• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.99.2017.tde-29032017-091914
Documento
Autor
Nome completo
Alline Martins Rodrigues Santos
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Goto, Hiro (Presidente)
Alonso, Diego Peres
Starobinas, Nancy
Título em português
Efeito das lipoproteínas plasmáticas no parasitismo de células monocíticas humanas infectadas com Leishmania (Leishmania) infantum
Palavras-chave em português
Arginina
Fator de crescimento Insulin-like I
Leishmania infantum
Lipoproteínas
Macrófagos
Resumo em português
Leishmaniose visceral (LV) é uma doença causada pelo protozoário Leishmania (Leishmania) infantum nas Américas que acomete células do sistema fagocítico mononuclear. Na doença ativa, ocorre redução nos níveis de lipoproteínas de alta densidade (HDL) e aumento nos níveis de colesterol total e triglicérides, sendo que a progressão da doença pode estar relacionada com essas alterações no nível de lipoproteínas. Desta forma, neste trabalho avaliamos: o efeito das lipoproteínas de muita baixa densidade (VLDL) e HDL no parasitismo de células de linhagem monocítica humana (THP-1) por L. (L.) infantum, a atividade da arginase e a expressão do mRNA do fator de crescimento insulina símile-I ("insulin-like growth factor-I" = IGF-I) e seu receptor ("insulin-like growth factor-I receptor" = IGF-IR). Células THP-1 foram infectadas por 6 h com promastigotas de L. (L.) infantum, na presença de 0,5% de soro com baixa concentração lipídica (infranadante) e na presença ou ausência das frações lipoprotéicas em diferentes concentrações. As células foram lavadas e mantidas depois em meio de cultura acrescido com infranadante por 24, 48 e 72 h. Quando as frações de VLDL e HDL foram adicionadas separadamente durante a incubação inicial o parasitismo aumentou em relação ao controle. Quando as frações de VLDL e HDL foram adicionadas concomitantemente houve diminuição do parasitismo em relação ao controle, mas aumento inesperado da atividade da arginase, nos períodos de 24 e 48 h. A expressão do mRNA de IGF-I e IGF-IR mostrou uma diminuição nas células infectadas na presença e ausência das frações em relação às células não infectadas. Os resultados obtidos sugerem um papel importante de VLDL e HDL na infecção de células THP-1 por L. (L.) infantum.
Título em inglês
Effect of plasma lipoproteins on the parasitism of human monocytic cells infected with Leishmania (Leishmania) infantum
Palavras-chave em inglês
Arginine
Insulin-like growth factor-I
Leishmania infantum
Lipoproteins
Macrophages
Resumo em inglês
Visceral leishmaniasis (VL) is a disease caused by the protozoan Leishmania (Leishmania) infantum in Americas that affects cells of the mononuclear phagocytic system. During active disease reduction in high density lipoprotein (HDL) and increase in total cholesterol and triglyceride levels are observed. Thus in this study we evaluated the effect of very low density lipoprotein (VLDL) and HDL on the parasitism of cells of human monocytic line (THP-1) by L. (L.) infantum, the arginase activity and insulin-like growth factor-I (IGF-I) and insulin-like growth factor-I receptor (IGF-IR) mRNA expressions. THP-1 cells were infected for 6 h with L. (L.) infantum promastigotes in the presence of 0.5% low lipid concentration serum (infranatant) in the presence or absence of lipoprotein fractions at different concentrations. The cells were washed and then maintained in medium with infranatant for 24, 48 and 72 h. When VLDL and HDL were added separately the parasitism increased when compared with the control. When VLDL and HDL were added concomitantly the parasitism decreased in relation to the control but with unexpected increase in arginase activity. The evaluation of IGF-I and IGF-IR mRNA expression showed a decrease in the cells infected in the presence and absence of the fractions comparing with the uninfected cells. The results suggest an important effect of VLDL and HDL in the infection of THP-1 cells by L. (L.) infantum.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
AllineCorrigida.pdf (1.22 Mbytes)
Data de Publicação
2017-03-30
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.