• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.91.2005.tde-29092005-140058
Documento
Autor
Nome completo
Dalmo Polastro
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2005
Orientador
Banca examinadora
Tornisielo, Valdemar Luiz (Presidente)
Ferreira, Jose Roberto
Oliveira, Jorge José do Vale
Título em português
Estudo dos casos de intoxicação ocasionadas pelo uso de agrotóxicos no estado do Paraná, durante o período de 1993 a 2000
Palavras-chave em português
consumidor – característica
intoxicação
pesticida
saúde ocupacional
toxicologia ocupacional
toxicologia – classificação
trabalhador rural
Resumo em português
O Estado do Paraná destaca-se por ser responsável por mais de 20% da produção nacional de grãos. Prevalecem em sua estrutura agrária, pequenas e médias propriedades onde predomina a mão-de-obra familiar. Buscando manter e aumentar as produtividades atuais, a agricultura paranaense utiliza intensivamente os insumos disponíveis no comércio, como é o caso nos agrotóxicos, onde o Paraná é tido como segundo maior consumidor nacional. A venda maciça deste insumo, o baixo grau de escolaridade dos usuários, aliado a falta de cuidados quando da sua utilização resultam no surgimento de intoxicações. Baseado nesta realidade, o presente estudo objetivou identificar e caracterizar o perfil das populações intoxicadas por agrotóxicos no Estado do Paraná, durante o período de 1993 a 2000 e propor medidas que visem diminuir os prejuízos às populações expostas. Para tanto, foram analisadas as intoxicações agudas notificadas durante o período de 1993 a 2000, referentes ao banco de dados fornecido pela Secretaria Estadual da Saúde. As intoxicações foram analisadas segundo as seguintes variáveis: sexo, idade, local de ocorrência, via de contaminação, ocupação, evolução final (cura ou óbito), classe e grupo químico dos agrotóxicos. Após a tabulação dos dados, as variáveis foram relacionadas aos Núcleos Regionais que compõe a Secretaria de Estado da Agricultura do Paraná e as intoxicações foram correlacionadas às áreas de seis grupos de cultivos (frutas, culturas de inverno e verão, olerícolas, olerícolas grandes e outros cultivos). Os resultados do estudo apontaram que a maior parte das intoxicações ocorreu em atividades relacionadas à causa profissional (53,1%), tendo sido os inseticidas os agentes causadores da maioria das intoxicações (37,9%) e óbitos (42%). A maioria dos intoxicados foram indivíduos do sexo masculino (79,8%), sendo a faixa de idade compreendida entre os 18 e 23 anos, onde ocorreram o maior número de intoxicações (21,2%) e óbitos (15,8%). O maior percentual de óbitos ocorreu mediante a tentativa de suicídio (86%), principalmente na faixa de idade entre 18 e 23 anos (16,1%). Foi na zona rural onde se deu o maior número de ocorrências (65%), em indivíduos ligados a ocupação agrícola (63%). As principais vias de contaminação, para a causa profissional foram a via respiratória com 58,3% dos casos e suas combinações com as demais vias (82,2%). Para a causa suicídio a via prioritária foi a digestiva, tendo atingido 95,7% dos casos notificados. A região norte (composta pelos núcleos regionais de Apucarana, Cornélio Procópio, Ivaiporã, Jacarezinho, Londrina e Maringá) deteve o maior número de ocorrências de intoxicações (43,1%) e óbitos (37%), sendo os organofosforados os maiores responsáveis por ambas. A análise de Correlação concluiu ser positiva a relação existente entre as intoxicações notificadas e as áreas de cultivos de culturas de inverno e verão, frutíferas e olerícolas. O acesso fácil, associado ao armazenamento inadequado dos agrotóxicos, assim como a participação prematura em atividades agrícolas resultou na ocorrência de intoxicações e óbitos em indivíduos menores de idade. O uso do Receituário agronômico e Guia de aplicação para agrotóxicos de venda aplicada não impediram a ocorrência de intoxicações e óbitos causados por herbicidas bipiridílios.
Título em inglês
Cases of intoxication caused by the use of pesticides in the State of Paraná during the period of 1993 to 2000: a study
Palavras-chave em inglês
consumer
intoxication
occupational health
occupational toxicology
pesticide
rural worker
toxicology
Resumo em inglês
The state of Paraná is responsible for more than 20% of the national grain production. Its agricultural structure is organized in small and mediumsized properties where the labor force comes mainly from families. In order to mantain and also increase productivity, the agriculture system in Paraná makes intensive use of the available products in the market, such as pesticides, where Paraná is considered to be the second largest consumer in Brazil. The massive sale of these products, the user’s low schooling level and the careless use of the products result in intoxications. Based on all that, the present study aimed at identifying and characterizing the profile of populations informedly intoxicated by pesticides in the state of Paraná during the period from 1993 to 2000, as well as proposing preventive measures in order to help such exposed populations. Therefore, the acute intoxications informed during the period from 1993 a 2000 refering to the State of Paraná Health Department databank were analyzed. The intoxications were analyzed according to the following variables: sex, age, location of occurrence, contamination method, occupation, final evolution (cure or death), and pesticides class and chemical group. After the data tabulation, the variables were related to the Regional Centers which compose the State of Paraná Agriculture Department and the intoxications were correlated to the áreas of six different crops (fruits, winter and summer crops, vegetable crops, large vegetable crops and other crops). The results show that most of the intoxications took place during professional activities (53.1%), and insecticides were the agents causing most of the intoxications (37.9%) and deaths (42%). Most of the intoxicated people were males (79.8%) between 18 and 23 years old, with the largest number of intoxications (21.2%) and deaths (15.8%). The largest death rate occurred due to suicide attempts (86%), mainly between the ages of 18 and 23 (16.1%). The rural area accounted for most of the occurrences (65%), in individuals somehow connected to agricultural jobs (63%). The main contamination methods for a professional reason were the respiratory tract with 58.3% of the cases and its combinations with the other tracts (82.2%). For the cause of suicide the digestive tract was the most relevant, with 95.7% of the informed cases. The north region (composed by the regional centers of Apucarana, Cornélio Procópio, Ivaiporã, Jacarezinho, Londrina and Maringá) had the highest number of intoxications (43.1%) and deaths (37%), mainly caused by organophosphates. The Correlation analysis showed the relationship between informed notifications and the winter and summer crop areas, as well as fruit and vegetable crops, was positive. Easy access, together with inadequate storage of pesticides and premature participation in agricultural activities resulted in the occurrence of intoxications and deaths in underaged individuals. The dipyridylium herbicides, even being sold strictly under agronomic prescription associated to the aplication guide, did not imped the occurrence of intoxications and deaths of pesticides’s users.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
DalmoPolastro.pdf (1.64 Mbytes)
Data de Publicação
2005-09-29
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.