• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
Documento
Autor
Nome completo
André Machado da Silva
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2018
Orientador
Banca examinadora
Lima, Fabiano Guasti (Presidente)
Gaio, Luiz Eduardo
Favero, Luiz Paulo Lopes
Nakamura, Wilson Toshiro
Savoia, Jose Roberto Ferreira
Sousa, Almir Ferreira de
Título em português
A influência das heurísticas e vieses nos relatórios de recomendações dos analistas financeiros: um estudo sobre as narrativas dos analistas e a possível reação do mercado acionário
Palavras-chave em português
Análise de discurso
Finanças Comportamentais
Modelos Financeiros
Relatórios de Analistas
Sell-Side Analysts
Resumo em português
Analistas do mercado financeiro (conhecidos como sell-side analysts, mas aqui designados apenas como analistas) são importantes intermediários da informação contábil/financeira. Seus relatórios são amplamente disponíveis e utilizados por investidores institucionais e não profissionais. É sabido que os analistas possuem conflitos de interesse e sofrem pressões quando processam as informações financeiras e escrevem seus relatórios de recomendações. Como consequência, analistas costumam escrever relatórios extensos e com um tom e recomendação muito otimistas. Assim, existe uma extensa literatura que examina o detalhe e o tom nos relatórios dos analistas. É sabido também que, em face a esse cenário, o investidor "ajusta" a recomendação do analista e utilizado de outros dados, além do relatório do analista, para tomar a decisão de investir, como o tamanho da empresa. Porém, um campo pouco explorado diz respeito às heurísticas e vieses que o analista está propenso a ter. Assim, pouco se sabe em que extensão tais atributos cognitivos influenciam o processo de escrita do analista, bem como a reação do mercado acionário. Por conta dessa incerteza, acadêmicos usualmente atribuem o processo de escrita do analista como sendo uma "caixa-preta" (BARKER, 1999b; BROWN, CALL, et al., 2015) e o uso do tamanho da empresa como fator de decisão de investimento como firm size effect (SHEFRIN, 2002). O objetivo principal desta tese é entender se as heurísticas e vieses influenciam o processo de escrita do analista. Também procura aqui determinar se esses mesmos atributos, inseridos nos relatórios dos analistas, funcionam como um gatilho, fazendo o investidor negociar. Como objetivo secundário, espera-se verificar se o efeito tamanho da empresa contribui na decisão do investidor negociar ações dentro de uma janela curta de 3 dias (D-1, D 0, D+1). Logo, esta tese visa contribuir para a rica literatura que trata sobre o papel dos analistas no mercado acionário, no entanto, também espera-se dar um passo adiante ao analisar o papel das heurísticas e vieses na escrita do analista. Como expectativa final, espera-se incentivar novas pesquisas que envolvam processos de julgamento dos analistas e das finanças comportamentais. Para tanto, esta tese procura responder a seguinte questão: Qual é o grau de influência das heurísticas e vieses no detalhe e no tom do relatório do analista e como o mercado acionário reage a tais atributos qualitativos? Esta tese espera também atender ao chamado de Schipper (1991) e Brown (1993) no que diz respeito a mais pesquisas que explorem os atributos qualitativos do relatório do analista. A metodologia que será aplicada aqui será o mixed-methods, em que serão coletados dados qualitativos dos relatórios dos analista e interpretados com análises quantitativas. A análise qualitativa envolverá análise de discurso com o uso de dicionários de termos amplamente utilizados na academia. A análise quantitativa envolverá, além de regressões simples e multivariadas, a aplicação da correlação canônica para analisar como as variáveis qualitativas interagem entre si. A base de dados a ser utilizada será os relatórios completos dos analistas que foram classificados como "melhores" analistas pela revista Institutional Investor Magazine por 3 anos consecutivos. Para alcançar esses objetivos, foram coletados 4.593 relatórios completos e analisados mais de 47 mil páginas de relatórios publicados entre os anos de 2012 a 2016. Como achados, descobriu-se que as heurísticas e vieses exercem uma influência positiva (na ordem de grandeza de 64,8%) na forma como o analista escreve, especialmente no que diz respeito ao detalhe. Também notou-se que tais relatórios explicam parte da negociação das ações no período, medida pelo volume negociado numa janela de 3 dias da data de publicação do relatório (D-1, D 0, D+1). Como achado final, foi demonstrado que tais atributos qualitativos isolados funcionam como um gatilho, fazendo o investidor negociar. Quando incluído o tamanho da empresa na análise notou-se um ponto interessante, essa variável, em conjunto com os achados das heurísticas e vieses, demonstra que o investidor não negocia rapidamente.
Título em inglês
The influence of heuristics and biases on financial analyst recommendations reports: an analysts narrative study and the possible stock market reaction
Palavras-chave em inglês
Analysts' report
Behavioural Finance
Content analysis
Sell-side analysts
Valuation models
Resumo em inglês
Financial market analysts (known as sell-side analysts, but here designated only as analysts) are important intermediaries of accounting / financial information. Its reports are widely available and used by institutional and non-professional investors. Analysts are known to have conflicts of interest and are pressured when they process financial information and write their recommendations reports. As a consequence, analysts often write lengthy reports with a very optimistic tone and recommendation. Thus, there is extensive literature that examines detail and tone in analysts' reports. It is also known that, in the face of this scenario, the investor "adjusts" the analyst's recommendation and used other data, in addition to the analyst's report, to make the decision to invest, such as the size of the company. However, an unexplored field concerns the heuristics and biases the analyst is likely to have. Thus, little is known to what extent such cognitive attributes influence the analyst's writing process as well as the stock market reaction. Because of this uncertainty, scholars usually attribute the analyst's writing process as a "black box" (Barker, 1999b; Brown, Call, et al., 2015) and the use of firm size as an investment decision factor as firm size effect (SHEFRIN, 2002). The main objective of this thesis is to understand if the heuristics and biases influence the writing process of the analyst. It also seeks to determine if these same attributes, inserted in analysts' reports, act as a trigger, causing the investor to negotiate. As a secondary objective, it is expected to verify whether the size effect of the firm contributes to the investor's decision to trade stocks within a 3-day window (D-1, D 0, D + 1). Therefore, this thesis aims to contribute to the rich literature that deals with the role of analysts in the stock market, however, it is also expected to take a step forward by analysing the role of heuristics and bias in analyst writing. As a final expectation, it is hoped to encourage further research that involves judgments of analysts and behavioural finance. To that end, this thesis tries to answer the following question: What is the degree of influence of heuristics and biases on the detail and tone of the analyst's report and how does the stock market respond to such qualitative attributes? This thesis also hopes to meet the call of Schipper (1991) and Brown (1993) for more research exploring the qualitative attributes of the analyst's report. The methodology that will be applied here will be the mixed-methods, in which qualitative data will be collected from the analyst reports and interpreted with quantitative analyses. Qualitative analysis will involve discourse analysis with the use of term dictionaries widely used in academia. The quantitative analysis will involve, besides simple and multivariate regressions, the application of canonical correlation to analyse how the qualitative variables interact with each other. The database to be used will be the full analyst reports that have been ranked "best" analysts by Institutional Investor Magazine for 3 consecutive years. To achieve these objectives, 4,593 complete reports were collected, and almost 48,000 pages of reports published between the years 2012 to 2016 were collected. As a result, heuristics and biases were found to exert a positive influence (in the order of magnitude of 64,8%) in the way the analyst writes, especially with regard to detail. It was also noted that such reports explain part of the trading of the shares in the period, measured by the volume traded in a 3 days window from the date of publication of the report (D-1, D 0, D + 1). As a final finding, it has been demonstrated that such isolated qualitative attributes act as a trigger, causing the investor to negotiate. When we included the size of the company in the analysis we noticed an interesting point, this variable, together with the heuristic and bias findings, demonstrated that investors do not trade quickly, they prefer to wait before to start trading.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-04-15
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.