• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Livre Docencia
DOI
10.11606/T.25.2015.tde-12112015-142759
Documento
Autor
Nome completo
Carla Andreotti Damante
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Bauru, 2015
Banca examinadora
Greghi, Sebastiao Luiz Aguiar (Presidente)
Buzalaf, Marilia Afonso Rabelo
Marques, Marcia Martins
Romito, Giuseppe Alexandre
Sallum, Enilson Antônio
Título em português
Desenvolvimento e testes in vitro de um novo corante para terapia fotodinâmica em Periodontia
Palavras-chave em português
Bactérias
Desmineralização
Técnicas de cultura de células
Terapia fotodinâmica
Resumo em português
A terapia fotodinâmica antimicrobiana (Antimicrobial Photodynamic Therapy - aPDT) tem sido utilizada em Periodontia para redução bacteriana de bolsas periodontais na forma de tratamento adjuvante da raspagem e alisamento radicular. Seu efeito em cirurgias periodontais é pouco estudado. Pesquisas recentes têm procurado descobrir novos fotossensibilizadores para aumento da efetividade dessa terapia. O objetivo do presente estudo foi testar in vitro um novo corante à base de corantes fenotiazínicos para uso em aPDT, quanto à sua biocompatibilidade e efetividade em eliminar bactérias. Foram realizados testes para avaliar a desmineralização e desgaste causados pelo corante em esmalte e dentina bovinos, bem como o tempo de aplicação ideal para se conseguir efeitos semelhantes ao ácido cítrico; comportamento óptico dos novos corantes em relação aos corantes convencionais; teste de biocompatibilidade de fragmentos de raiz humana, tratados pelo corante, em culturas de fibroblastos gengivais humanos; efetividade dos novos corantes sozinhos ou associados ao laser na eliminação de S. aureus e E. coli. Nos experimentos de desmineralização e biocompatibilidade foi utilizado um laser vermelho (660nm, 30mW, 45J/cm2, 30s) e nos experimentos com bactérias laser vermelho (660nm, 100mW, 45J/cm2, 12s). As análises estatísticas foram realizadas com testes paramétricos e não paramétricos (p<0,05). Os resultados mostraram que o novo corante promoveu desmineralização em esmalte (perda de dureza 55,5% e desgaste 10,33μm) e dentina (perda de dureza 65,9% e desgaste 8,37μm) bovinos de forma semelhante ao ácido cítrico, sendo 180s, o tempo mais adequado. Nos ensaios ópticos, observou-se que o novo corante à base de azul de toluidina (NCTBO) reduziu a banda de absorção para 575nm e teve uma fotodegradação mais rápida, enquanto que à base de azul de metileno (NCMB) o pico manteve-se em 660nm com fotodegradação lenta. O crescimento de fibroblastos gengivais humanos sobre superfícies de raiz humanas foi semelhante ao de fragmentos tratados por corante convencional (3,07 x 2,6 células em 72h). O NCTBO quando utilizado sozinho, reduziu E. coli e S. aureus em 59,6% e 54,6% respectivamente. Quando associado ao laser, a redução de E. coli foi de 52,6%. O NCMB associado ao laser reduziu ambas as bactérias em 100%. Concluiu-se que o novo corante promove desmineralização dentária, é biocompatível e eficaz na eliminação de bactérias.
Título em inglês
Development and in vitro tests of a new dye for photodynamic therapy in Periodontics
Palavras-chave em inglês
Bacteria
Cell culture techniques
Demineralization
Photochemotherapy
Resumo em inglês
The antimicrobial photodynamic therapy (aPDT) is used in Periodontics for reduction of bacteria in periodontal pockets as an adjuvant treatment to scaling and root planning. Recent researches aim at finding new photosensitizers in order to improve its effectiveness. The aim of this study was to test in vitro the biocompatibility and efficiency of eliminating bacteria of a new phenothiazine-based dye for aPDT in Periodontics. The following tests were performed: magnitude of demineralization and wear in bovine dentin and enamel fragments; the ideal time of application to obtain results similar to citric acid conditioning; optic behavior of new dye compared to conventional dyes; biocompatibility of human root fragments treated by the new dye in human gingival fibroblasts culture; effectiveness of the new dye in elimination of S. aureus and E. coli. In the experiments of demineralization and biocompatibility a red laser (660nm, 30mW, 45J/cm2, 30s) was applied, while in the microbiology experiments the parameters were changed (660nm, 100mW, 45J/cm2, 12s). The statistical analysis were done with parametric and non-parametric tests (p<0.05). The results showed that the new dye promoted demineralization in bovine enamel (surface hardness loss 55.5% and wear 10.33μm) and dentin (surface hardness loss 65.9% and wear 8.37μm). The demineralization was similar to citric acid and the ideal time of application was 180s. The optic tests showed that the toluidine blue-based new dye (TBOND) diminished the absorption band to 575nm and had a faster photodegradation. The methylene blue-based new dye (MBND) maintained a peak of absorption in 660nm and had a slower photodegradation. Growth of human gingival fibroblasts onto human root surfaces was similar to those treated with regular dyes (3.07 x 2.6 cells after 72h). The TBOND when used alone, reduced E. coli and S. aureus in 59.6% e 54.6%, respectively. When associated to laser, the reduction of E. coli was 52.6%. The MBND associated to laser reduced both bacteria in 100%. In conclusion, the new dye promoted dental demineralization was biocompatible and efficient on eliminating bacteria.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-11-26
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.