• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.91.2007.tde-10032008-151852
Documento
Autor
Nome completo
Vivian Ribeiro Baptista-Maria
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2007
Orientador
Banca examinadora
Rodrigues, Ricardo Ribeiro (Presidente)
Damasceno Júnior, Geraldo Alves
Gandolfi, Sergius
Ivanauskas, Natalia Macedo
Souza, Vinicius Castro
Título em português
Caracterização das florestas ribeirinhas do rio Formoso e Parque Nacional da Serra da Bodoquena/MS, quanto as espécies ocorrentes e histórico de perturbação, para fins de restauração
Palavras-chave em português
Comunidades vegetais
Ecossistemas florestais
Manejo florestal
Proteção ambiental
Reabilitação de área degradada.
Resumo em português
Reconstruir um ecossistema florestal ribeirinho a partir de uma abordagem cientifica, implica em conhecer a diversidade florística, a complexidade dos fenômenos que se desenvolvem nestas formações, compreender os processos que levam a estruturação e manutenção destes ecossistemas no tempo e utilizar estas informações para a elaboração, implantação e condução de projetos de restauração. Neste sentido, este trabalho teve por objetivo (i) identificar e caracterizar a composição florística das florestas estacionais deciduais e semideciduais associadas aos rios da bacia hidrográfica do Formoso - Bonito/MS, Perdido e Salobra ocorrentes no Parque Nacional da Serra da Bodoquena; (ii) caracterizar a degradação histórica e atual dos fragmentos florestais em estudo; (iii) ordenar e classificar a composição florística em grupos sucessionais e funcionais, visando determinar as correlações entre as formações florestais como base fundamental para definição diferenciada das ações de restauração e conservação. O levantamento florístico foi realizado mensalmente entre o período de outubro de 2004 a março de 2006, onde foram coletadas fanerógamas em fase reprodutiva, através do método de tempo de avaliação com um total de 576 horas. O levantamento florístico resultou em 56 famílias, 184 gêneros e 307 espécies. A família Fabaceae, representada por 51 espécies, foi a de maior riqueza. Do total das espécies, 68% apresentaram hábito arbóreo, 17% arbustos, 14% foram lianas e apenas 1% palmeiras. O método tempo de avaliação adotado, mostrou-se eficiente e de fácil aplicabilidade em locais de difícil acesso e locomoção pela floresta, permitindo um maior deslocamento para a amostragem dos indivíduos, contornando a distribuição espacial das espécies, e refletindo melhor a heterogeneidade ambiental característica das florestas ribeirinhas. Os espécimes foram classificados segundo o seu grupo ecológico, nas categorias pioneiras, secundária e clímax, e através dos grupos funcionais (preenchimento e diversidade). Na bacia hidrográfica do rio Formoso, obtivemos 28% das espécies pioneiras, 46% secundárias, 8% clímax e 18% não classificadas. Quanto ao grupo funcional, 56% das espécies são de preenchimento e 44% de diversidade. Para a bacia do Perdido, classificou-se 24% das espécies como pioneiras, 42% secundárias, 8% clímax e 26% não foram classificadas. O grupo funcional apresentou 54% espécies de preenchimento e 46% diversidade. Na bacia do Salobra obtivemos 31% de espécies pioneiras, 36% secundárias, 5% clímax e 28% não classificadas. A classificação quanto ao grupo funcional, foi de 59% preenchimento e 41% espécies de diversidade. O histórico de uso de cada um dos trechos caracterizados florísticamente foi obtido através dos processos de projetos de Manejo Florestal com pedido no IBAMA desde o ano 1986, onde foram registrados 10.900 ha com pedido de retirada seletiva de madeira. O estado de conservação atual dos trechos florestais amostrados foi classificado em: pouco degradada, degradada e muito degradada, através de indicadores ambientais. Os resultados obtidos neste trabalho contribuíram para o conhecimento da flora sul-mato-grossense e suas distribuições geográficas, reforçaram a necessidade de conservação destas matas ribeirinhas e forneceram subsídios para os planos de restauração das áreas degradadas do entorno da unidade de conservação e das áreas de proteção permanente (APP's) dos rios da Serra da Bodoquena.
Título em inglês
Characterization of river Formoso and Bodoquena Plateau National Park riverside forests, related to the species that occur there and disturbance historical, for restoration purposes
Palavras-chave em inglês
Bodoquena Plateau
Degraded area restoration
Floristic composition.
Resumo em inglês
To reconstruct a riverside forest ecosystem from a scientific version, implies in knowing the floristic diversity and the phenomena complexity that develop in these formations, to understand the processes that take the structuration and maintenance of these ecosystems in the time and to use these information to the elaboration, implantation and conduction of restoration projects. In this direction, this work had as objective (i) to identify and to characterize the floristic composition of the seasonal decidual and semideciduous forests associated to the rivers of Formoso hydrographic basin-Bonito/MS, Perdido and Salobra, that occur in Bodoquena Plateau National Park; (ii) to characterize the historical and current degradation of the forest pieces in study; (iii) to establish and to classify the floristic composition in sucessionais and functional groups, aiming to determine the correlations between the forest formations as basic base to differentiated definition of restoration and conservation actions. The floristic survey was carried monthly, during the period from October 2004 to March 2006, where they had been collected fanerógamas in reproductive phase, through the method of time of evaluation with a total of 576 hours. The floristic survey resulted in 56 families, 184 sorts and 307 species. The Fabaceae family, represented by 51 species, was one of the bigger wealth. Of the total of the species, 68% had presented tree habit, 17% shrubs, 14% had been lianas and only 1% palms. The method time of evaluation adopted revealed itself efficient and of easy applicability in places of difficult access and locomotion through the forest, allowing a bigger displacement to the individuals sampling, encircling the species space distribution, and better reflecting the ambient heterogeneousy from the riverside forests. The specimens have been classified according to its ecological group, in the pioneering, secondary categories and climax. And through the functional groups -fulfilling and diversity. In the hydrographic basin of Formoso river, we got 28% of the pioneering species, 46% of the secondary, 8% climax and 18% have not been classified. In the functional group, 56% of the species are fulfilling and 44% are diversity. To the Perdido basin, we classified 24% of the species as pioneering, 42% secondary, 8% climax and 26% have not been classified. The functional group presented 54% species fulfilling and 46% diversity. In the Salobra basin we got 31% of pioneering species, 36% secondary, 5% climax and 28% have not been classified. In the functional group classification, it was 59% fulfilling and 41% species of diversity. The description of use of each one of the floristically characterized stretches was gotten through the processes of Forest Handling projects with order in IBAMA since 1986, where they had been registered 10,900 ha with order of selective wooden withdrawal. The current conservation state of the showed forest stretches was classified in: little degraded, degraded and much degraded, through ambient pointers. The results gotten in this work have contributed for the knowledge of Mato Grosso do Sul flora and its geographic distributions have strengthened the necessity of conservation of these riverside forests and have supplied subsidies to the restoration plans of the degraded areas around the unit of conservation and permanent protection areas (APP's) of the Bodoquena Plateau rivers.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
errata.pdf (7.29 Kbytes)
Data de Publicação
2008-04-04
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.