• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.96.2007.tde-15052007-142028
Documento
Autor
Nome completo
Sabrina Vieira Lima
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2007
Orientador
Banca examinadora
Oliveira, Roberto Guena de (Presidente)
Menezes Filho, Naercio Aquino
Pazello, Elaine Toldo
Título em português
Economia e felicidade: um estudo empírico dos determinantes da felicidade no Brasil
Palavras-chave em português
bem-estar social
desemprego
felicidade
posição relativa
probit
probit ordenado.
renda
Resumo em português
Este trabalho teve por objetivo analisar a influência de possíveis determinantes empíricos na felicidade dos brasileiros. Os determinantes considerados foram estado civil, idade, escolaridade, sexo, região, religião, etnia, renda, posição relativa da renda, desemprego, probabilidade de desemprego para indivíduos empregados e probabilidade de emprego para indivíduos desempregados. Estes determinantes foram utilizados no modelo de probit ordenado para a estimação da felicidade. Para isso foram utilizados os dados disponibilizados pelo World Values Survey para os anos de 1991 e 1997. Os resultados obtidos mostram a variável renda como altamente significativa para a determinação da felicidade. Ela esteve presente nos resultados de quase todas as estimações realizadas. A variável posição relativa da renda, apesar de não ter sido significativa para explicar a felicidade apresentou uma relação positiva com a felicidade (quanto maior a renda de um indivíduo perante seus semelhantes, melhor tende a ser sua posição frente a eles, o que contribui positivamente para sua felicidade). O desemprego também se mostrou quase sempre presente. Essa variável se mostrou mais significativa na determinação da felicidade do que as variáveis que relacionam desemprego com probabilidade de emprego e emprego com probabilidade de desemprego. Casamento, em geral, é um importante determinante na felicidade dos brasileiros (o que confirma os dados encontrados em muitos outros países), comparativamente aos demais estados civis. As mulheres são menos felizes que os homens: apresentam uma relação negativa com a felicidade comparativamente aos homens. E por fim, as religiões católica e espírita (denominação deste trabalho para englobar religiões como candomblé, espiritismo e umbanda) possuem coeficiente negativo para a felicidade.
Título em inglês
Economics and Happiness: a empirical study of the deteminants of happiness in Brazil.
Palavras-chave em inglês
happiness
income
ordered probit
probit
relative position
social welfare
unemployment
Resumo em inglês
The objective of this work is to analyze the influence of possible empirical determinants on Brazilian happiness. The determinants considered were: marital status age, education, gender, region, religion, ethnic description, income, relative position of income, unemployment, unemployment probability of employed individual, employment probability of unemployed individual. These determinants were used with ordered probit model to the happiness estimation. The study used the data from the World Social Survey for the years 1991 and 1997. The results show that income has a great significance on determining happiness. It was present in the results of almost all estimations done. The variable relative position of income although not significant to explain happiness showed a positive relation to happiness (the greatest is the income of an individual compared to his fellows the better tends to be his position compared to them, what contributes to his happiness). Unemployment also was present. This variable has demonstrated more significant than the ones that relate unemployment to probabilities of employment and employment to probabilities of unemployment. Being married in general is an important determinant of Brazilian happiness (that agrees to the results founded in many other countries) comparatively to the others marital status. Women are less happy than men: they presented a negative relation to happiness comparatively to men. Finely, the catholic and espírita religions (the last one considered in this work to represent religions like candomblé, espiritismo e umbanda) have negative coefficient to explain happiness.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
SabrinaVieiraLima.pdf (276.86 Kbytes)
Data de Publicação
2007-07-02
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.