• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.91.2012.tde-14022012-170637
Documento
Autor
Nome completo
Helena Lemos dos Reis Magalhães Gomes
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2011
Orientador
Banca examinadora
Almeida Junior, Antonio Ribeiro de (Presidente)
Alexandre, Agripa Faria
Silva, Hélio Cesar Oliveira da
Título em português
Parcerias entre empresas e ONGs e a constituição de um novo sistema de publicidade ambiental: um estudo de caso
Palavras-chave em português
Ambientalismo
Empresas
ONGs
Parcerias
Publicidade ambiental
Terceiro setor
Resumo em português
A concepção desta pesquisa tem suas raízes em 2007, ano em que a autora deste trabalho participou do Programa Trainee em Meio Ambiente da Fundação O Boticário de Proteção à Natureza, hoje denominada Fundação Grupo Boticário. Durante o Programa, vinte trainees que representavam ONGs de todo o Brasil passaram por um processo que incluiu a elaboração de um projeto de desenvolvimento organizacional nas instituições representadas por eles. Diante desse cenário, muitos desafios para a manutenção dessas organizações foram trazidos à tona, merecendo destaque a polêmica relação com empresas patrocinadoras e os impactos de suas exigências na dinâmica interna das organizações. Esta pesquisa foi estruturada, então, com o objetivo de investigar e descrever como o setor empresarial tem se relacionado com ONGs ambientais para a construção de uma imagem ambiental favorável, bem como de que maneira tal relação interfere na atuação das ONGs. Também tivemos como objetivo contribuir para a produção de conhecimento científico sobre o assunto, muito pouco tratado no âmbito acadêmico, e integrar a série de pesquisas desenvolvidas dentro do projeto temático Mudanças Socioambientais no Estado de São Paulo e Perspectivas para a Conservação, financiado pela FAPESP. O trabalho sugere a constituição de um novo sistema de publicidade ambiental empresarial que inclui novos atores, entre eles, as ONGs ditas ambientais. O contexto que favoreceu esse processo envolve alterações no movimento ambientalista nas últimas décadas, a apropriação da questão ambiental como vantagem competitiva pelo mundo corporativo e transformações na organização da sociedade, em que se inclui o boom do Terceiro Setor. Este estudo pode ser considerado como um estudo exploratório, de abordagem qualitativa, desenvolvido no formato de um estudo de caso sobre duas ONGs: a Fundação SOS Mata Atlântica, com sede em São Paulo-SP, e o Instituto Ambiente em Foco, com sede em Piracicaba- SP. Utilizamos como procedimentos de coleta de dados entrevistas semi-estruturadas, observação livre e levantamento de documentos e materiais publicitários. A partir de nossa pesquisa, elaboramos um fluxograma que expressa uma tendência da trajetória das ONGs ambientais ao firmarem parcerias com empresas patrocinadoras, geralmente interessadas em promover sua imagem ambiental. Ao se associarem com as ONGs com essa finalidade as empresas, na maior parte das vezes, constroem parcerias cujas exigências primam, antes, pela promoção de sua imagem, do que pela solução da crise ambiental. As ONGs ambientais estudadas apresentaram características muito peculiares. Mas de maneira geral pudemos concluir que ambas não têm atuado de forma a substituir a racionalidade econômica, principal causadora da crise ambiental, pela racionalidade ambiental, que envolve mudanças paradigmáticas.
Título em inglês
Partnerships between private sector and NGOs and the formation of an environmental advertising system: a case study
Palavras-chave em inglês
Advertising
Environmentalism
NGOs
Third Sector
Resumo em inglês
The design of this research has its roots in 2007 when the author participated in the Trainee Program on Environment of the Fundação O Boticário de Proteção à Natureza, now called Fundação Grupo Boticario. During the program, twenty trainees representing NGOs from all over Brazil went through a process that included the development of an organizational development project in the institutions they represented. In this scenario, many challenges to maintain these organizations were brought to the fore, with emphasis on the controversial relationship with sponsoring companies and the impact of their requirements in the internal dynamics of organizations. This research was structured in order to investigate and describe how the business sector has been associating with environmental NGOs to build a positive environmental image as well as how this relationship interferes with the performance of the NGOs. The research also objected to contribute to the production of scientific knowledge on the subject, poorly addressed by the academic sector, and join the research developed within the thematic project "Social and Environmental Changes in the State of São Paulo and Prospects for Conservation", financed by FAPESP. The work suggests the formation of a new advertising corporate system that includes new environmental actors, like environmental NGOs. The context that favored this process involves changes in the environmentalism in recent decades, the appropriation of environmental issues as a competitive advantage by the corporations and changes in the organization of society, which includes the boom of the Third Sector. This study can be characterized as an exploratory study, with a qualitative approach, developed as a case study of two NGOs: Fundação SOS Mata Atlântica, based in Sao Paulo-SP, and a small NGO from Piracicaba-SP, which we named ONG 2. We used as data collection procedures: interviews, free observation and survey of documents and advertising materials. From our research, we developed a flowchart that expresses a tendency of the trajectory of environmental NGOs which partner with corporate sponsors, generally interested in promoting their environmental image. By partnering with NGOs with this objectives, in most cases the business sector build partnerships whose primary requirement is the promotion of their image, not the solution to the environmental crisis. The studied environmental NGOs have very peculiar characteristics. But, in general, we concluded that both have not acted in a way to replace the economic rationality, the main cause of environmental crisis, by the environmental rationality, which involves paradigmatic shifts.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2012-02-28
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.