• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
Documento
Autor
Nome completo
Flavia Torunsky
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2019
Orientador
Banca examinadora
Marques, Paulo Eduardo Moruzzi (Presidente)
Garavello, Maria Elisa de Paula Eduardo
Khatounian, Carlos Armênio
Martins, Rodrigo Constante
Título em português
Justificativas em torno das Comunidades que Sustentam a Agricultura: um estudo de caso da CSA São Carlos/SP
Palavras-chave em português
Agricultura familiar
Circuitos curtos
CSA
Teoria das Justificações
Resumo em português
Estudos mostram que vivemos uma crise socioambiental sem precedentes. Apesar de ser considerada uma crise sistêmica, a agricultura convencional progride, constituindo uma das atividades que mais contribui para os impactos negativos tanto ambientais como sociais da atualidade. No mundo, as relações socioeconômicas estão estabelecidas segundo uma ordem de valores, na qual justificações mercantis e industriais possuem uma grande aceitação e legitimidade. A economia é considerada, para alguns autores, como o coração das ações humanas. No entanto, tal ordenamento fundado em justiça industrial-mercantil impacta negativamente diversas dimensões da vida em sociedade. Neste quadro, movimentos de contestação desta ordem emergem buscando legitimidade com vistas à profundas transformações sociais e ambientais. É assim que ocorre a multiplicação das CSAs (Comunidade que Sustenta a Agricultura), representando uma experiência inovadora de associativismo, aproximando consumidores e agricultores. Seu crescimento é exponencial no Brasil e no mundo. Trata-se de uma perspectiva de busca de uma nova estrutura de relação socioeconômica com a agricultura familiar, pautadas em princípios de um compromisso com a agroecologia, a solidariedade, a confiança mútua e a localidade. Nosso estudo aspira traçar seus potenciais e limitações em termos de aceitação social com o apoio de análises inspiradas na teoria das justificações, considerando a emergência de uma nova ordem de justiça, a justiça ecológica.
Título em inglês
Justifications around Community Supported Agriculture: a case study on CSA São Carlos / SP
Palavras-chave em inglês
Associative economy
CSA
Family-based farming
Short circuits
Theory of justifications
Resumo em inglês
Studies show that we are experiencing an unprecedented socio-environmental crisis. Despite considered a systemic crisis, conventional agriculture is progressing, constituting one of the activities that contributes most to the negative environmental and social impacts in present time. In the world, socioeconomic relations are established according to an order of values, in which market and industrial justifications have great acceptance and legitimacy. The economy is considered, for some authors, as the heart of human actions. However, such an order based on industrial-mercantile justice impacts negatively various dimensions of life in society. In this context, movements contesting this order emerge seeking legitimacy towards profound social and environmental transformations. This is how CSAs (Community Supported Agriculture) multiply, representing an innovative experience of associativism, bringing together consumers and farmers. Its growth is exponential in Brazil and in the world. It seeks a new socioeconomic relationship structure, based on a commitment to an agroecological agriculture, solidarity, mutual trust and locality. Our study aspires to trace its potentials and limitations in terms of social acceptance with the support of analyzes inspired by the theory of justifications, considering the emergence of a new order of justice, the ecological justice.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-05-17
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.