• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.99.2014.tde-03082015-103315
Documento
Autor
Nome completo
Adriele Souza Fontes
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2014
Orientador
Banca examinadora
Casseb, Jorge Simão do Rosário (Presidente)
Luna, Expedito José de Albuquerque
Silva, Bosco Christiano Maciel da
Título em português
Resposta específica aos antígenos da vacina anti-HPV em homens infectados pelo HIV-1
Palavras-chave em português
HIV
HPV
Resposta vacinal
Resumo em português
Introdução: A infecção pelo Papiloma Virus Humano (HPV) vem sendo reportada como uma das doenças sexualmente transmissíveis com maior incidência na atualidade, porém a sua prevalência não é bem esclarecida em homens, principalmente devido a baixa presença de sintomas. Além disso, poucos estudos foram realizados nesta população até o momento para verificar a resposta imune pós-vacinação. As hipóteses testadas serão fundamentais para aprofundar o conhecimento da imunopatogênese, da resposta vacinal em pacientes infectados pelo HIV e colaborar no desenho e estratégias de vacinação anti-HPV na população infectada pelo HIV Objetivos: Analisar a resposta específica aos antígenos da vacina anti-HPV em homens infectados pelo HIV. Métodos: Um total de 24 pacientes infectados pelo HIV que preencheram os critérios de inclusão durante o período de coleta foram vacinados pela vacina anti-HPV bivalente em três doses nos períodos: zero, dois e seis meses. Os grupos foram divididos em: Grupo Controle (Cinco indivíduos sadios, com sorologia negativa para HIV); Grupo A (Nove pacientes com CD4 <500 celulas mm³); Grupo B (10 pacientes com CD4 >=500 celulas mm³). Foram realizados ELISA para a detecção de anticorpos Anti-HPV nos momentos pré e pós-vacinação nos grupos estudados; posteriormente realizamos nos mesmos o ensaio de cultura celular para detecção de citocinas (IFN?, IL17, TNF, IL6 e IL10) pela técnica de CBA . Resultados: Obtivemos soroconversão da primeira dose da vacina para o grupo A 55,6%, grupo B 30%, grupo controle 60%; na segunda dose obtivemos para o grupo A 88,8%, grupo B 80%, grupo controle 80%, e por final a terceira dose no grupo A 88,8%, grupo B 90%, grupo controle 100%. A citocina IL 6 (perfil TH2) demonstrou níveis mais elevados, comparados entre os grupos A, B e grupo controle (p<0.001). A partir da 3° dose da vacinação observamos baixos níveis de INF-? (perfil TH1) A e B (p<0.0006). O grupo controle apresentou produção de INF- ? quando comparado com grupos A e B (p<0.001). Conclusão: Os pacientes soropositivos e grupo controle foram respondedores a vacinação anti-HPV. Foi demonstrada uma elevada produção das citocinas entre os grupos sugerindo uma imunomodulação do grupo HIV+. Esse trabalho apresenta informações relevantes que estimulam a realização de novos estudos nessa população, avaliações de reações cruzada da vacina que pode resultar em proteção a outros tipos de HPV não presentes na vacina, além de analisar por mais tempo as titulações no soro desses pacientes. Os dados do nosso estudo podem corroborar para a vacinação nessa população, diminuindo assim o risco de uma infecção, mortalidade e morbidade das doenças causadas pelo HPV em homens.
Título em inglês
Specific response to antigens of the anti-HPV vaccine in men infected with HIV-1
Palavras-chave em inglês
HIV
HPV
Vaccine response
Resumo em inglês
Introduction: Infection with Human Papilloma Virus (HPV) has been reported as one of the sexually transmitted diseases with a higher incidence nowadys, but its prevalence must be clarified in men, mainly due to low presence of symptoms. Moreover, few studies have been performed in this population until now to verify the immune response post-vaccination. The hypothesis here suggested will be the key for better understanding of the immunopathogenesis, the vaccine´s response in HIV-infected patients and collaborate in the design and strategies of vaccination against HPV in HIV-infected population. Objectives: Analyze the specific response to antigens of HPV vaccine in HIV-infected men. Methods: A total of 24 HIV-infected patients who were in accordance with the inclusion criteria during the data collection period were vaccinated with anti-HPV bivalent vaccine in three period doses: zero, two and six months. The groups were distributed in: Control group (five healthy subjects with negative serology against HIV); Group A (nine subjects with CD4 <500 cells/mm³; Group B (10 subjects with CD4 >500 cells/mm³). ELISA was performed to detect the level of antibodies anti-HPV before and after vaccination in the studied cohort. Postenarly, cells of these groups were submitted in culture to verify citokynes production (IFN?, IL17, TNF, IL6 and IL10) using CBA methodology. Results: We obtained seroconversion after the first dose of anti-HPV vaccine: control group 60%, group A 55,6% and group B 30%. In the second dose: control group 80%, group A 88,8% and Group B 80%. And at last, the third dose: Control Group 100%, Group A 88,8% and group B 90%. IL 6 citokyne (TH2 response) was detected in higher level when compared Control, A and B groups (p<0.001). IFN? citokyne (TH1 response) was detect in low level only after the third dose of vaccination, showing relevance between A and B groups (p<0.0006). Additionally, higher IFN? production was detected when compared the control with A and B groups (p<0.001). Conclusion: HIV patients and controls (HIV-) were responders to anti-HPV vaccination. It was clear that an elevated cytokine production was detected between groups, suggesting immunomodulation of HIV + group. This work suggests relevant information that challenge: new studies in this population, verification of cross-reactions of the vaccine resulting in protection of other HPV types not present in this vaccine, and analyze for longer period the titers of anti-HPV antibodies in these patients. All together, our data can corroborate for vaccination in this population, thus decreasing the risk of infection, mortality and morbidity of the disease caused by HPV in men.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-08-03
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.