• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.91.2007.tde-01022008-093523
Documento
Autor
Nome completo
Rodrigo de Almeida Nobre
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2007
Orientador
Banca examinadora
Verdade, Luciano Martins (Presidente)
Ferraz, Sílvio Frosini de Barros
Pardini, Renata
Título em português
Modelos de sustentabilidade de caça de subsistência na Serra do Mar, Mata Atlântica
Palavras-chave em português
Área de conservação
Caça
Caiçara
Desenvolvimento sustentável
Galliformes
Mamíferos.
Resumo em português
Uma das principais dúvidas do pensamento moderno da conservação ambiental é se áreas naturais podem ser conservadas, se for dado direito de exploração dos recursos naturais dessas áreas a grupos de pessoas. Parte da comunidade científica considera negativa, aos propósitos de conservação, a permanência de populações humanas em áreas protegidas. Verifica-se que mesmo modelos de utilização do espaço e dos recursos naturais voltados essencialmente para a subsistência e com pequena demanda comercial, reduzem mais o habitat de várias espécies e apresentam níveis de exploração que podem extinguir populações silvestres. Outra parte da comunidade científica considera que, em regiões tropicais, essa postura restritiva, autoritária e dependente de fiscalização repressiva, não tem sido eficaz. Esta postura discrimina populações tradicionais e as impede de reproduzir seu modo de vida, desenvolvendo nestas uma postura anticonservacionista, que as leva à práticas predatórias do meio ambiente como meio de garantir sua subsistência e não cair na marginalidade ou na indigência. Diante de tais circunstâncias, o presente estudo objetivou conhecer as condições demográficas atuais das espécies silvestres alvos de caça, das características da atividade de caça praticada e dos possíveis limites sustentáveis da utilização da fauna existente para subsistência na porção norte do Parque Estadual da Serra Mar (PESM), em São Paulo. As amostragens foram realizadas entre os meses de junho de 2002 e julho de 2005. As densidades dos vertebrados cinegéticos foram calculadas utilizando o método de transecções lineares, e estimaram-se os tamanhos populacionais e a produtividade passível de caça sustentável. Compararam-se estes dados aos valores de pressão de caça (monitoramento e questionários) e ao consumo protéico da comunidade local para discussão da sustentabilidade da atividade atual. Os resultados indicaram que vários fatores comprometem a sustentabilidade da atividade de caça de subsistência na Serra do Mar. As densidades das populações humanas são altas e, consequentemente, acarretam níveis de pressão de caça e necessidade de ingestão protéica acima dos valores toleráveis pela produtividade da comunidade de vertebrados cinegéticos estimados pelo modelo. Com a meta de conservar as espécies ameaçadas pela atividade de caça e, concomitantemente, os recursos utilizados pela população humana local, recomenda-se a intensificação da fiscalização a fim de coibir a atividade de caça, ao menos temporariamente, até que pesquisas futuras possam determinar melhoras nas condições demográficas das espécies silvestres, estabelecendo limites sustentáveis de uso mais elevados, permitindo o estreitamento das relações entre as populações humanas e as Unidades de Conservação, maximizando a eficiência dos propósitos de preservação da diversidade biológica.
Título em inglês
Models of sustanbility of subsistence hunting at Serra do Mar, Mata Atlântica
Palavras-chave em inglês
Galliforme
Hunting
Mammals
Sustainability
Traditional communities
Resumo em inglês
One of the main doubts of the modern nature conservation thought is if natural areas can be conserved, even if the right of resources exploitation, in these areas, is given to local people. A group of scientific community considers harmful the permanence of human populations inside protected areas. They found that systems of land use and the natural resources use, essentially toward to the subsistence and with low commercial demand, decreases the home range of some species and present exploration levels that can extinguish wild populations. Another part of scientific community considers that, in tropical regions, this restrictive, authoritarian and posture dependent of repressive police, has not been efficient. This posture discriminates the traditional populations and hinders them to reproduce its way of life, developing in those an anticonservationist attitude, that take them to environment predatory practices to guarantee their subsistence and not to fall in the marginality or poverty. The present study aim to know the current demographic conditions of the game species, the characteristics of hunting patterns and the possible sustainable limits of fauna use for subsistence in Serra do Mar, São Paulo. Game vertebrates densities were calculated using line-transect method, then the population sizes and the sustainable harvest rate were estimated from June 2002 to July 2005. These data were compared with the hunting pressure (from monitoring and questionnaires methods) and with the local community protein consumption, to discuss the sustainability of the current hunting activity. The results indicated that a lot of factors compromise the sustainability of the subsistence hunting practice in Serra do Mar. The local human population density is high, therefore causing levels of hunting pressure and necessity of protein ingestion over the sustainable limits of game vertebrates offtake estimated by the model. With the goal, at the same time, to conserve the threatened species of hunting practice and the resources used by the local human population, intensification of police is recommended, in order to restrain poaching activity, until future researches can determine better demographic conditions of game species, establishing higher limits of sustainable use, allowing narrow relationship between human populations and the protected areas, maximizing the efficiency of the purpose of biological diversity conservation.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2008-02-13
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.