval. Pombalismo e escola de Estado na história da educação brasileira. Organizador. 1 ed.. Vitória : EDUFES - Editora da Universidade Federal do Espírito Santo, 2011. p. 107-152.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.