• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.96.2018.tde-30102018-101347
Documento
Autor
Nome completo
Roseane Grossi Silva
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2018
Orientador
Banca examinadora
Martinelli, Dante Pinheiro (Presidente)
Betanho, Cristiane
Júnior, Valdir Machado Valadão
Passador, João Luiz
Schlindwein, Sandro Luis
Ventura, Carla Aparecida Arena
Título em português
Arranjos produtivos locais e impactos no desenvolvimento local: inter-relações entre as dimensões ambiental, cultural, econômica, espacial, institucional, política e social, em arranjos situados no Sudeste e Centro-Oeste brasileiro
Palavras-chave em português
Análise multidisciplinar ; Arranjos produtivos locais ; Desenvolvimento local
Resumo em português
As aglomerações de empresas têm despertado o interesse de pesquisadores e formuladores de políticas, dadas as suas particularidades, em comparação com os negócios que não se localizam em aglomerações, pois têm havido desempenhos satisfatórios que são obtidos pelas empresas participantes das aglomerações, e desenvolvimento nas localidades em que os aglomerados se instalam. O desenvolvimento local é contribuinte da melhoria da qualidade de vida das regiões, a partir do impacto que é gerado em várias dimensões, quais sejam: espacial, cultural, política, institucional, social, econômica e ambiental. O Arranjo Produtivo Local (APL) é um tipo de aglomerado empresarial que se constitui em um sistema formador de ações coletivas e resultados promissores para determinada região. Assim, é um agente para o desenvolvimento dessa localidade, dada sua capacidade de impactar as dimensões do desenvolvimento local por meio de ações potencializadoras e/ou inibidoras. A proposta deste estudo foi estudar quais, e como, fatores presentes em três arranjos produtivos locais, situados nas regiões Sudeste e Centro-Oeste do Brasil, contribuem ou inibem o desenvolvimento local das regiões em que estão inseridos, a partir das inter-relações entre as dimensões ambiental, cultural, econômica, espacial, institucional, política e social. Os objetivos específicos foram: i) identificar os atores, as dimensões e os fatores presentes nos arranjos produtivos locais, considerando a possível interferência no desenvolvimento local; ii) alocar os fatores conforme as categorias de análise; iii) entender o conjunto dos fatores, das relações e das interações, presentes entre os atores/agentes e as dimensões do desenvolvimento local; iv) compreender os fatores que contribuem para o desenvolvimento local; v) compreender os fatores que inibem o desenvolvimento local. A pesquisa foi de natureza aplicada, abordagem qualitativa e descritiva. A estratégia utilizada para alcançar o objetivo proposto foi o estudo multicasos. As técnicas de coleta de dados foram: entrevistas, observação não participante e análise documental. Para interpretação dos dados foi utilizada a análise de conteúdo a partir das categorias, aspectos: ambientais, culturais, econômicos, espaciais, institucionais, políticos e sociais. Os resultados apontaram que houve desenvolvimento local nos três arranjos estudados, porém com diferenças de impacto entre os fatores formadores de cada dimensão, assim como entre a contribuição de cada dimensão ao desenvolvimento local. Vários fatores apresentaram tanto potencializar quanto inibir o desenvolvimento. Verificou-se que o fator Cooperação, Coletividade é chave para as práticas de desenvolvimento, assim como a dimensão institucional, por ser coordenadora e disseminadora potencial de ações para esse fim. A dimensão econômica ainda é a que mais motiva as ações e estratégias dos arranjos, e a dimensão ambiental tem tido menor motivação, o que tem comprometido, e muito, o desenvolvimento das regiões analisadas. É necessário contemplar visão de maior envolvimento e transformação cultural entre os agentes/atores dos locais. Como sugestões práticas, as políticas (públicas e privadas) devem considerar aspectos imprescindíveis ao desenvolvimento local, quais sejam: a formação da autonomia do arranjo; a flexibilidade quanto as fronteiras espaciais para definição de variados problemas e variadas soluções; a perspectiva de longo prazo; a inovação e o profissionalismo, por uma visão ampla, além da dimensão financeira.
Título em inglês
Clusters and impacts on local development: interrelations between the dimensions - environmental, cultural, economic, spatial, institutional, political and social in arrangements located in the Brazilian Southeast and Center-West
Palavras-chave em inglês
Clusters ; Local development ; Multidisciplinary analysis
Resumo em inglês
The agglomerations of companies attracted the interest of researchers and policymakers, given their particularities, compared to companies not located in agglomerations, because occurred satisfactory performances by the companies participating in the agglomerations, and development in the localities where the agglomerates settle. The local development contributes to the improvement of the quality of life of the regions, by the impact generated in several dimensions, such as: spatial, cultural, political, institutional, social, economic and environmental. The cluster is a type of industrial agglomerated composed of a system of collective actions and promising results for a given region. Thus, it is an agent for the development of this locality, given its capacity to affect the dimensions of local development through actions that contribute to or inhibit in this development. The research was the purpose of studying which, and how, factors present in three clusters, situated in the Southeast and Center-West regions of Brazil, contribute or inhibit the local development of the regions in which they belong, based on the interrelations between the dimensions: environmental, cultural, economic, spatial, institutional, political and social. The specific objectives were: i) identify the actors, dimensions, and factors present in the clusters, considering the possible interference in local development; ii) allocate the factors according to the categories of analysis; iii) understand the set of factors, relationships and interactions, present between the actors/agents and the dimensions of local development; iv) understand the factors that contribute to local development; v) understand the factors that inhibit local development. The research considered a study of an applied nature, qualitative approach and descriptive. The strategy used to reach the proposed goal was the multi-case study. The techniques of data collection were interviews, non-participant observation, and documentary analysis. For the interpretation of the data, was used the content analysis according to the categories, aspects: environmental, cultural, economic, spatial, institutional, political and social. The results showed that there was local development in the three arrangements studied, but with differences of impact between the factors forming each dimension, as well as between the contribution of each dimension to local development. Several factors have both potentialized and inhibited development. The factor Cooperation, Collectivity was indicated as fundamental for the development practices, as well as the institutional dimension, for having a potential coordinator and disseminator of actions for this purpose. The economic dimension is still the one that most motivates the actions and strategies in the arrangements, and the environmental dimension has less motivation, which has greatly committed the development of the analyzed regions. It is necessary to contemplate a vision of greater involvement and cultural transformation among the agents/actors from locals. As practical suggestions, the policies (public and private) should consider aspects essential to local development, such as: the formation of the autonomy of the arrangement; the flexibility of spatial frontier to define varied problems and solutions; the long-term perspective; the innovation and the professionalism, for a broad vision, beyond the financial dimension.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-11-19
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.