• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.91.2018.tde-17072018-155324
Documento
Autor
Nome completo
Sebastião Gabriel Chaves Maia
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2018
Orientador
Banca examinadora
Molina, Silvia Maria Guerra (Presidente)
Borges, Diones Antonio
Chaves, Edna Maria Ferreira
Ferreira, Ana Paula do Nascimento Lamano
Oliveira, Giancarlo Conde Xavier
Título em português
Composição florística de unidades domésticas na fronteira Brasil-Paraguai: uma abordagem etnoecológica
Palavras-chave em português
Ecologia Humana
Etnobotânica
Fronteira Brasil-Paraguai
Quintais Urbanos
Resumo em português
As culturas humanas possuem modos particulares e diferenciados de perceber, identificar, classificar e, principalmente, de interagir com o meio natural. A Etnobiologia, uma subárea da Etnociência, é a ciência matriz da Etnobotânica e Etnoecologia. Estas apresentam um foco de estudos que incide sobre o conhecimento de um grupo cultural a respeito da botânica e da ecologia, portanto sobre as interações humanas com o meio natural. Os conhecimentos obtidos/gerados constituem base importante na definição de estratégias que permitem a conservação biológica e cultural. Esses estudos também são relevantes para se conhecer mecanismos utilizados por populações humanas em sua interação com o ambiente. Partindo desses princípios, o presente estudo teve por objetivo registrar etnoecologicamente a relação do ser humano com a composição vegetal da unidade doméstica, considerando aspectos culturais, sociais, biológicos e ecológicos. Dessa forma, pretende-se contribuir para a conservação da diversidade das etnoespécies, na região fronteiriça Brasil-Paraguai, município de Ponta Porã, estado de Mato Grosso do Sul, durante os anos de 2016 e 2017. Para tanto, observou-se quais plantas estão à disposição e quais são reconhecidas como recursos, e como estes são utilizados. Os procedimentos para o levantamento de dados envolveram métodos filiados à Antropologia e à Botânica Clássica, ambos adequados para os estudos etnoecológicos. Foram realizadas 60 entrevistas, com os representantes de cada unidade doméstica visitada, dos 15 bairros selecionados. Estes participantes declararam ser os responsáveis pelo cuidado total ou parcial da unidade doméstica. De acordo com a concepção dos moradores, a definição de unidade doméstica está diretamente relacionada ao espaço no qual são desenvolvidas as atividades ligadas ao lazer da família, sendo citado pelos entrevistados como o local reservado para tomar tereré, passar o tempo, brincandeiras das crianças e praticar diversas atividades. Também é utilizado para o cultivo de vegetais obtidos por meio da compra e troca de mudas, sementes, evidenciando, assim, a contribuição dos quintais para que as relações de vizinhanças e de parentesco sejam estabelecidas. Neste estudo, o componente vegetal presente nas 60 unidades domésticas urbanas participantes, conhecido e utilizado pelos moradores corresponde a 219 espécies, 82 famílias botânicas, 1560 indivíduos. Os participantes conhecem e cultivam vegetais nas unidades domésticas pertencentes a cinco categorias de utilização: alimentar, medicinal, sombreamento, místico/religioso e ornamental. De todas as espécies citadas 17 foram consideradas pelos entrevistados como tóxicas. Estas plantas são assim consideradas tóxicas, pois provocam algum efeito adverso ao organismo quando em contato ou ingestão, podendo até levá-los a óbito, embora os sintomas sejam bastante variáveis de um indivíduo para outro. As unidades domésticas estudadas são organizadas de acordo com o seu tamanho e estrutura e apresentam diferentes potenciais, pois cumprem também diferentes funções específicas, de acordo com as finalidades e características de cada morador e sua família. Nas unidades domésticas foram encontradas 74 espécies nativas e, entres estas, onze são endêmicas do Brasil. Também foram encontradas nove espécies inclusas na Lista das Espécies da Flora Brasileira Ameaçadas de Extinção. Tais informações asseguram que as unidades domésticas contribuem para a conservação da biodiversidade. Em linhas gerais, podemos afirmar que estudos etnobotânicos em unidades domésticas podem contribuir para melhor compreender a importância cultural de certas espécies vegetais de uso-múltiplo e reafirmar que esses ambientes são capazes de conciliar conservação da biodiversidade, uso sustentável dos recursos naturais e qualidade de vida dos moradores.
Título em inglês
Floristic composition of domestic units on the Brazil-Paraguay border: an ethnoecological approach
Palavras-chave em inglês
Brazil-Paraguay Border
Ethnobotany
Human Ecology
Urban Homegardens
Resumo em inglês
Human cultures have particular and differentiated ways of perceiving, identifying, classifying and, above all, interacting with the natural environment. Ethnobiology, a sub-area of Ethnoscience is the basis of Ethnobotany and Ethnoecology, which present studies on the knowledge of a cultural group on botany and ecology, therefore, on human interactions with the natural environment. The knowledge obtained / generated constitutes an important basis in the definition of strategies that allow the biological and cultural conservation. These studies are also relevant to know the mechanisms used by human populations in their interaction with the environment. Based on these principles, the present study aimed to ethnoecologically record the relationship of the human being with the vegetal composition of the domestic unit, considering cultural, social, biological and ecological aspects. In this way, it is intended to contribute to the conservation of ethno-species diversity in the Brazil-Paraguay border region, in the municipality of Ponta Porã, in the state of Mato Grosso do Sul, during 2016 and 2017. For this purpose, it was observed which plants are available and which are recognized as resources, and how these are used. Data collection procedures involved methods associated with Anthropology and Classical Botany, both suitable for ethnoecological studies. Sixty interviews were conducted with the representatives of each household in the 15 selected city areas. These participants stated that they were responsible for the whole care or for parts of the household. According to the conception of the residents the definition of domestic unit is directly related to the space in which activities related to family leisure are developed, being cited by the interviewees as the place reserved to take tereré - a typical drink - to spend time, where the children play, practice various activities. It is also used for the cultivation of vegetables obtained through the purchase and exchange of seedlings, thus evidencing the contribution of the homegardens to the relations of neighbors and relatives. In this study, the plant component of the 60 participating urban households, known and used by residents, corresponds to 219 species, 82 botanical families, 1560 individuals. Participants know and cultivate vegetables in domestic units belonging to five categories of use: food, medicinal, shading, mystical / religious and ornamental. Of all the species mentioned, 17 were considered by the interviewees to be toxic. These plants are thus considered toxic, because they cause some adverse effect to the organism when in contact or ingestion, and can even lead to death, being the symptoms quite variable from one individual to another. The studied domestic units are organized according to their size and structure and have different potentials, as they also fulfill different specific functions, according to the purposes and characteristics of each inhabitant. In the domestic units were found 74 native species and among these, eleven are endemic to Brazil. Nine species included in the List of Species of the Brazilian Flora Threatened of Extinction were also found. Such information ensures that households contribute to the conservation of biodiversity. In general, we can affirm that ethnobotanical studies in domestic units can contribute to better understand the cultural importance of certain multiple-use species of plants and reaffirm that these environments are capable of reconciling biodiversity conservation, sustainable use of natural resources and quality of life of the residents.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-07-20
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.