• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
Documento
Autor
Nome completo
Marina Fleury
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2003
Orientador
Banca examinadora
Rodrigues, Mauro Galetti (Presidente)
Couto, Hilton Thadeu Zarate do
Ferreira, Marco Aurélio Pizo
Título em português
Efeito da fragmentação florestal na predação de sementes da palmeira jerivá (Syagrus romanzoffiana) em florestas semidecíduas do estado de São Paulo.
Palavras-chave em português
animal predador
fragmento florestal
jerivá
mamífero silvestre
palmeira
predação
semente florestal
Resumo em português
O processo de fragmentação florestal, além do isolamento e da redução de hábitat, produz um aumento do microhábitat de borda. Este aumento leva à gradual perda de diversidade devido a alterações abióticas e bióticas fazendo com que remanescentes florestais não comportem a mesma diversidade que hábitats contínuos. O estabelecimento de espécies vegetal depende crucialmente do local onde as sementes são depositadas no ambiente, porém muito pouco se sabe sobre os efeitos da fragmentação florestal para a manutenção das características abióticas e bióticas dos microhábitats e seus efeitos na sobrevivência de sementes pós-dispersas, uma vez que a maioria dos estudos foi conduzida em florestas contínua. Este estudo teve como objetivo avaliar os efeitos da fragmentação florestal na predação de sementes da palmeira Syagrus romanzoffiana (“jerivá”) em três microhábitats (clareira, borda e interior de mata), testando oito fragmentos de Floresta Semidecídua (de 9,5 a 33.845 ha). Os objetivos deste trabalho foram os de avaliar (1) se existe diferenças bióticas e abióticas entre os microhábitats de borda, interior de mata e clareira; (2) se o tamanho do fragmento florestal exerce influência para a manutenção das características do microhábitats amostrados; (3) se os microhábitats testados diferem na sobrevivência de sementes de S. romanzoffiana pós-dispersas; (4) se o tamanho do fragmento influencia na taxa de predação de sementes; (5) quais das características estruturais avaliadas estão relacionadas com a predação de sementes de S. romanzoffiana e (6) quais as características estruturais que estão correlacionadas com o tamanho do fragmento. Foi concluído que fragmentos menores que 20 ha não possuem diferenças abióticas e bióticas por extrapolação da borda da mata a todo o fragmento, não sendo registrada nenhuma semente predada nestas áreas. Fragmentos de 230 a 380 ha possuem alta taxa de predação de sementes, sendo encontradas em todo o remanescente independente do microhábitat à medida que os fragmentos florestais com área superior a 1000 ha possuem uma menor taxa de predação e distinções abióticas e bióticas entre clareira, interior e borda de mata. Para a conservação de populações de jerivá em fragmentos florestais com área inferior a 1.000 ha são necessários planos de manejo, como medidas que visem o desenvolvimento de sub-bosque em fragmentos que estejam inteiramente sob efeito de borda, e a proteção de sementes pós-dispersas em fragmentos onde haja forte pressão de predadores de sementes. Investigações sobre os efeitos das alterações decorrentes do processo de fragmentação florestal na biologia reprodutiva de angiospermas são de suma importância para planos efetivos de planejamento, conservação e restauração, gerenciamento de áreas florestais.
Título em inglês
The effect of forest fragmentation on Syagrus romanzoffiana (palmae) seed predation in semi-deciduous forest.
Palavras-chave em inglês
forest fragmentation
semi-deciduos forest
sied predation
syagrus romanzoffiana
Resumo em inglês
The effects of forest fragmentation, more than isolation and habitat reduction, increase the microhabitat edge. This increasing leads to gradual biodiversity loss because of abiotic and biotic alterations, doing that forest fragments support less species when compared with continuous forest. The establishment of plants depends crucially on the place where their seeds were deposited on the environment, but very little is known about the effects of forest fragmentation on microhabitats abiotic and biotic conditions maintenance and their effects for seed survival, once that most studies have been carried out in large forest. In this study, we evaluate the effects of forest fragmentation on Syagrus romanzoffiana seed predation in three microhabitats (gaps, understory and forest edge), testing eight semi-deciduous forest fragments (9.5 to 33,845 ha). Our objectives were to test (1) if there are abiotic and biotic differences among gap, understory and forest edge; (2) if the size of forest fragment influence the maintenance of microhabitats condition; (3) if the microhabitats differs on S. romanzoffiana seed survival; (4) if forest size influence on seed predation rate; (5) which structure characteristics evaluated are related with S. romanzoffiana seed predation; and (6) which structure characteristics are related with forest fragment area. We conclude that forest with less than 20 ha do not support abiotic and biotic distinction, with the forest edge overspread the whole reminiscent. In these forest fragments, we did not find any seed predated. Fragments with 230 to 380 ha had higher seed predation rates, with no differences among the tested microhabitats. Forest fragments with more than 1,000 ha differ among microhabitats biotic ally and idiotically, and had lower seed predation. We conclude that for Syagrus romanzoffiana populations be conserved in isolated forest areas with less than 1,000 ha are necessaries managing plans, as developing understory at remnants with the whole area under edge effect, and post-dispersed seed protection at fragments with high seed predation. The knowledge of the effects of forest fragmentation on angiosperms reproductive processes is essentially for managing, planning, restoration and conservation of forested areas.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
marina.pdf (542.50 Kbytes)
Data de Publicação
2004-08-11
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.