• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.9.2018.tde-18062018-113137
Documento
Autor
Nome completo
Alexandre Dias Zucoloto
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Yonamine, Maurício (Presidente)
Capitani, Eduardo Mello de
Marcourakis, Tania
Medeiros, Carlos Roberto de
Título em português
Relação entre concentração sanguínea de cocaí­na e cocaetileno com a gravidade das manifestações clí­nicas apresentadas por pacientes com diagnóstico de intoxicação por cocaína
Palavras-chave em português
Cocaetileno
Cocaína
Concentração sanguínea
Cromatografia líquida de alta eficiência
Gravidade
Resumo em português
As intoxicações decorrentes do uso de drogas de abuso representam atualmente um grave problema para a saúde pública. Dentre os principais agentes envolvidos, destaca-se a cocaína. Ela se tornou uma das drogas mais consumidas ao redor do mundo, sendo um dos principais motivos de atendimentos em pronto-socorro (PS) devido ao uso de substâncias ilícitas. Seu uso ocorre principalmente em associação com bebida alcóolica. Existem poucos estudos realizados que relacionem a concentração sanguínea de cocaína e a gravidade das manifestações clínicas em populações que a utilizam como droga de abuso, e que envolvam pacientes atendidos em PS. O objetivo do presente estudo foi verificar a possível relação entre concentração sanguínea de cocaína e cocaetileno (produto da interação de cocaína com etanol) com a gravidade das manifestações clínicas apresentadas por pacientes com hipótese diagnóstica de intoxicação por cocaína. As concentrações sanguíneas foram determinadas por cromatografia líquida de alta eficiência (HPLC) e a gravidade das manifestações clínicas foi avaliada através do Stimulant Intoxication Score (SIS). Dos 81 pacientes incluídos no estudo 77,8% são homens com idade média de 32,5 anos ± 8,5 e SIS médio de 3,4 ± 2,5. Do total de pacientes incluídos no estudo 20 (24,7%) tiveram resultados positivos em sangue para os analitos de interesse, sendo a concentração sanguínea média de cocaína igual a 0,34 µg/mL ± 0,45 e de cocaetileno igual a 0,38 µg/mL ± 0,34. A concentração sanguínea de cocaína e cocaetileno não se mostrou informação útil para tratamento e prognóstico dos pacientes, porém a detecção no sangue destas substâncias no momento do atendimento, independentemente de sua concentração, pode ser um indicador de gravidade, mostrando que quaisquer concentrações destas substâncias devem ser consideradas potencialmente tóxicas. A aplicação do score SIS revelou-se como importante alternativa capaz de predizer a gravidade dos pacientes atendidos devido a intoxicação por cocaína de maneira rápida e simplificada.
Título em inglês
Relationship between blood concentration of cocaine and cocaethylene with the severity of clinical manifestations presented by patients diagnosed with cocaine intoxication
Palavras-chave em inglês
Blood concentration
Cocaethylene
Cocaine
High-performance liquid chromatography
Severity
Resumo em inglês
Currently, poisoning resulting from the abuse of drug represents a serious problem for public health. Among the main agents involved, cocaine stands out. It became one of the most abused drugs around the world, being one of the main reasons for visits to the emergency room due to the use of illicit substances. The use of cocaine is primarily in combination with alcoholic beverages. There are few studies that relate cocaine blood concentration and the severity of its clinical manifestations in patients attended in the Emergency Room. The aim of the present study was to verify the possible relationship between the blood concentration of cocaine and cocaethylene (product of the interaction of cocaine with ethanol) with the severity of the clinical manifestations presented by patients with cocaine intoxication. Blood levels were measured by high-performance liquid chromatography (HPLC) and the severity of clinical manifestations was assessed using the Stimulant Intoxication Score (SIS). Of the 81 patients included in the study, 77.8% were men with a mean age of 32.5 years ± 8.5 and mean of SIS 3.4 ± 2.5. From the total of patients included in the study 20 (24.7%) had positive blood results for the analytes of interest, being the mean blood concentration of cocaine equal to 0,34 µg/mL ± 0,45 and of cocaethylene equal to 0,38 µg/mL ± 0,34. The blood concentration of cocaine and cocaethylene has not been shown to be useful information for the treatment and prognosis of patients, but blood levels of these substances at the time of treatment, regardless of their concentration, may be an indicator of severity, showing that any concentrations of these substances should be considered as potentially toxic. The application of the SIS score proved to be an important alternative capable of predicting the severity of the patients attended due to cocaine intoxication in a fast and simplified way.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-06-27
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.