• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Livre Docencia
Documento
Autor
Nome completo
Nildes Raimunda Pitombo Leite
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Banca examinadora
Dutra, Joel Souza (Presidente)
Costa, Luciano Venelli
Heloani, José Roberto Montes
Nogueira, Arnaldo Jose Franca Mazzei
Oliva, Eduardo de Camargo
Título em português
A facilitação do processo de ensino-aprendizagem na interface gestão de pessoas/comportamento organizacional.
Palavras-chave em português
Comportamento organizacional.
Princípios da facilitação de aprendizagem
Princípios de aprendizagem
Processo de ensino-aprendizagem,Interface gestão de pessoas
Resumo em português
Há muitos anos que pretendo aprofundar-me na visão de que professor e aluno podem atuar como co-protagonistas do processo de ensino-aprendizagem e, com essa atuação, gerar oportunidades de aprendizagem significativa e empoderadora desse aluno e sinérgica entre esse aluno e esse professor. Foi assim que escolhi adentrar pelos princípios defendidos por Rogers (1977), como princípios de aprendizagem e princípios da facilitação de aprendizagem para cuidar do objetivo de investigar o processo de ensino-aprendizagem na interface gestão de pessoas / comportamento organizacional, duas disciplinas integrantes da grade do curso de Administração de uma universidade pública brasileira. Entendendo que esses princípios estão ancorados na abordagem de ensino centrada no aluno, julguei necessário tecer algumas considerações a respeito dessa abordagem, assim como sobre o processo de ensinoaprendizagem. Outros autores foram contemplados ao longo da fundamentação teórica desta tese, como forma de levantar alguns estudos sistematizados entre os anos 1950 e os anos 2000. Contudo, o foco teórico para a coleta e análise dos dados recaiu essencialmente nos estudos de Rogers (1961, 1964, 1969, 1977, 1977a, 1977b, 1980, 1983 e 1989; Rogers e Freiberg, 1994), envolvendo os elementos da aprendizagem significativa, da aprendizagem socialmente útil e da aprendizagem auto-iniciada. Compreendo que esses elementos, por sua vez, estão permeados por três outras ideias contidas nessas obras aqui estudadas: abordagem centrada na pessoa, liberdade para aprender e abordagem de ensino centrada no aluno. Por sua vez, a abordagem metodológica que escolhi para desenvolver esta tese foi a qualitativa e dividi a pesquisa em duas etapas. A primeira contemplou uma survey de experiência, envolvendo 445 alunos, assim distribuídos: 236 alunos – totalizando 6 turmas ao longo de seis semestres, da disciplina gestão de pessoas; e, 209 alunos – também totalizando 6 turmas ao longo de seis semestres, da disciplina comportamento organizacional. Elegi, a priori, duas categorias de análise da primeira etapa: 1) princípios de aprendizagem; 2) princípios da facilitação de aprendizagem. A segunda etapa, concomitantemente desenvolvida ao longo de seis semestres, foi constituída por entrevistas breves com dois representantes de cada turma, escolhidos aleatoriamente, em cada disciplina. Os respondentes dessa segunda etapa totalizaram 24 alunos na junção de ambas as xii disciplinas, com a finalidade de analisar as percepções desses representantes acerca da abordagem de ensino centrada no aluno. Em paralelo às duas etapas registrei observações do processo de ensino-aprendizagem desses alunos, ao longo desses seis semestres, também contempladas para a coleta e análise dos dados. Os resultados discutidos indicaram-me, subjacentemente, que esta pesquisa cumpriu os seus papeis de reabrir e prosseguir com uma agenda de pesquisa relevante para indicar rumos complementares aos estudos sobre processos de ensino-aprendizagem, adentrando pela aprendizagem e pela facilitação dessa aprendizagem, pois os alunos que fizeram parte desta pesquisa me mostraram que, há espaço para a abordagem de ensino centrada no aluno, com rigor e leveza simultâneos, espaço esse propício ao entendimento de cada princípio aqui estudado, tomado um a um como base para a revitalização do processo de ensino-aprendizagem.
Título em inglês
The facilitation of the learning-through-teaching process in the people in the people management/organizational behavior interface.
Palavras-chave em inglês
Learning facilitation principles
Learning principles
Learning-through-teaching process
People management/organizational behavior interface.
Resumo em inglês
It’s been many years that I’ve been intending to approach more deeply the premise which holds that both teachers and students can be lead figures in the process of learning through teaching – and the other way around – thus providing the student with the opportunity to experience learning in meaningful, empowering and also synergistic ways, regarding the teacher as well. That’s why I chose to take on the principles raised by Rogers (1977), such as learning principles and learning facilitation principles, to accomplish the goal of investigating how the process of learning-through-teaching occurs at the interface between ‘people management’ and ‘organizational behavior’, these of which comprise the themes of discussion in two academic disciplines of an Administration course at a given public university in Brazil. Acknowledging that the aforementioned principles are based on conceptual views that regards teaching as a student-centered effort, I deemed necessary to address the issue alongside the learning-throughteaching process itself. Other authors were mentioned throughout the making of this dissertation, as a way of bringing up some studies in the field that took place between the decades of 1950 and 2000. However, the theoretic focus during the gathering and analysis of the data was almost solely based on Rogers’s work (1961, 1964, 1969, 1977, 1977a, 1977b, 1980, 1983 and 1989; Rogers and Freiberg, 1994), touching on the elements of meaningful learning, socially useful learning and self-initiated learning. I also understand that these elements are surrounded by three other main concepts presented in the works that I looked into – person-centered approach, freedom to learn and student-centered learning approach. The frameworks that structure the body of this dissertation are qualitative in nature and the research was split in two parts. The first one consisted of an experience survey involving 445 students, organized in the following manner: 236 students in six different classes of a ‘people management’ course, during six semesters; 209 students in six different classes of a ‘organizational behavior’ course, also during six semesters. Aprioristically, I settled with two analytic categories to interpret the first part – learning principles and learning facilitation principles. The second part, simultaneously developed during six months, comprised brief interviews with two representative students picked randomly from each inquired class of each xiv the two disciplines. The respondents to this second-half part were 24 students in total, as I aimed to analyze their perceptions regarding the student-centered teaching approach. Parallel to both parts, I’ve registered observations on the learning-through-teaching process of these students throughout the six semesters, which also contributed to the gathering and analysis of the research data. I believe the results discussed point out, underlyingly, that this work achieved its goal to re-open and push towards a relevant research agenda that might indicate alternative ways for the studies of learning-through-teaching processes, as the students who were a part in this endeavor showed me that there’s room for a student-centered teaching approach, with both rigor and tenderness, wherewith it becomes possible to understand every one of the principles that appear here as fundamentals to revitalizing the learning-through-teaching process and its premises.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-09-20
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.