• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.96.2015.tde-14082015-105941
Documento
Autor
Nome completo
Carolina Macagnani dos Santos
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2015
Orientador
Banca examinadora
Pimenta Júnior, Tabajara (Presidente)
Araujo, Adriana Maria Procopio de
Lima, Fabiano Guasti
Nagano, Marcelo Seido
Pacagnella Júnior, Antônio Carlos
Título em português
Comportamento dos mercados do BRICS a partir da Crise do Subprime: uma análise dos fenômenos de interdependência e contágio
Palavras-chave em português
contágio
desenvolvidos
emergentes
interdependência
retornos
séries temporais
volatilidade
Resumo em português
Até a Crise do Subprime que teve início em 2008, o Crash da Bolsa de Nova York ocorrido em 1929 era considerado a crise de maior impacto. As repercussões desta crise entre vários mercados internacionais fez com que o termo "contágio" passasse a ser amplamente utilizado no contexto de turbulências do mercado financeiro que a partir de então, deixaram de ser locais e passaram a ter efeitos globais. Neste contexto, os países emergentes tem recebido bastante atenção, já que a maioria das crise que ocorreram antes da Crise do Subprime, tiveram início nestes mercados. Entre os países emergentes, o grupo do BRICS, composto por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul se destacam, especialmente após 2008, como economias emergentes cujos desempenhos econômicos foram superiores aos dos mercados desenvolvidos. Sabe-se que os movimentos de contágio entre mercados financeiros tendem a ocorrer a partir dos desenvolvidos em direção aos emergentes. Porém, a partir da grande importância atribuída ao grupo de países emergentes pertencentes ao BRICS, a hipótese de que estes mercados se comportariam como mercados desenvolvidos quando analisadas suas relações de interdependência e contágio com outros mercados emergentes se tornou interessante de ser testada. Para que este objetivo fosse alcançado, foram definidos quinze países alocados a três grupos, incluindo o grupo do BRICS. O grupo dos países desenvolvidos foi composto por Estados Unidos, Japão, Alemanha, Inglaterra e França. México, Indonésia, Turquia, Irã e Polônia formaram o grupo dos países emergentes não pertencentes ao BRICS. As análises foram feitas a partir de séries temporais de retornos dos principais índices de cada país, de 2008 a 2013. Inicialmente foram feitas as análises das estatísticas descritivas de cada série e depois foram identificadas as relações entre as séries de retornos dos mercados, para que então os fenômenos de interdependência e contágio pudessem ser investigados. Apesar dos resultados dos testes não terem mostrado que os países do BRICS se comportam como mercados desenvolvidos quando analisada sua influência sobre o comportamento dos outros mercados emergentes, verifica-se que seus países têm maior influência sobre os demais mercados do que os países do grupo dos emergentes não pertencentes ao BRICS.
Título em inglês
The Behavior of the BRICS markets during the subprime crisis: an analysis of interdependence and contagion
Palavras-chave em inglês
contagion
developed
emerging
interdependence
returns
time series
volatility
Resumo em inglês
Financial crisis can be defined as periods in which the volatility of asset returns is too high. Until the Subprime Crisis that began in 2008, the Crash of the New York Stock Exchange in 1929 was considered the most important crisis. Significant changes have occurred over the years and among these changes, a phenomenon started influencing the way the crisis began to be spread across the markets: financial globalization. The impact of this crisis among various international markets has made the term contagion become widely used in the context of financial market turmoil. In this context, emerging countries have received much attention, since most of the crisis that occurred before the Subprime Crisis, started in these markets. Among the emerging countries, the BRICS group consisting of Brazil, Russia, India, China and South Africa stand out, especially after 2008, as emerging economies which economic performance was better than those of developed markets. It is known that the movements of contagion between financial markets tend to occur from the developed markets towards emerging markets. For this reason, it became interesting to test the hypothesis that BRICS markets would behave as developed markets when analyzing their interdependence and contagion to other emerging markets. This thesis aims to investigate if the relationship of interdependence and contagion between the BRICS countries and other emerging markets is similar to that observed between developed countries and emerging BRICS. For that proposal, fifteen countries were allocated to three groups, including the BRICS group. The group of developed countries consisted of the United States, Japan, Germany, Britain and France. Mexico, Indonesia, Turkey, Iran and Poland formed the group of emerging countries outside the BRICS. Time series were composed of the most importante stock indexes of each country, from 2008 to 2013. Although the results of the tests have not shown that the BRICS countries behave as developed markets it appears that their countries have a greater influence on other markets than the group of emerging countries outside the BRICS.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-10-01
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.