• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.91.2004.tde-20062005-162534
Documento
Autor
Nome completo
Claudia Bueno de Campos
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2004
Orientador
Banca examinadora
Verdade, Luciano Martins (Presidente)
Cruz Neto, Ariovaldo Pereira da
Cyrino, Jose Eurico Possebon
Título em português
Impacto de cães (Canis familiaris) e gatos (Felis catus) errantes sobre a fauna silvestre em ambiente peri-urbano.
Palavras-chave em português
ambiente urbano
biodiversidade
cão
ecologia animal
educação ambiental
fauna silvestre
gato
impacto ambiental
mamíferos – predação
Resumo em português
Os objetivos deste estudo foram quantificar a população de cães (Canis familiaris) e gatos (Felis catus) errantes em ambiente peri-urbano representado pelo Campus “Luiz de Queiroz” da Universidade de São Paulo, em Piracicaba, SP; descrever e comparar qualitativa e quantitativamente a dieta das duas espécies e estimar sua pressão de predação sobre as espécies silvestres de mamíferos. Durante os meses de julho de 2002 e janeiro de 2003, foram realizadas observações visuais e coletadas amostras de fezes de cães e gatos ao longo de uma transeção linear. Foram amostrados 0,276 km², ou 3,2% da área de 860ha do Campus. As características físicas de cada indivíduo (espécie, raça, pelagem, sexo, tamanho e marcas naturais) foram registradas para o cálculo da abundância das duas espécies na área amostrada, assim como o número de encontros por dia e por ambientes (rural e suburbano). A dieta foi analisada através das amostras de fezes que foram esterilizadas, lavadas, secas e triadas, sendo seus componentes identificados com o auxílio de referências bibliográficas. A importância de cada item foi expressa como porcentagem do número total de itens encontrados e como porcentagem de uma estimativa da biomassa consumida. A amplitude e sobreposição de nicho foram calculadas através dos índices de Levins e Pianka, respectivamente. O resultado da estimativa de abundância dos cães e gatos domésticos na área amostrada foi de 42 cães e 81 gatos. Cães e gatos são mais abundantes em ambiente suburbano que rural (T = 3,78, p < 0,001, N = 55; T = 8,38, p < 0,001, N = 55 respectivamente) e os gatos são mais abundantes que cães em ambiente suburbano (T = 6,76, p < 0,001, N = 55), porém não houve diferença significativa quanto à abundância de cães e gatos em ambiente rural (T = 0,82, p = 0,46, N = 55). Os resultados das análises das dietas indicam que os cães e gatos domésticos errantes são oportunistas de hábito generalista. Em 234 amostras de fezes foram detectadas 1212 ocorrências de 57 itens (68,4% de origem animal, 15,8% de origem vegetal e 15,8% formados por itens não alimentares). Considerando os itens de origem animal da dieta das duas espécies, invertebrados foram os mais consumidos, seguidos por mamíferos (cães: 57,05% e 25,15%; gatos: 63,24% e 20,51%, respectivamente). A amplitude de nicho (B) foi de 0,4463 para cães e 0,4892 para gatos. A sobreposição de nicho (O) foi próxima de completa (0,97108). O consumo de mamíferos por cães foi estimado entre 16,76 e 25,42 kg/ind/ano e por os gatos foi entre 2,01 e 2,9 kg/ind/ano, o que pode ser a causa das baixas densidades populacionais de pequenos mamíferos silvestres na área de estudo.
Título em inglês
Impact of free-ranging dogs (Canis familiaris) and cats (Felis catus) on wildlife in a suburban area.
Palavras-chave em inglês
animal ecology
biodiversity
cat
dog
environmental education
environmental impact
mammals - predation
urban environment
wildlife
Resumo em inglês
The goals of this study were to quantify the population of free-ranging dogs (Canis familiaris) and cats (Felis catus) in suburban areas; to describe and compare the diet of both species, and to estimate their predation pressure on the wildlife, at Campus " Luiz of Queiroz " of the University of São Paulo, in Piracicaba, SP. During the months of July 2002 and January 2003, visual observations and scats collection of dogs and cats were accomplished along a transect line. The sampled area comprised 0.276 km², or 3.2% of the 860ha of the Campus area. Physical characteristics of each individual (species, race, fur, sex, size and natural marks) were registered for the calculation of the abundance of both species in the sampled area, as well as the number of encounters a day and the environment (rural and suburban). The diet was analyzed through scats sterilized, washed, dried and sorted. Their components were identified with the aid of bibliographical references. The importance of each item was expressed as the percentage of the total number of items found and as the percentage of an estimate of the consumed biomass. Breadth and overlap niche were calculated through the indexes of Levins and Pianka, respectively. The results of estimate abundance of free-ranging dogs and cats in the sampled area were of 42 and 81 respectively. Dogs and cats are more abundant in suburban than rural environment (T = 3.78, p <0.001, N = 55; T = 8.38, p <0.001, N = 55 respectively) and the cats are more abundant than dogs in suburban environment (T = 6.76, p <0.001, N = 55), even though there was no significant difference between the abundance of dogs and cats in rural environment (T = 0.82, p = 0.46, N = 55). The results of diet analyses indicated that free-ranging dogs and cats are opportunistic predators of generalist habit. In 234 samples of scats 1212 occurrences of 57 items (68.4% of animal origin, 15.8% of vegetable origin and 15.8% formed by no food items) were detected. Considering the items of animal origin found in the diet of both species, invertebrates were the most consumed, followed by mammals (dogs: 57.05% and 25.15%; cats: 63.24% and 20.51%, respectively). Niche breadth (B) was 0.4463 for dogs and 0.4892 for cats. Niche overlap (O) was almost complete (0.97108). The consumption of mammals was estimated between 16.76 and 25.42 kg/ind/year for dogs and between 2.01 and 2.9 kg/ind/year for cats. This is a possible reason for the low population densities of small wild mammals in the study area.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
ClaudiaCampos.pdf (2.43 Mbytes)
Data de Publicação
2005-07-11
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.