• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
Documento
Autor
Nome completo
Ricardo Cruz Gomes
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2017
Orientador
Banca examinadora
Porto, Geciâne Silveira (Presidente)
Costa, Priscila Rezende da
João, Iraci de Souza
Ribeiro, Evandro Marcos Saidel
Título em português
Redes de cooperação para desenvolvimento tecnológico dos biocombustíveis: mapeamento a partir de cotitularidade em patentes
Palavras-chave em português
Biocombustíveis
Cooperação empresa-universidade
Inovação
Parcerias
Redes de inovação
Resumo em português
Por meio das redes de colaboração para Pesquisa e Desenvolvimento (P&D), as organizações acessam e mobilizam novas fontes de recursos, que recombinados com os recursos e capacidades internas, alavancam os resultados de inovação. No âmbito da análise das redes de colaboração para inovação, duas perspectivas são relevantes, as características estruturais das redes e a posição dos ocupada pelos atores nessas redes, pois ambos afetam o fluxo e a acessibilidade dos recursos na rede, impactando no desempenho inovador, individual e coletivo. Nesta perspectiva, o objetivo deste trabalho é analisar as características estruturais, das redes de cooperação formadas para o desenvolvimento de tecnologias disruptivas, que resultaram em proteção patentária, em seis áreas tecnológicas relacionadas a biocombustíveis, e identificar os atores centrais dessas redes, sob a perspectiva de relacionamentos diretos e indiretos, por meio da aplicação da Análise de Redes Sociais (ARS). A pesquisa utiliza informações sobre famílias de patentes (INPADOC) em cotitularidade, depositadas no período de 1994-2014, classificadas como tecnologias de biocombustíveis, de acordo com o IPC-Green Inventory. Os metadados foram coletados na plataforma Thomson Innovation e submetidos a processo de padronização dos nomes das organizações para eliminar ambiguidades. Os resultados identificam os maiores desenvolvedores de tecnologias nas áreas de (biodiesel, bioetanol, biogás, óleos vegetais, biocombustíveis sólidos e biocombustíveis de organismos geneticamente modificados - OGM), e constata que uma pequena parcela das tecnologias são desenvolvidas em colaboração. Após a descrição e comparação das redes de colaboração para P&D&I constatou-se a existência de complexos arranjos relacionais, embora sejam altamente fragmentadas. Verificou-se a existência de parcerias internacionais em algumas áreas, entre elas a biodiesel, bioetanol e bicombustíveis OGM, embora a maioria das parcerias sejam estabelecidas com parceiros locais. Com a identificação dos atores centrais em cada uma das redes, observou-se que em algumas delas bioetanol e biocombustíveis OGM, os Centros de P&D e Universidades, exercem papel de destaque, posicionados como atores indutores das redes.
Título em inglês
Collaboration networks for biofuel technology developmet: mapping through patent co-ownership
Palavras-chave em inglês
Biofuel
Cooperation university-enterprise
Innovation
Innovation networks
Partnership
Resumo em inglês
Through collaboration networks in Research and Development (R&D), organizations access and mobilize new sources of resources, which in combination with their internal properties and capacities, can leverage the innovation results. In collaboration networks analysis for innovation, two perspectives are relevant, the network's structural characteristics and the position occupied by the actors within these networks, since both affect the flow and accessibility of the resources in the network, impacting the innovative as well as individual and collective performance. Following this perspective, the objective of this study is to analyze the structural characteristics of the cooperation networks created for the development of disruptive technologies which resulted in patent protection in six technological areas related to biofuels. In addition, the study aims to identify the central actors of these networks, from the perspective of direct and indirect relationships using Social Network Analysis (SNA). The research is based on information of patent families (INPADOC) related to biofuel according to the IPC-Green Inventory and applied as co-ownership during the period 1994 to 2014. The metadata was collected using Thomson Innovation platform and submitted to the standardization of organizations names to eliminate ambiguities. The results identify the largest developers of technologies in the areas of biodiesel, bioethanol, biogas, vegetable oils, solid biofuels and biofuels from genetically modified organisms (GMOs), evidencing only few technologies that are developed in collaboration. After descriptive and comparison analysis of the collaboration networks for R&D&I for all the areas, it was noted the existence of complex relational arrangements among actors, although highly fragmented. It was possible to verify the existence of international partnerships in some areas, including biodiesel, bioethanol and GMO biofuels, although most partnerships are established with local partners. Through identification of the central actors in each networks, it was observed that in some of them such as bioethanol and GMO biofuels, the R&D Centers and Universities play a prominent role, positioned as inductors of the networks.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-09-11
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.