• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.91.2017.tde-07062017-084558
Documento
Autor
Nome completo
Luciana Maria de Lima Leme
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2017
Orientador
Banca examinadora
Sorrentino, Marcos (Presidente)
Arelaro, Lisete Regina Gomes
Azevedo, Maria Antonia Ramos de
Título em português
Universidade: limites e potencialidades no ambiente educacional de uma instituição pública de educação superior no interior do Estado de São Paulo
Palavras-chave em português
Ambiente educacional
Discurso
Poder
Relações humanas
Universidade
Resumo em português
Esta pesquisa visa contribuir com a análise e compreensão dos limites e potencialidades do ambiente educacional de uma instituição pública de educação superior, a partir do estudo sobre como as relações humanas no ambiente educacional desta instituição podem ser influenciadas por elementos culturais relacionados a poder, dominação, hierarquias e dicotomias. A relevância desse trabalho encontra-se na possibilidade de se constituir diálogos sobre a formação cidadã e a construção de uma cultura de procedimentos democráticos para a universidade no século XXI. Em termos de coleta e análise de dados foi estabelecido um processo metodológico idiossincrático, fundamentado por Becker (1999), entre as perspectivas teóricas da etnografia e da Análise Crítica do Discurso (ACD). As técnicas associadas à etnografia, como a observação participante e as entrevistas semiestruturadas e mais o acréscimo de grupos focais fundamentaram a coleta de dados em campo. A análise dos dados obtidos foi realizada por meio de algumas perspectivas da teoria da Análise Crítica de Discurso (ACD) e mais o processo de triangulação de dados e fontes, sob a dinâmica dos aportes teóricos aqui escolhidos. Entre os participantes estão: os alunos do curso de engenharia agronômica envolvidos diretamente com o núcleo de agroecologia; alunos e professores da licenciatura em Ciências Agrárias; alunos (graduandos e pós-graduandos) articulados em grupos de trabalho, centros acadêmicos ou coletivos, como o feminista e o LGBT. O propósito desta escolha foi: dar voz às pessoas dispostas a lançar um olhar crítico sobre o ambiente educacional e pensar em possíveis desconstruções da cultura atual; buscar pessoas engajadas politicamente para conversar sobre questões antagônicas à tradição da instituição, abrindo diálogo sobre diversidade, sexualidade, pluralidade, gestão estudantil, democracia e saberes do senso comum, como a agricultura de base ecológica. Nesta pesquisa, não há intenção em denunciar falhas, apontar erros ou expor pessoas e a instituição a juízos de valor. Preserva-se, assim, o anonimato da instituição e de seus participantes através de um "Termo de Esclarecimento e Livre Consentimento". Foram realizadas quinze entrevistas individuais e três grupos focais, totalizando trinta participantes. Sob a perspectiva do grupo aqui pesquisado há duas limitações relevantes da instituição em foco que precisariam continuar a ser investigadas: há indícios que os docentes, graduados e pós-graduados, nesta instituição tendem a reproduzir a mesma cultura vivida há décadas neste ambiente educacional, propiciando um viés cultural formativo para os discentes; há indícios que o trote ou qualquer outro tipo de relação de poder e hierarquia entre os discentes parece emergir como um sintoma das relações humanas disfuncionais no processo de ensino e aprendizagem, no âmbito interno e externo da sala de aula.
Título em inglês
University: limits and potentialities in the educational environment of a public institution of higher education in the countryside the state of São Paulo
Palavras-chave em inglês
Educational environment
Human relations
Power
Speech
University
Resumo em inglês
This research aims to contribute to the analysis and understanding of the limits and potentialities of the educational environment of a public institution of higher education, based on the study on how human relations in the educational environment of this institution can be influenced by cultural elements related to power, domination, hierarchies, and dichotomies. The relevance of this work lies in the possibility of forming dialogues about citizen education and building a culture of democratic procedures for the university in the 21st century. In terms of data collection and analysis, an idiosyncratic methodological process was established, based on Becker (1999), between the theoretical perspectives of ethnography and Critical Discourse Analysis (CDA). Techniques associated with ethnography, such as participant observation and semi-structured interviews, plus the addition of focus groups, supported field data collection. The analysis of the data obtained was carried out through some perspectives of the theory of Critical Discourse Analysis (CDA) and the process of triangulation of data and sources, under the dynamics of the theoretical contributions chosen here. Among the participants are: the students of the agronomic engineering course directly involved with the agroecology core; students and professors of the degree in Agrarian Sciences; students (undergraduates and graduate students) articulated in work groups, academic or collective centers, such as the feminist and LGBT groups. The purpose of this choice was to give voice to people willing to cast a critical eye on the educational environment and think about possible deconstructions of the current culture; to find people politically engaged to talk about antagonistic issues to the tradition of the institution, opening dialogue on diversity, sexuality, plurality, student management, democracy, and common sense knowledge, such as ecologically based agriculture. In this research, there is no intention to report failures, point out errors or expose people and the institution to value judgments. This preserves the anonymity of the institution and its participants by means of a "Clarification and Free Consent". Fifteen individual interviews and three focus groups were held, totaling thirty participants. From the perspective of the group studied here, there are two relevant limitations of the institution in focus that would need to be further investigated: there are indications that teachers, graduates and postgraduates in this institution tend to reproduce the same culture lived decades ago in this educational environment, propitiating a formative cultural bias for the students; there is evidence that trotting or any other kind of relationship of power and hierarchy among students seems to emerge as a symptom of dysfunctional human relationships in the teaching and learning process, both within and outside the classroom.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-06-09
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.