• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.91.2019.tde-21012019-144052
Documento
Autor
Nome completo
Daniel Azevedo Mendes de Oliveira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2018
Orientador
Banca examinadora
Mendes, Flávio Bertin Gandara (Presidente)
Branco, Cícero Santos
Schlindwein, Marcelo Nivert
Franco, Fernando Silveira
Marques, Paulo Eduardo Moruzzi
Polizel, Jefferson Lordello
Título em português
Agricultura e agrossilvicultura urbana e suas políticas públicas: uma análise no município de Piracicaba
Palavras-chave em português
Agricultura urbana
Agroecologia
Ecologia urbana
Quintais agroflorestais
Resumo em português
Com a modernização da agricultura, uma consequência foi o grande êxodo rural que ocorreu no Brasil e na América Latina na segunda metade do século XX. Dessa maneira os alimentos começaram a viajar maiores distancias, consequentemente encarecendo os preços, principalmente dos mais perecíveis, como as hortaliças. Nesse contexto surge a agricultura urbana ocupando espaços vazios urbanos e produzindo alimentos frescos próximos a centros consumidores. O presente trabalho foi realizado no município de Piracicaba, onde existe uma grande quantidade de hortas urbanas; também motivou o início deste trabalho a existência de quintais agroflorestais urbanos, e o conhecimento dos benefícios ambientais que trazem para as cidades de maneira geral, partindo do pressuposto de que existem diversos benefícios ambientais, sociais e econômicos na agricultura e agrossilvicultura urbana. Pensando na questão ambiental, os quintais agroflorestais urbanos podem parecer insignificantes inicialmente, pela própria dimensão física limitada; entretanto, em conjunto eles desempenham uma grande função ambiental, promovendo infiltração da água das chuvas e melhorias no microclima, além do acréscimo de biodiversidade ao ecossistema urbano. As hortas urbanas têm seu potencial ambiental, entretanto a questão estéticas, sanitária e de segurança alimentar são mais facilmente visualizadas, pois efetivamente aumentam a oferta de hortaliças frescas a preços acessíveis dentro das cidades, melhorando a alimentação da população. Entretanto, a questão dos agrotóxicos dentro do ambiente urbano é uma discussão um pouco complexa, que também deve ser trazida em nível de política pública. O presente trabalho parte da hipótese de que políticas públicas que contemplem a multifuncionalidade da agricultura e agrossilvicultura urbana e periurbana trariam o efeito positivo dessa prática para dentro dos municípios. O presente trabalho para da hipótese de que uma política pública de saneamento favorece uma agricultura multifuncional dentro da cidade. Essa tese é dividida em capítulos que constituem artigos. O primeiro capítulo quantifica em área os quintais agroflorestais urbanos dentro da cidade, mostrando que 20% da cobertura arbórea urbana está contida em quintais agroflorestais. O segundo capítulo faz uma análise de dados referentes a classe social de mantenedores de quintais permeáveis nas residências, mostrando que aparentemente a classe média tem menor tendência a manter quintais permeáveis. O terceiro traz um diagnóstico das hortas urbanas de Piracicaba, e a tipificação dos agricultores, como subsídios para conversão para agricultura ecológica. O quarto capítulo faz uma análise de uma política pública ligada com hortas urbanas dentro de Piracicaba, mostrando seus pontos fortes e fragilidades, entre os pontos fortes se destacam o emprego de mão-de-obra, o efeito paisagístico, de limpeza, estética e saneamento e a produção de hortaliças frescas próximas do mercado consumidor reduzindo custo energético com transportes, e das fragilidades a presença de aplicação de defensivos agrícolas dentro da área urbana. Para contemplar a multifuncionalidade das hortas urbanas é importante a existência de políticas locais que contemples a diversidade de aspectos ecológicos econômicos e ambientais da agricultura e agrossilvicultura urbana.
Título em inglês
Urban agriculture and agroforesty and their public policies: an analysis in the municipality of Piracicaba
Palavras-chave em inglês
Agroecology
Agroforesty yards
Urban agriculture
Urban ecology
Resumo em inglês
With the modernization of agriculture, a consequence was the great rural exodus that occurred in Brazil and Latin America in the second half of the twentieth century. In this way the food began to travel greater distances, consequently increasing the prices, especially of the more perishable ones, like the vegetables. In this context, urban agriculture occupies empty urban spaces and produces fresh food close to consumer centers. The present work was carried out in the municipality of Piracicaba, where there is a great amount of urban gardens; also motivated the beginning of this work the existence of urban agroforestry yards and knowledge of the environmental benefits they bring to cities in general, based on the assumption that there are several environmental, social and economic benefits in urban agriculture and agroforestry. Thinking about the environmental issue, urban agroforestry yards may seem insignificant initially, by their own limited physical dimension; however, together they play a major environmental role, promoting infiltration of rainwater and improvements in the microclimate, as well as adding biodiversity to the urban ecosystem. Urban gardens have their environmental potential, however, the aesthetic, sanitary and food safety issues are more easily visualized, since they effectively increase the supply of fresh vegetables at affordable prices within cities, improving the population's nutrition. However, the issue of pesticides within the urban environment is a rather complex discussion, which must also be brought to the public policy level. The present work is based on the hypothesis that a public policy of sanitation favors a multifunctional agriculture within the city. This thesis is divided into chapters that constitute articles. The first chapter quantifies in the area the urban agroforestry quintals within the city, showing that 20% of the urban tree cover is contained in agroforestry yards. The second chapter analyzes data on the social class of permeable backyard keepers in households, showing that the middle class seems to be less likely to keep backyards permeable. The third brings a diagnosis of the urban gardens of Piracicaba, and the typification of the farmers, as subsidies for conversion to organic farming. The fourth chapter presents an analysis of a public policy linked to urban gardens in Piracicaba, showing its strengths and weaknesses, among the strengths are the employment of labor, the landscape effect, cleaning, aesthetics and sanitation and the production of fresh vegetables close to the consumer market, reducing energy costs with transport, and from the weaknesses the presence of agricultural pesticides in the urban area. In order to contemplate the multifunctionality of urban gardens, it is important to have local policies that contemplate the diversity of the ecological, economic and environmental aspects of urban agriculture and agroforestry.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-01-25
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.