• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.96.2012.tde-21122012-111004
Documento
Autor
Nome completo
Rossimar Laura Oliveira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2012
Orientador
Banca examinadora
Matias, Alberto Borges (Presidente)
Oliveira, Sonia Valle Walter Borges de
Vicente, Ernesto Fernando Rodrigues
Título em português
Gestão de fraudes financeiras externas em bancos
Palavras-chave em português
Bancos
Fraude Financeira
Gestão de Fraude
Prevenção e Detecção de Fraudes
Resumo em português
Segundo relatório da auditoria KPMG, 69% das empresas admitiram ser vítimas de algum tipo de fraude. Em 2010, no setor bancário foram perdidos aproximadamente R$ 1,5 bilhões devido às fraudes financeiras cometidas em clientes considerando apenas as fraudes documentais e as perdas com fraudes bancárias eletrônicas superaram os 900 milhões neste mesmo ano. Os tipos de fraudes cometidas foram diversos, dentre eles a fraude durante a abertura de contas, cheques clonados, falsificação de documentos, alterações de códigos de barras e clonagem de cartões. A fraude é um problema frequente nas organizações e bastante discutido no mercado, porém verificou-se a existência de uma lacuna teórica quando se trata de gestão da fraude externa. O objetivo do trabalho foi a estruturação de um quadro conceitual para a Gestão da Fraude Financeira e a sua comparação com a prática.Este é um estudo qualitativo exploratório e foi realizado por meio da análise baseada na Teoria Fundamentada definindo categorias a partir da literatura disponível e a sua comparação com entrevistas feitas em um banco de varejo brasileiro e uma associação de instituições financeiras, além dos artigos jornalísticos. Com relação à utilização dos resultados esta é uma pesquisa aplicada já que seu resultado pode, além de contribuir para a discussão teórica, ser aplicada em qualquer organização interessada em gerir a fraude financeira. Os resultados da elaboração do quadro conceitual mostram que a gestão da fraude financeira externa tem quatro fases: a Contínua, a Prevenção, Detecção e a Reação e as categorias definidas estão inseridas nelas. Quanto à comparação da teoria com a prática, nem todos os aspectos verificados na literatura puderam ser encontrados nos relatos das entrevistas e nos artigos jornalísticos analisados.
Título em inglês
External Financial Fraud Management in Banks
Palavras-chave em inglês
Banks
Fraud
Fraud Management
Prevention and Fraud Detection
Resumo em inglês
According to KPMG audit report, 69% of companies admitted being victims of some kind of fraud. In 2010, the banking sector have lost approximately R$ 1.5 billion due to financial fraud perpetrated on customers considering only documentary fraud and the electronic banking fraud losses exceeded R$ 900 million in the same year. The types of fraud were many, including fraud during account opening, cloned checks, forgery, alteration barcode and card cloning. Fraud is a common problem in organizations and widely discussed in the market, however it was found that there is a theoretical gap when it comes to managing external fraud. The objective of this research was to structure a conceptual framework for the Management of Fraud and its comparison with the practice. This is an exploratory qualitative study and was conducted through analysis based on Grounded Theory defining categories from the available literature and interviews with comparison to a bank and an association of financial institutions, in addition to news articles. Regarding the use of results is an applied research its result can also contribute to the theoretical discussion, and be applied to any organization interested in managing financial fraud. The results of the development of the conceptual framework shows that the management of external financial fraud has four phases: Continuous, Prevention, Detection and Reaction and the defined categories are located in them. Regarding the comparison of theory with practice, not all aspects verified in the literature could be found in the reports of interviews and newspaper articles analyzed.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2013-01-09
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.