• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.91.2009.tde-26062009-153739
Documento
Autor
Nome completo
Claudia Bueno de Campos
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2009
Orientador
Banca examinadora
Verdade, Luciano Martins (Presidente)
Beisiegel, Beatriz de Mello
Morato, Ronaldo Gonçalves
Percequillo, Alexandre Reis
Vettorazzi, Carlos Alberto
Título em português
Dieta de carnívoros e uso do espaço por mamíferos de médio e grande porte em áreas de silvicultura do Estado de São Paulo, Brasil.
Palavras-chave em português
Animais Carnívoros
Cerrado
Dieta animal
Eucalipto
Mamíferos
Mata Atlântica
Silvicultura.
Resumo em português
A dieta de carnívoros e o uso do espaço por mamíferos de médio e grande porte foram estudados no Parque Ibiti (17.434 ha), uma área que engloba fazendas de plantações de eucaliptos nos municípios de Itararé e Itapeva, São Paulo. Foram selecionados três ambientes: Cerrado, Floresta Ombrófila Mista e Floresta Ombrófila Mista de crescimento secundário (Capoeira), para a coleta de dados durante o período de setembro de 2004 a fevereiro de 2006. O método utilizado para o estudo do uso do espaço foi a identificação de espécies através de vestígios em transeções pré-estabelecidas e distribuídas na área de estudo. Para o estudo da dieta foram coletadas fezes nas transeções e foram calculados as amplitudes dos nichos alimentares, as sobreposições de nichos, a freqüência relativa de ocorrência dos itens, a biomassa relativa consumida e o número relativo de indivíduos consumidos. Além disso, oito fazendas de silvicultura distribuídas no estado de São Paulo foram selecionadas para um levantamento rápido dos mamíferos de médio e grande porte por meio de armadilhamento fotográfico. Foram identificadas no Parque Ibiti 20 espécies incluindo uma doméstica. O Cerrado e a Floresta foram os ambientes com maior riqueza (n=15). No teste de Kruskal Wallis não houve diferença significativa entre os micro-ambientes borda, vegetação nativa e eucaliptais, tanto em termos de riqueza de espécies (H=1,82, df=2, p=0,402) quanto em número de detecções (H=0,37, df=2, p=0,833). Na avaliação do padrão de decréscimo de número de ocorrências, a diferença foi significativa no Cerrado (p=0,046). Mazama spp. foi a espécie mais abundante em todos os ambientes, apresentando maior abundância na Capoeira (1,45 detecções/10km percorridos) e a abundância geral no Parque foi 4,98 detecções/10km percorridos. O levantamento rápido nas oito fazendas de silvicultura resultou em 17 espécies registradas, incluindo uma doméstica. O número de espécies em cada fazenda variou de três a sete. Foram obtidas 621 fotografias e destas 33 foram de oito espécies de mamíferos, resultando em 4,5% de sucesso de captura. A Fazenda Globo I apresentou maior abundância relativa (7,33 detecções/10km). Foram analisadas 143 fezes e seis carnívoros foram identificados: Cerdocyon thous, Chrysocyon brachyurus, Leopardus pardalis, L. tigrinus, L. wiedii e Puma yagouaroundi Os itens identificados (n=44) foram distribuídos em seis grupos principais: material vegetal (37%), mamíferos (33%), invertebrados (17%), aves (5%), répteis (5%) e não alimentar (0,42%). O material vegetal foi mais freqüente na dieta do C. brachyurus e do C. thous (47% e 46%, respectivamente). Os mamíferos foram mais freqüentes na dieta dos felinos: P. yagouaroundi (54%), L. pardalis (39%), L. wiedii (49%) e L. tigrinus (38%). A menor amplitude de nicho total foi do C. brachyurus (BA=0,252). A maior sobreposição de nicho foi entre C. brachyurus e C. thous (Ojk =0,9706). Cavia aperea (58%) representou a maior biomassa relativa total consumida e Calomys tener (36%) o maior número relativo total de indivíduos consumidos. Os resultados demonstram que regiões de silvicultura, quando preservam áreas de vegetação nativa, podem fornecer abrigo, alimento, água e também permitir o fluxo gênico das espécies que dela se utilizam, aumentando a importância da implantação do manejo sustentável nessas regiões.
Título em inglês
Diet of carnivores and the use of space by medium and large sized mammals in silvicultural area in the state of São Paulo, Brazil.
Palavras-chave em inglês
Animal diet
Carnivores
Cerrado (Brazilian savanna)
Eucalyptus
Mammals
Mata Atlântica
Silviculture.
Resumo em inglês
The diet of carnivores and the use of space by medium and large sized mammals were studied at Parque Ibiti (17.434 ha). This area involves farms of eucalyptus reforestation in the cities of Itararé and Itapeva, São Paulo. The data were collected in three different environments Cerrado (Brasilian Savanna), Ombrophylous Mixed Forest (Forest), and Ombrophylous Mixed Forest of secondary growth (Capoeira) from September 2004 to February 2006. The method of scats collection and calculation of breadth and overlap niche, relative frequency of occurrence, relative biomass consumed, and relative number of consumed individuals in transects determined dietary habit of carnivores. The survey of use of space identified the species through their visual contacts, tracks and remains in pre established transects distributed in area under study. Besides this, eight silvicultural farms in the state of São Paulo were selected for a quick survey on medium and large sized mammals using camera traps. Twenty species were identified at Parque Ibiti, including a household animal. The Cerrado and the Forest were the richest in animal species (n=15). Kruskal Wallis test showed no statistically significant difference in micro-environments border, natural bush and eucalyptus for number of species (H=1.82, df=2, p=0.402) and number of occurrences (H=0.37, df=2, p=0.833). The assessment of decrease pattern in the number of occurrences was significant only in Cerrado (p=0.046). Mazama spp. was the most abundant species in all environments and its largest number was found in Capoeira (1.45 detections/10km run) and general abundance at Parque Ibiti with 4.98 detections/10km run. Seventeen species were detected (including a domestic one) in the quick survey at the eight silvicultural farms. The number of species per farm varied from three to seven. From the 621 photos, 33 were mammals in a result of 4.5% success of capture. Farm Globo I presented the greatest relative abundance (7.33 detections/10km run). Six carnivores were identified through the analysis of 143 feces: Cerdocyon thous, Chrysocyon brachyurus, Leopardus pardalis, L. tigrinus, L. wiedii and Puma yagouaroundi. The identified elements (n=44) were distributed in six groups: vegetal matter (37%), mammals (33%), invertebrates (17%), birds (5%), reptile (5%), and non feeding matter (0.42%). Vegetal matter was more frequent for C. brachyurus and for C. thous (47% and 46%, respectively). Mammals were most frequent in the diets of felines P. yagouaroundi (54%), L. pardalis (39%), L. wiedii (49%) and L. tigrinus (38%). The least niche breadth was for C. brachyurus (BA=0.252). The greatest niche overlap was for C. brachyurus and C. thous (Ojk =0.9706). Cavia aperea (58%) represented the greatest total relative biomass consumed and Calomys tener (36%) the greatest total relative number of consumed individuals. The results show that in silvicultural regions with areas of preserved natural vegetation may provide shelter, food, water, and genic flux of species inhabiting that space suggesting the importance of sustainable management in those regions.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Claudia_Campos.pdf (6.86 Mbytes)
Data de Publicação
2009-07-06
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.