• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.91.2018.tde-11102018-114205
Documento
Autor
Nome completo
Luiza Camargo Consolmagno
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2018
Orientador
Banca examinadora
Moreira, Marcelo Zacharias (Presidente)
Camargo, Plinio Barbosa de
Reis, Thaís Rovere Diniz
Sartori, Marina Rincon
Título em português
Estimativa da taxa de turnover e fator de discriminação isotópico em espécies de quelônios
Palavras-chave em português
Carbono
Isótopos estáveis
Nitrogênio
Répteis
Resumo em português
A utilização de traçadores como os isótopos estáveis de carbono e nitrogênio, é crescente e complementa as técnicas convencionais nos estudos referentes à dieta em animais silvestres. Isso é possível pois o valor isotópico dos itens utilizados na alimentação é refletido nos tecidos. A diferença isotópica resultante chamada de fator de discriminação ou fracionamento, está associada aos processos metabólicos necessários para que ocorra a incorporação de nutrientes. O estudo teve como objetivo medir o tempo de incorporação dos isótopos no plasma e nas células sanguíneas, componentes de "tecido" não mortal reamostrável, e determinar o fator de discriminação em cinco espécies de quelônios de água doce: Podocnemis expansa (tartaruga-da-Amazônia), Podocnemis unifilis (tracajá), Phrynops geofroanus (cágado-de-barbicha), Trachemys scripta (tartaruga-de-orelha-vermelha) e Trachemys dorbigni (tigre-d'água). Os animais foram mantidos em cativeiro e as diferenças isotópicas dos 10 indivíduos adultos de cada espécie, foram medidas a partir da troca de dietas com valores isotópicos distintos. Com a mudança da dieta, o turnover do carbono e nitrogênio foram estimados entre 7 e 185 dias por meio de regressão exponencial não linear, quando os novos fatores de fracionamento foram estimados. O tempo de turnover para as espécies de quelônios variou de 72 a 337 dias para o carbono, e de 29 a 270 dias para o nitrogênio no plasma. Nas células sanguíneas o turnover variou de 3 a 373 dias para o carbono, e de 51 a 216 dias para o nitrogênio. Os fatores de discriminação que eram em média próximos a zero para o carbono, e entre 3-4‰ para o nitrogênio, variaram de 1,01 a 3,28‰ para o 13C e -0,76 a 0,49‰ para o 15N no plasma, e de 1,49 a 3,98‰ para o 13C e 0,99‰ a 4,69 para o 15N nas células sanguíneas, com a diminuição de 3,7‰ e aumento de 6,2‰, respectivamente para carbono e nitrogênio, na nova dieta. A diferença encontrada entre os fatores de discriminação calculados anteriormente a troca da dieta e após a troca, mostraram que provavelmente a incorporação dos isótopos estáveis se dá de forma heterogênea nos tecidos. De acordo com a literatura foi possível analisar que fatores como a memória isotópica, as rotas metabólicas e elementos característicos dos répteis possivelmente estão ligados ao turnover mais lento, diferente dos animais endotérmicos em que esse processo é mais rápido.
Título em inglês
Estimation of turnover rate and discrimination factor in species of chelonians
Palavras-chave em inglês
Carbon
Nitrogen
Reptiles
Stable isotopes
Resumo em inglês
The use of tracers such as stable carbon and nitrogen isotopes is crescent and complements the conventional techniques used in the studies referring to the diet in wild animals. This is possible because the isotopic value of the items used in the diet reflects their isotopic values on the tissues. The resulting isotopic difference called the discrimination factor or fractionation is associated with the metabolic processes required for nutrient incorporation to occur. The object of the study was to measure the incorporation time of isotopes into plasma and blood cells, components of re-portable non-lethal "tissue", and to determine the discriminant factor of five species of freshwater chelonians: Podocnemis expansa (Amazonia tortoise), Podocnemis unifilis (tracajá), Phrynops geofroanus (geoffroy´s side necked turtle), Trachemys scripta (red-eared slider turtle) and Trachemys dorbigni (d'orbigny's slider). The isotopic differences of 10 adult individuals of each species kept in captivity were measured through shifting diets with different isotopic values. With the diet variation, carbon and nitrogen turnover was estimated between 7 and 185 days by non-linear exponential regression, when the new fractionation factors were estimated. The turnover time for the chelonians species varied from 72 to 337 days for carbon, and from 29 to 270 days for the plasma nitrogen. In blood cells, the turnover ranged from 3 to 373 days for carbon, and from 51 to 216 days for nitrogen. Discrimination factors that were, in average, close to zero for carbon and between 3 and 4‰ for nitrogen ranged from 1.01 to 3.28‰ for 13C and -0.76 to 0.49‰ for 15N in plasma, and from 1.49 to 3.98‰ for 13C and 0.99 to 4.69 for 15N in blood cells, with a decrease of 3.7‰ and an increase of 6.2‰, respectively for carbon and nitrogen in the new diet. The difference found between the discrimination factors calculated before and after the diet shift, showed that stable isotopes incorporation probably occurs in a heterogenous way in tissues. According to the literature it was possible to analyze that factors such as isotopic memory, metabolic routes and reptiles characteristic elements are possibly linked to slower turnover, different from endothermic animals in which this process is faster.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-10-19
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.