• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.96.2010.tde-07052010-162244
Documento
Autor
Nome completo
Iraci de Souza João
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2010
Orientador
Banca examinadora
Merlo, Edgard Monforte (Presidente)
Giampaoli, Viviana
Lopes, Marcos Fernando
Título em português
Comercialização de bioeletricidade no ambiente de contratação livre pelas usinas do setor sucroenergético da região de Ribeirão Preto: panorama e análise das ameaças e oportunidades
Palavras-chave em português
Ambiente de contratação livre
Ambiente de contratação regulada
Bioeletrecidade
Cogeração
Consumidor livre
Setor sucroenergético
Resumo em português
O mercado brasileiro de eletricidade enfrentou nos últimos anos, crises de abastecimento, devido ao maior crescimento da demanda em relação à oferta. Derivado da falta de investimentos em infraestrutura e da concentração da matriz energética em hidroeletricidade, esse cenário pode ser minimizado pela bioeletricidade cogerada a partir do bagaço da cana. Porém, a efetiva exploração de seu potencial, depende das usinas reconhecerem-na como produto viável e lucrativo. Nesse sentido, o objetivo deste estudo foi caracterizar a comercialização de bioeletricidade no ACL e compará-la com o ACR identificando ameaças, oportunidades, pontos fortes e fracos de cada um. Realizou-se entrevistas com gestores: de quatro usinas sucroenergéticas, da distribuidora de energia local e de um consumidor livre. Utilizando-se a análise SWOT e PEST e as técnicas de análise de conteúdo e correspondência os dados foram trabalhados. Os resultados indicaram que a principal vantagem do ACR é a segurança quanto ao preço da energia e a desvantagem é a inflexibilidade do contrato aliado a altas penalidades. O ponto forte relevante do ACL é a flexibilidade na definição de prazo, preço e quantidade e a fraqueza é a volatilidade do preço. Devido a essas características os agentes tendem a atuar nos dois mercados, adotando como estrutura de governança principal o mercado e as formas híbridas em segundo plano. Constatou-se ainda a necessidade da atuação governamental como incentivador de fontes renováveis e provedor de soluções para entraves como a conexão a rede de transmissão, fraqueza dos dois mercados, e a falta de um ambiente adequado de comercialização.
Título em inglês
Comercialitation of bioelectricity in the free contracting environment by the sugar cane mills of the sugar-energy sector from the region of Ribeirão Preto: scenery and analysis of opportunities e threats
Palavras-chave em inglês
Bioelectricity
Cogeneration
Free consumer
Free contracting environment
Regulated contracting environment
Sugar-energy sector
Resumo em inglês
In recent years, the Brazilian electricity market has gone through provision crises, due to the greater increase in demand with regard to supplies. Resulting from the lack of infrastructural investments and the concentration of the energy matrix in hydroelectricity, this scenario can be minimized by the bioelectricity coproduced based on sugar cane pulp. However, the effective exploration of its potential depends on sugar cane mills acknowledging it as a viable and profitable product. This research aimed to characterize bioelectricity commerce in a Free Contracting Environment (ACL) and compare it with a Regulated Contracting Environment (ACR), identifying the threats, opportunities, strong and weak points of each. Interviews were held with managers: of four sugar-electricity mills, the local energy distributor and a free consumer. Data were processed using SWOT and PEST analysis, as well as content and correspondence analysis techniques. The results indicated that the main advantage of ACR is security about energy prices, while the disadvantage is the contracts lack of flexibility, in combination with high penalties. The relevant strong point of ACL is the flexibility to define term, price and quantity, and the weakness is price volatility. Due to these characteristics, agents tend to act in both markets, adopting the market as the main governance structure and hybrid forms at a secondary level. Government action is needed to encourage renewable energy sources and provide solutions to bottlenecks like connection with the transmission network, weakness of both markets and lack of an adequate trading environment.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
IraciSouzaJoao.pdf (1.73 Mbytes)
Data de Publicação
2010-07-21
 
AVISO: O material descrito abaixo refere-se a trabalhos decorrentes desta tese ou dissertação. O conteúdo desses trabalhos é de inteira responsabilidade do autor da tese ou dissertação.
  • JOAO, iraci souza, and MERLO, Edgard Monforte. Electricity market in the free contracting environment (ACL) by the sugar-energy sector in Brazil: Overview and analysis of threats and opportunities. African Journal of Business Management [online], 2013, vol. 7, n. 3, p. 184-195. [cited 2013-02-25]. Available from : <http://www.academicjournals.org/ajbm>
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.