• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.9.2002.tde-02102007-142622
Documento
Autor
Nome completo
Danielle Palma de Oliveira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2002
Orientador
Banca examinadora
Siqueira, Maria Elisa Pereira Bastos de (Presidente)
Lepera, Jose Salvador
Passarelli, Míriam Meyer
Título em português
Valores de referência de acetona urinária em uma população do sul de Minas Gerais
Palavras-chave em português
Acetona
Biomonitorização
Isopropanol
Urina
Valores de referência
Resumo em português
A determinação de valores de referência de alguns xenobióticos naturalmente existentes no organismo é importante na biomonitorização, para comparação de níveis encontrados na população exposta com os da população de referência. A acetona é um solvente muito popular, utilizado em vários ramos da indústria e em laboratórios químicos. O isopropanol é um solvente largamente utilizado em indústrias, laboratórios e está presente em vários produtos domésticos. Este solvente é biotransformado no organismo humano, tendo como principal metabólito a acetona. A acetona em urina (AcU) é o bioindicador mais usado para avaliar a exposição de trabalhadores expostos a acetona e ao isopropanol. Como também é encontrada em pessoas não expostas ocupacionalmente a estes solventes, o objetivo deste trabalho foi verificar os níveis basais de AcU e a possível influência de fatores individuais nestes níveis. A população de referência foi constituída por 207 indivíduos (91 homens e 116 mulheres, com idades entre 18 e 80 anos). A AcU foi determinada por headspace/cromatografia em fase gasosa/DIC. O método mostrou linearidade de 0,1 a 5,0 mg/L; o limite de detecção e de quantificação de 0,1 mglL; precisão intra-ensaio, entre 4 e 5% e inter ensaio, entre 5,2 e 8,8% (urina sem adição e fortificada com 1,0 e 3,0 mgIL de acetona). Para a população total, os valores de referência encontrados foram: média (±DP) de 1,12 (±0,47) mgIL; mediana de 1,04 mgIL; média geométrica de 1,03 mglL; intervalo de confiança 95% entre 0,98-1,26 mglL e valor superior de referência (média + 2DP) de 2,06 mgIL. Devido ao fato da distribuição dos valores de AcU (mgIL) não ser Gaussiana, optou-se por uma transformação dos valores (Iog AcU) que aproximou os dados da distribuição normal ( W = 0,98532, P < 0,7000). A população selecionada demonstrou ser saudável e adequada ao estudo; o sexo e a ingestão de bebidas alcoólicas parecem afetar os teores de acetona urinária, enquanto a idade e o uso de tabaco não mostraram este efeito.
Título em inglês
Reference values for urinary acetone in a population of south of Minas Gerais state
Palavras-chave em inglês
Acetone
Biomonitoring
Isopropanol
Reference values
Urine
Resumo em inglês
The determination of reference values of some xenobiotics is important for the biomonitoring, to compare the concentration in the exposed and the general population. The acetone is a very popular solvent, that is used in a large number of industries and laboratories. Isopropanol is used in industries, laboratories and cosmetic products. In the human body, this solvent is metabolized and the most important product is acetone. Acetone in urine (AcU) is the most used biomarker to monitore workers exposed to acetone/isopropanol. This substance is also found in non-exposed people, so, the main objective of this work was to verify the basal levels of AcU and if there are some factors that have influence on these levels. 207 volunteers were studied (91 men and 116 women, and the ages between 18-80 years). The AcU was determinated by headspace/gas chromatography/ FID. The method showed linearity between 0.1-5.0 mg/L; limit of detection (LOD) and limit of quantification of 0.1 mglL; intra-assay precision, between 4 and 5%; inter-assay precision, between 5.2 and 8.8% (urine without addition, and spiked 1.0 and 3.0 mg/L of acetone). In the total population, the reference values obtained were: mean (±SD) 1.12 (± 0.47) mg/L; median 1.04 mg/L; geometric mean 1.03 mg/L; 95% confidence range between 0.98-1.26 mg/L and upper reference value (mean + 2 SD) of 2.06 mg/L. The values distribution wasn't "normal", therefore, the ,transformation of the values was necessary (109 AcU). Sex and alcohol intake showed significant influence on the concentration of acetone in urine. No interference was verified for smoking or the age of the volunteers.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2007-10-04
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.